! São Paulo perde invencibilidade e não ajuda rivais - 25/03/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  25/03/2007 - 17h56
São Paulo perde invencibilidade e não ajuda rivais

Da Redação
Em São Paulo

Vipcomm
Principal arma do São Caetano foi a forte marcação; Júnior (d) tenta se livrar do rival
Vipcomm
Borges (e) é praticamente agarrado e teve poucas chances durante a partida no ABC
Vipcomm
Souza, então, recebe falta e cai; Tricolor perde a primeira partida no Paulista 2007
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO SÃO PAULO
CLASSIFICAÇÃO DO PAULISTÃO 2007
Nem a torcida de corintianos e palmeirenses ajudou. Muito desfalcado, o São Paulo visitou o São Caetano neste domingo, no estádio Anacleto Campanella, e perdeu por 1 a 0. Com isso, viu cair uma invencibilidade de 20 partidas no Campeonato Paulista e não conseguiu ajudar os dois rivais da capital, concorrentes da equipe do ABC na briga pela classificação às semifinais.

"As coisas não funcionaram para nós hoje [domingo]. Erramos demais e sabíamos que esse era um jogo em que era proibido errar. O São Caetano é muito forte aqui na casa deles e nós vacilamos muito", analisou Souza, camisa 10 do São Paulo.

O resultado expõe a fase negativa do São Paulo, que teve dez atletas indisponíveis para encarar o São Caetano. Até a última quarta-feira, o time dirigido por Muricy Ramalho ostentava 29 partidas sem perder. Neste domingo, sofreu seu segundo revés consecutivo (havia sido superado pelo Necaxa, por 2 a 1, pela Copa Libertadores) e perdeu a chance de manter a perseguição ao Santos, que lidera o Campeonato Paulista.

Além disso, o São Paulo, com 34 pontos, viu cair uma invencibilidade no estádio Anacleto Campanella, que já durava desde 2002. Desde então, as duas equipes se encontraram sete vezes no estádio do ABC paulista e houve quatro vitórias dos visitantes e dois empates antes deste domingo.

"Ficou complicado. Ficamos muito tempo sem perder, mas agora estamos em baixa e precisamos levantar a cabeça. Acho que a primeira colocação do Campeonato Paulista ficou um pouco mais longe, mas precisamos trabalhar para não perder o segundo lugar", avisou o goleiro tricolor Rogério Ceni.

PRINCIPAIS LANCES
PRIMEIRO TEMPO
44min - Primeiro tempo é muito fraco e sem emoções no Anacleto Campanella.
45min - GOOOOLLLL DO SÃO CAETANO!!!! Douglas lança na esquerda para Canindé, que recebe dentro da área e chuta no canto direito baixo de Rogério Ceni.
SEGUNDO TEMPO
1min - Hugo recebe de costas para o gol, gira para esquerda e chuta de fora da área. A bola desvia em Maurício e quase engana Luiz, que consegue espalmar.
18min - Aloísio recebe de costas para o gol e toca para trás. Jadílson aparece e chuta de primeira, de pé esquerdo. Luiz espalma com a mão direita e a bola ainda desvia na trave.
A fase negativa do São Paulo contrasta com o momento do São Caetano. O time do ABC atingiu a quinta partida consecutiva sem perder no Campeonato Paulista, com três vitórias e dois empates, e ascendeu à terceira colocação da tabela, com 30 pontos.

"Sabíamos que essa vitória seria fundamental para as nossas pretensões. Diminuímos a diferença para os líderes da tabela e ficamos mais perto da classificação", contou o meia Canindé, autor do gol dos donos da casa neste domingo.

Apenas quatro pontos atrás do São Paulo, o São Caetano complicou a vida de outros dois clubes da capital com o triunfo deste domingo. Palmeiras e Corinthians são rivais diretos da equipe do ABC por um lugar nas semifinais do Campeonato Paulista e viram a chance de classificação diminuir um pouco por conta do placar do confronto no estádio Anacleto Campanella.

"Vamos brigar pelo título. Mostramos hoje [domingo], jogando contra uma das melhores equipes do Brasil, que temos condições de encarar qualquer um. O São Caetano está crescendo e vai brigar por uma vaga", prometeu o lateral-esquerdo Triguinho.

Na próxima rodada do Campeonato Paulista, São Caetano e São Paulo entrarão em campo na quarta-feira (28 de março). O time do ABC entrará em campo mais cedo, às 20h30, quando visitará o Bragantino. Às 21h45, a equipe tricolor receberá o Rio Branco no Morumbi.

SÃO CAETANO
Luiz; Paulo Sérgio, Maurício, Thiago e Triguinho; Luís Alberto, Glaydson, Canindé (Marabá) e Douglas; Luiz Henrique (Leandro Lima) (Galhardo) e Somália
Técnico: Dorival Júnior

SÃO PAULO
Rogério Ceni, Alex Silva, Edcarlos (Lenílson), Miranda e Jadílson; Hernanes, Souza, Júnior e Hugo (Francisco Alex); Borges (Aloísio) e Marcel
Técnico: Muricy Ramalho

Local: estádio Anacleto Campanella, em São Caetano (SP)
Árbitro: Élcio Paschoal Borborema
Auxiliares: Ednilson Corona e Maria Eliza Correia Barbosa
Cartões amarelos: Marcel (SP), Maurício (SC), Francisco Alex (SP), Miranda (SP)
Gol: Canindé, aos 45min do primeiro tempo


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias