! Maradona teve "desajuste com bebida, cigarro e comida", diz Cahe - 29/03/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  29/03/2007 - 01h54
Maradona teve "desajuste com bebida, cigarro e comida", diz Cahe

Das agências internacionais
Em Buenos Aires (Argentina)

Diego Armando Maradona teve "desajustes com bebida, cigarro e comidas" que forçaram sua internação em um hospital em Buenos Aires nesta quarta-feira à noite. Quem revelou o motivo do novo problema de saúde do ex-craque argentino foi seu médico pessoal, Alfredo Cahe.

"Com isto e outras situações de estresse que ele teve, foi uma coisa lógica interná-lo, e contra sua vontade", afirmou Cahe, em breve coletiva de imprensa na clínica Sanatorio Güemes.

EFE
Maradona comemora gol do Boca Juniors durante jogo pelo Campeonato Argentino
Maradona, de 46 anos, não corre risco de morte, segundo o médico e o hospital que o acolheu, em notícia que causou novo alvoroço na mídia do país, que já testemunhou uma internação de emergência do ídolo em 2004, quando teve um grave quadro cardiovascular.

Cahe afirmou que "agora estão checando exames feitos anteriormente em outra clínica, além de realizando novos testes complementares". "Nesta quinta teremos os resultados. O tratamento estava previsto há um tempo", adiantou.

O argentino chegou de ambulância, acompanhado do médico particular. A clínica emitiu boletim médico, dizendo que o ex-jogador está fazendo exames após se sentir mal nesta quarta-feira. O problema teria acontecido na casa de seus pais, no bairro de Villa Devoto.

Maradona está internado no 13º andar do local, que foi preparado exclusivamente para seu tratamento. As filhas do ex-craque, Dalma e Gianinna, chegaram pouco depois da internação do pai.

Parentes de pessoas que estão internadas no local tiveram que deixar o Sanatorio Güemes, que foi cercado por diversos jornalistas e curiosos. A segurança foi reforçada.

Maradona vai permanecer internado na clínica Sanatorio Güemes, e o próximo boletim médico só será divulgado na manhã desta quinta-feira.

O fato acontece justamente poucos dias após Cahe afirmar que o ex-jogador iria viajar à Suíça para iniciar um tratamento para perder peso novamente. O médico declarou que Maradona engordou nas últimas semanas por falta de aplicação em seus cuidados pessoais.

O médico explicou que o ex-craque terá que fazer um tratamento para acabar com o problema de retenção de líquidos, mas negou que ele ainda seja usuário de cocaína. Foram justamente os problemas com drogas que deixaram o argentino perto da morte em 2004. À época, Maradona ficou em coma, gerando uma comoção na Argentina, quando milhares de pessoas ficaram à frente do hospital até o ex-jogador se recuperar.

Depois disso, o ex-craque fez uma cirurgia de redução do estômago, na Colômbia, e se recuperou ao perder mais de 40 quilos.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias