! Ataque falha, e São Paulo fica no empate com o São Caetano - 15/04/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  15/04/2007 - 18h01
Ataque falha, e São Paulo fica no empate com o São Caetano

Leandro Canônico
Em São Paulo

O São Paulo lutou, correu, mostrou vontade e superioridade ofensiva, mas nada disso foi suficiente para aumentar a vantagem na semifinal do Campeonato Paulista. Neste domingo, o clube tricolor desperdiçou muitas chances no ataque e ficou no empate por 1 a 1 contra o algoz São Caetano, no Pacaembu. Apesar de precisar apenas de outra igualdade para avançar na competição, não conseguiu dar o troco pela derrota na primeira fase.

PRINCIPAIS LANCES
Folha
Avante Leandro lamenta empate por 1 a 1
PRIMEIRO TEMPO
14min - Lindo lance de Ilsinho. O lateral dribla dois adversários na direita do ataque são-paulino e chuta cruzado. Luiz faz bela defesa e impede o gol tricolor.
16min - São Caetano tem sua melhor chance no início de jogo com Luiz Henrique. O atacante recebe passe em jogada rápida e chuta cruzado. A bola passa por cima da meta de Rogério.
29min - GOOOOOLLLL DO SÃO PAULO!!!!!!!! Jadílson faz bela jogada pela esquerda e cruza rasteiro para Hugo, livre de marcação, chutar e marcar o primeiro gol das semifinais do Paulista.
SEGUNDO TEMPO
10min - GOOOOLLLL DO SÃO CAETANO!!!!!!! Paulo Sérgio cruza da direita e Richarlyson, de cabeça, faz contra, empatando a partida.
23min - Ótimo lance para o São Paulo. Leandro recebe na entrada da área, gira e chuta. Luiz faz belíssima defesa em seu canto esquerdo.
27min - Aloísio recebe na entrada da área do São Caetano e dá belíssimo passe a Souza que, livre, chuta cruzado para fora.
46min - São Caetano quase vira nos minutos finais. Marcelinho faz linda jogada pela direita e cruza rasteiro. Canindé chuta, e Alex Silva salva o São Paulo.
VEJA FOTOS DO EMPATE
"Partida contra o São Caetano é assim, bem disputada, pois é uma equipe que joga atrás. O São Paulo dominou todo o jogo e se não fosse a infelicidade, sairíamos de campo com a vitória", comentou o meia Souza, lamentando o gol contra de Richarlyson aos 10min do segundo tempo.

Antes da partida, o próprio elenco são-paulino já havia declarado abertamente que tinha grande interesse em, ao menos, devolver o único revés sofrido na competição. Na ocasião, o São Caetano garantiu o triunfo por 1 a 0 e se tornou o único clube brasileiro a vencer a equipe do Morumbi desde setembro do ano passado.

Assim que o jogo começou, o time tricolor mostrou muita disposição para dar o troco na equipe do ABC e, conseqüentemente, ampliar a vantagem rumo à final. Explorando bastante as jogadas belas laterais, o clube de Muricy Ramalho se lançou ao campo adversário, mas ainda assim encontrou dificuldades para superar a marcação do rival.

O ataque do São Paulo, segundo melhor do Campeonato Paulista, só teve sucesso pleno aos 29min, após nova jogada de Jadilson pela ala-esquerda. Hugo concluiu para o fundo das redes e, além de acalmar os ânimos de seu time no confronto, fez o São Paulo chegar ao gol de número 42 na competição. Depois disso, o São Caetano tentou pressionar o adversário, mas não fez o suficiente para mudar o placar até o fim do primeiro tempo.

Mas se o ataque do clube do ABC não estava em seus dias mais inspirados, o time de Dorival Júnior pôde contar com o gol contra de Richarlyson aos 10min da etapa final para empatar o confronto. "Eu achei que faltou um pouco de conscientização na marcação. No gol, eu me atrapalhei com o Aloísio e fui infeliz", lamentou o volante tricolor.

Com a nova igualdade no placar, o São Paulo voltou a pressionar o São Caetano com grande intensidade e conseguiu criar boas chances na frente. Contudo, desperdiçou todas. Nos momentos finais, a torcida ainda mostrou descontentamento com o time e chamou Muricy Ramalho de burro. O treinador não realizou nenhuma mudança no time durante a partida.

"Esse empate foi bom para nós, até pelas circunstâncias do jogo. Agora, vamos com tudo para o Morumbi, porque estamos vivos", comemorou o meia Canindé após o apito final.

Ambas as equipes voltam a campo no próximo sábado, às 18h10, no Morumbi, para decidir a vaga na final. Antes disso, porém, o São Paulo tem compromisso contra o Alianza Lima, no Peru, em partida que pode definir o futuro do tricolor paulista na Copa Libertadores.

SÃO CAETANO
Luiz; Paulo Sérgio, Maurício, Thiago e Triguinho; Luís Alberto, Glaydson (Galiardo), Canindé e Douglas (Marabá); Luiz Henrique (Marcelinho) e Somália
Técnico: Dorival Júnior

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Ilsinho, Alex Silva, Miranda e Jadílson; Josué, Richarlyson, Souza e Hugo; Leandro e Aloísio
Técnico: Muricy Ramalho

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Paulo César de Oliveira
Auxiliares: Vicente Romano Neto e Giovani César Canzian
Renda: R$311.350,00
Público: 15.993 pagantes
Cartões amarelos: Triguinho (SC), Canindé (SC), Marabá (SC),
Gols: Hugo, aos 29min do primeiro tempo, Richarlyson (contra), aos 10min do segundo tempo

Leia mais
Veja também


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias