! Santos empata com Caracas e mantém jejum em mata-matas - 02/05/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL EsporteUOL Esporte
UOL BUSCA


  02/05/2007 - 19h12
Santos empata com Caracas e mantém jejum em mata-matas

Da Redação*
Em São Paulo

O Santos manteve a seqüência sem vitórias nos últimos jogos de mata-mata. Nesta quarta-feira, a equipe da Vila Belmiro ficou no empate por 2 a 2 com o Caracas, na Venezuela, pelas oitavas-de-final da Copa Libertadores, e chegou a quatro partidas consecutivas sem triunfos em partidas eliminatórias.

Reuters
Meia Zé Roberto comemora o primeiro gol no empate do clube santista na Venezuela
Reuters
Vielma (d), do Caracas, afirma não ter feito falta em Dionísio, que atuou pela lateral
Reuters
Kléber comemora um lindo tento contra
o Caracas, pelas oitavas da Libertadores
VEJA AS IMAGENS DA PARTIDA
DUPLA DEVE SER OPERADA
LUXEMBURGO CELEBRA EMPATE
O empate fora de casa, apesar de não ser um mau resultado, impediu que o time alvinegro recuperasse seu bom momento após os desempenhos ruins nas últimas partidas.

Antes do confronto desta quarta-feira, o Santos já havia tropeçado nas semifinais do Estadual contra o Bragantino, quando classificou-se somente com dois empates sem gols, e na derrota do último fim de semana por 2 a 0 para o São Caetano, no Morumbi, pela primeira partida da final do torneio.

Além da manutenção do jejum, o técnico Vanderlei Luxemburo teve um motivo a mais para se preocupar: as lesões. Denis e Antônio Carlos saíram contundidos, ainda no primeiro tempo. O lateral sentiu uma pancada no menisco esquerdo, enquanto o zagueiro o ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo. Ambos devem ficar um bom tempo longe dos gramados e estão fora das próximas partidas.

O panorama encontrado nas partidas decisivas do Paulista, no entanto, não foi o mesmo deste confronto com o Caracas. Nesta oportunidade, em vez de atuar no ataque contra defesas bem postadas, como contra Bragantino e São Caetano, foi a equipe do litoral que procurou se fechar mais na zaga para evitar surpresas.

Com isso, Luxemburgo escalou seu time no esquema 3-6-1, com Antônio Carlos, Adaílton e Marcelo na defesa e Marcos Aurélio sozinho no ataque. A mudança - o time não jogava assim desde o último jogo da primeira fase do Paulista, contra o Juventus - deu resultado até certo ponto.

Como atuavam em casa, os venezuelanos entraram em campo buscando o ataque, e deixaram espaços em sua defesa. Assim, com liberdade, o meio-campo santista teve condições para trabalhar e conseguiu levar mais perigo à meta adversária, chegando ao gol com Zé Roberto, aos 16min do primeiro tempo.

A partir daí, porém, o Caracas cresceu no jogo e começou a assustar o goleiro Fábio Costa, que fez boas intervenções para impedir o empate. Mas Velásquez, em cobrança de falta, conseguiu fazer o primeiro dos donos da casa aos 9min da segunda etapa.

PRINCIPAIS LANCES
PRIMEIRO TEMPO
2min - Cléber Santana domina a bola na ala esquerda, corta o zagueiro e chuta forte para o gol. A bola bate no travessão e sai pela linha de fundo.
10min - Marcos Aurélio invade a área pela esquerda e fica na frente do goleiro Toyo. No entanto, chuta de bico para fora, à esquerda da meta rival.
16min - GOOOLLL DO SANTOS!!! Zé Roberto domina na área, pela direita, após falha do zagueiro, e chuta cruzado de primeira para abrir o placar.
SEGUNDO TEMPO
7min - Rey acerta forte chute em cobrança de falta da entrada da área, mas Fábio Costa faz grande defesa no canto esquerdo para evitar o gol.
9min - GOOOLLL DO CARACAS!!!! Velásquez cobra falta da entrada da área por baixo da barreira e empata a partida com o chute no canto esquerdo.
19min - GOOOOLLL DO SANTOS!!!!! Kléber domina a bola no peito, na entrada da área, e acerta lindo chute no ângulo esquerdo para marcar um lindo gol.
41min - GOOOOLLL DO CARACAS!!!! Vielma chuta forte de dentro da área. A bola é desviada e entra no canto direito da meta santista.
Com a igualdade, o Santos partiu novamente para o ataque, e, mais uma vez, o espaço deixado pelos venezuelanos fez a diferença. Sem marcação, Kléber recolocou os santistas à frente com um belo chute de fora da área, e a qualidade individual de um jogador alvinegro fez a diferença, coisa que não havia acontecido nos jogos eliminatórios do Paulista.

Os rivais, porém, voltaram ao ataque com o apoio da torcida, e passaram a pressionar os santistas no fim da partida. O ímpeto ofensivo acabou resultando no gol de Vielma, aos 41min da segunda etapa.

Com o empate, o Santos viu cair por terra os 100% de aproveitamento nesta edição da Copa Libertadores. Depois de duas partidas na fase preliminar do torneio e seis na etapa de grupos apenas com vitórias, a equipe da Baixada Santista fez seu primeiro jogo sem somar três pontos.

Além disso, o treinador não poderá contar com Dionísio no jogo de volta. O volante, inscrito de última hora na segunda fase para substituir o lateral Pedro, entrou na partida ainda no primeiro tempo e foi expulso no começo do segundo, em lance que resultou no primeiro gol do Caracas.

Agora, o time alvinegro obterá vaga nas quartas-de-final com empates por 0 a 0 e 1 a 1 ou vitória por qualquer placar. Uma nova igualdade por dois gols levará a decisão para os pênaltis.

Antes disso, porém, a equipe alvinegra fará a partida decisiva do Campeonato Paulista contra o São Caetano no próximo domingo, no Morumbi, precisando vencer por dois gols de diferença para conquistar o bicampeonato estadual.

CARACAS
Toyo; Vielma, Rouga, Rey e Perez; Vera, Rojas (Caraballo), González e Olivares; Velásquez e Escobar (Carpintero)
Técnico: Noel Sanvicente

SANTOS
Fábio Costa; Adaílton, Antônio Carlos (Ávalos) e Marcelo; Denis (Dionísio), Maldonado, Rodrigo Souto, Cléber Santana, Zé Roberto e Kléber; Marcos Aurélio (Rodrigo Tabata)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Local: Estádio Olímpico, em Caracas (Venezuela)
Árbitro: Maurício Reinoso (EQU)
Auxiliares: Alfredo Intriago e Carlos Herrera (EQU)
Cartões amarelos: Rojas (C), Dionísio e Marcelo(S)
Cartão Vermelho: Dionísio (S)
Gols: Zé Roberto, aos 16min do primeiro tempo; Velásquez, aos 9min, Kléber, aos 19min, e Vielma, aos 41min do segundo tempo

*Atualizada às 23h38


ÚLTIMAS NOTÍCIAS
03/09/2007
Mais Notícias