! Romário 'imita' Pelé e marca, de pênalti, o 'milésimo' na carreira - 20/05/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

20/05/2007 - 19h28

Romário 'imita' Pelé e marca, de pênalti, o 'milésimo' na carreira

Da Redação
No Rio de Janeiro
Romário, enfim, chegou ao seu "milésimo" gol na carreira. Neste domingo, em São Januário, contra o Sport, o atacante, de pênalti - assim como Pelé em 1969 - colocou fim à agonia que já durava mais de um mês.

MOMENTOS DO GOL MIL
Folha Imagem
Romário se prepara para bater o pênalti do gol mil em São Januário
Folha Imagem
O atacante corre para o gol e pega a bola do milésio gol na carreira
Folha Imagem
Jogadores do Vasco abraçam o atacante ainda nas redes do gol
Folha Imagem
Já rodeado de jornalistas no gramado, Romário beija bola do gol
CONFIRA ESPECIAL DO GOL MIL
"Eu dedico às pessoas que me ajudaram, que sempre estiveram do meu lado, como meus pais, meus filhos, todos vocês. Estou muito emocionado, é um momento ímpar. Só um tinha tido essa oportunidade e agradeço a Papai do Céu por isso", disse Romário, aos prantos, logo após marcar.

Aos dois minutos do segundo tempo, o meia Abedi cruzou na área e o zagueiro Durval cortou o lance com a mão. O árbitro Giuliano Bozzano marcou pênalti.

O centroavante, que já havia declarado que pretendia marcar de pênalti o "milésimo", pegou a bola e ajeitou na marca. A torcida, de pé, gritava o nome do ídolo. Mascando chiclete e aparentando tranqüilidade, Romário correu para a bola e deslocou o goleiro Magrão, cobrando em seu canto direito, enquanto o camisa 1 do Sport caiu para o lado esquerdo.

"Alguns falaram para eu parar, outros para eu continuar. Minha vida sempre foi assim, uns acreditando e outros não", declarou Romário.

Logo após o gol, o atacante correu para o fundo da rede e pegou a bola. Foi abraçado por todos os companheiros e em seguida cercado pelos repórteres.

Pouco tempo depois, recebeu das mãos de sua mãe, dona Lita, uma camisa comemorativa ao milésimo. O camisa 11, chorando muito, ainda foi abraçado por filhos e esposa e entregou para Romarinho, seu filho homem mais velho, a bola do "milésimo" gol.

Foi então que o presidente do clube, Eurico Miranda, entrou em campo, afastou os jornalistas e pediu para Romário dar uma volta olímpica. Ovacionado pela torcida e ainda chorando muito, o atacante correu em torno do campo de São Januário.

"É algo histórico para mim e para o futebol mundial. Eu corri muito atrás desse gol, mas achei que poderia não acontecer. Comecei a me dedicar do meu modo para atingir essa marca e hoje cheguei a ela com a Benção de Deus", comentou o craque.

Somente 16 minutos depois de ter feito o "milésimo", o jogo foi reiniciado, com Romário em campo, e os torcedores vascaínos pediram, em coro, "mais um!".

Hospedagem: UOL Host