! Santos vira contra mexicanos e enfrenta Grêmio na semifinal - 23/05/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

23/05/2007 - 23h39

Santos vira contra mexicanos e enfrenta Grêmio na semifinal

Da Redação
Em São Paulo
O poder de superação do Santos novamente foi fundamental para o time sair de um resultado adverso e conquistar uma vitória decisiva. Nesta quarta-feira, sob forte chuva que assolou a Vila Belmiro, a equipe da Baixada venceu o América-MEX por 2 a 1, de virada, com gols de Jonas e Rodrigo Souto. Como havia empatado o jogo de ida, no México, por 0 a 0, o time assegurou a classificação para enfrentar o Grêmio na semifinal da Copa Libertadores.

PRINCIPAIS LANCES
Ricardo Nogueira/FI
Rodrigo Souto faz gol da virada de cabeça
PRIMEIRO TEMPO
25min - Kléber faz bela jogada pela esquerda com Zé Roberto e cruza na cabeça de Marcos Aurélio, que finaliza sobre a meta de Navarrete, na melhor chance do time da casa.
31min - O Santos quase abre o placar. Alessandro cruza, Navarrete falha e a bola sobra para Marcos Aurélio chutar na trave. Na sobra o atacante toca para Kléber, que conclui para fora.
32min - GOOOLLL DO AMÉRICA!!! Bilos recebe passe de Cuevas e chuta forte, rasteiro, no canto direito de Fábio Costa, que não consegue defender.
34min - Santos pressiona. A bola é levantada na área do América e, após confusão, sobra para Rodrigo Souto bater em cima da defesa mexicana.
SEGUNDO TEMPO
1min - Kléber dá belo passe a Jonas que, de letra, deixa Zé Roberto livre. O meia bate cruzado e a bola passa à esquerda da meta de Navarrete. O Santos quase empata.
20min - GOOOLLLL DO SANTOS!!! Cléber Santana chuta de fora da área. Jonas consegue dominar e, de frente para o gol, completa para a rede, empatando o duelo.
26min - GOOOLLL DO SANTOS!!! Kléber bate falta da esquerda na cabeça do volante Rodrigo Souto, que completa para a rede. O Santos vira e vai obtendo vaga na semifinal para enfrentar o Grêmio.
42min - Cuevas recebe livre na ponta esquerda e chuta cruzado, rasteiro. Fábio Costa faz belíssima defesa e, na sobra, Marquez quase marca.
VEJA AS IMAGENS DA RODADA
JUCA: SOFRIDO, MAS JUSTÍSSIMO
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO SANTOS
"Começamos muito bem, criamos oportunidades, mas sofremos o gol. Foi determinante a força que o treinador passou pra nós. Essa adversidade já tinha aparecido contra o Caracas. Quem quer disputar a final desse torneio tem de mostrar competência para brigar pelo titulo", comemorou o meia Zé Roberto.

Como citou o jogador, essa não foi a primeira vez na temporada que o Santos precisou se esforçar para virar um resultado. Pela segunda oportunidade consecutiva na competição, o time virou seu jogo na Vila Belmiro para avançar à fase seguinte. Nas oitavas-de-final, a equipe de Vanderlei Luxemburgo saiu perdendo para o Caracas-VEN por 2 a 0 e conseguiu inverter a situação ao vencer o confronto por 3 a 2.

Com o resultado desta noite, o Santos também conseguiu manter sua invencibilidade na atual edição da Libertadores. No total, foram dez vitórias e dois empates até aqui. Além disso, o time confirmou a hegemonia de brasileiros contra mexicanos no torneio. Nas sete disputas mata-matas realizadas entre representantes dos dois países na história da competição, os brasileiros avançaram em todas. Uma delas foi em 2003, quando o próprio clube praiano passou pelo Cruz Azul, também nas quartas-de-final.

Na partida desta quarta, o técnico Vanderlei Luxemburgo pôde contar com todos os seus titulares. Já o treinador Luis Fernando Tena levou ao Brasil apenas 14 jogadores e escalou uma equipe reserva. Isso porque seu time iniciará a decisão do Campeonato Mexicano nesta sexta-feira, contra o Pachuca, e o campeonato é tratado como prioridade pelo clube.

O jogo começou com o Santos imprimindo forte ritmo no ataque. No entanto, o time encontrou dificuldades para se aproximar da meta adversária graças à forte marcação do América. Aos 32min, após erro de passe de Jonas, os brasileiros cederam contra-ataque para a equipe rival, que não desperdiçou e saiu na frente com gol de Bilos. Depois disso, os visitantes seguraram a pressão e garantiram a vitória parcial até o intervalo.

No início da etapa final, o América recuou, o que dificultou bastante a armação dos anfitriões. Mas aos 20min, Jonas se redimiu e mostrou oportunismo dentro da área para empatar o jogo.

Após o gol, o Santos continuou pressionando e conseguiu marcar o segundo com Rodrigo Souto, seis minutos depois, em lance bastante comemorado pela torcida e por Pelé, que assistia à partida das tribunas. No fim, a equipe da Baixada foi pressionada, mas ainda assim teve bom desempenho na defesa para avançar na Libertadores.

Com a classificação, o time praiano irá reviver disputa que travou com o Grêmio no Campeonato Brasileiro de 2002. Na ocasião, o clube paulista venceu o jogo de ida, em casa, por 3 a 0, perdeu a partida de volta por 1 a 0, e se classificou para a final do Nacional.

Agora, o Santos volta as atenções para a disputa do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, a equipe alvinegra vai atrás dos seus primeiros pontos na competição nacional contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada, em Curitiba.

SANTOS
Fábio Costa; Alessandro (Pedrinho), Adaílton, Ávalos e Kléber; Rodrigo Souto, Maldonado, Cléber Santana (Marcelo) e Zé Roberto; Jonas (Dionísio) e Marcos Aurélio
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

AMÉRICA-MEX
Navarrete; Cervantes, Baloy e Iñigo (Márquez); Rojas, Torres, Peña, Mosqueda (Pérez) e Infante; Bilos e Cuevas
Técnico: Luis Fernando Tena

Local: estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Oscar Ruiz (COL)
Auxiliares: Abraham Gonzalez e Juan Carlos Bedoya (ambos da COL)
Cartões amarelos: Infante (A) e Zé Roberto (S)
Gols: Bilos, aos 32min do primeiro tempo; Jonas, aos 20min e Rodrigo Souto, aos 26min do segundo tempo

Hospedagem: UOL Host