! Clássico relembra soberania do São Paulo sobre o Palmeiras - 30/03/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  30/03/2007 - 12h59
Clássico relembra soberania do São Paulo sobre o Palmeiras

Carlos Padeiro e Leandro Canônico
Em São Paulo

A vantagem do São Paulo sobre o Palmeiras na história do confronto é pequena, apenas duas vitórias a mais (92 a 90). Mas a equipe do Morumbi costuma ser um dos piores algozes do time alviverde. Tanto que nos dois últimos anos, o clube tricolor vetou a chance de os rivais voltarem a sonhar com um título internacional.

OS CONFRONTOS ELIMINATÓRIOS
Folha Imagem
Palmeiras eliminou o São Paulo na Copa João Havelange do ano 2000
Folha Imagem
Na Libertadores de 2005, São Paulo levou a melhor nas oitavas-de-final
Paulista 1987 - Semifinal
Palmeiras 0 x 0 São Paulo - 15/08
São Paulo 3 x 1 Palmeiras - 23/08
Paulista 1992 - Final
Palmeiras 2 x 4 São Paulo - 05/12
São Paulo 2 x 1 Palmeiras - 20/12
Libertadores 1994 - Oitavas-de-final
Palmeiras 0 x 0 São Paulo - 27/04
São Paulo 2 x 1 Palmeiras - 24/07
Rio-São Paulo 1998 - Semifinal
Palmeiras 2 x 1 São Paulo - 17/02
São Paulo 1 x 0 Palmeiras - 25/02
Paulista 1998 - Semifinal
São Paulo 2 x 1 Palmeiras - 19/04
Palmeiras 1 x 3 São Paulo - 26/04
Copa do Brasil 2000 - Quartas-de-final
São Paulo 2 x 1 Palmeiras - 24/06
Palmeiras 2 x 3 São Paulo - 27/06
J. Havelange 2000 - Oitavas-de-final
Palmeiras 1 x 1 São Paulo - 25/11
São Paulo 1 x 2 Palmeiras - 30/11
Rio-São Paulo 2002 - Semifinal
Palmeiras 1 x 1 São Paulo - 21/04
São Paulo 2 x 2 Palmeiras - 27/04
Superpaulistão 2002 - Semifinal
Palmeiras 0 x 2 São Paulo - 19/05
São Paulo 2 x 2 Palmeiras - 22/05
Libertadores 2005 - Oitavas-de-final
Palmeiras 0 x 1 São Paulo - 18/05
São Paulo 2 x 0 Palmeiras - 25/05
Libertadores 2006 - Oitavas-de-final
Palmeiras 1 x 1 São Paulo - 26/04
São Paulo 2 x 1 Palmeiras - 03/05
CENI E EDMUNDO DUELAM HISTÓRIAS
PÁGINA DO CAMPEONATO PAULISTA
Desde 1999 sem conquistar um campeonato importante (de lá para cá venceu apenas o Torneio Rio-São Paulo, a Copa dos Campeões, ambos em 2000, e a Série B em 2003), o clube do Parque Antarctica foi eliminado nas oitavas-de-final da Copa Libertadores pelo rival nas últimas duas edições. Em 2005, vitórias tricolores por 1 a 0 e 2 a 0. E em 2006, empate por 1 a 1 e triunfo de 2 a 1.

"O São Paulo tem sido uma pedra no nosso sapato, mas hoje podemos enfrentá-los de igual para igual. Estamos indo bem nos clássicos e pretendemos fechar essa primeira fase assim. Tivemos um empate que podia ser vitória com o Santos e uma vitória brilhante sobre o Corinthians", disse Edmundo após triunfo sobre o América.

O camisa 7 do Palmeiras tem razão: o São Paulo é uma pedra no sapato. Tal fato está claramente representado na história dos mata-matas entre as duas equipes. Até aqui foram 11 encontros eliminatórios, e o time do Morumbi levou a melhor em dez - os alviverdes venceram apenas na Copa João Havelange em 2000.

Se o Campeonato Paulista terminasse da maneira que está agora, na 16ª rodada, Palmeiras e São Paulo se enfrentariam em mais um mata-mata. Isso porque o time tricolor é o segundo colocado e o alviverde o terceiro. E mesmo diante do retrospecto favorável nesse tipo de confronto, os são-paulinos querem evitar.

"O Palmeiras está embalado e se passar para a fase final vai estar motivado e será mais uma força a ser batida. Se a gente puder eliminar antes é uma vantagem, porque o Palmeiras é o Palmeiras", declarou o tricolor Hernanes.

O respeito existe também do lado alviverde, principalmente pelo fato de o São Paulo ter ficado 29 jogos invicto até poucos dias atrás. Aliás, antes de iniciar esse período, o último clube a vencer o time do Morumbi foi o Palmeiras, num triunfo por 3 a 1 no segundo turno do Campeonato Brasileiro do ano passado.

"Temos de nos preparar bastante, porque do outro lado vamos encarar um time muito forte, que ficou seis, sete meses sem perder. Se ganharmos vamos estar praticamente assegurando a nossa classificação", declarou o atacante Edmundo, autor de dez gols neste Campeonato Paulista.

Jorge Wagner, que foi liberado pelo departamento médico do São Paulo e deve jogar o clássico, corrobora do pensamento do seu companheiro Hernanes: "O Palmeiras é um concorrente direto, um time de força e tradição que vem realizando bons jogos. Se conseguir se classificar, realmente vai ser muito difícil".

Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias