! Inter vence o Santos no gramado alagado do Beira-Rio - 10/06/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

10/06/2007 - 20h25

Inter vence o Santos no gramado alagado do Beira-Rio

Da Redação
Em Porto Alegre
A partida entre Internacional e Santos chegou a estar ameaçada de não se realizada, devido às fortes chuvas que caíram sobre Porto Alegre durante todo o final de semana. Mas, com um pequeno atraso, o confronto válido pela quinta rodada da competição foi realizado neste domingo e acabou com uma vitória do Inter por 1 a 0.

FOTOS DA VITÓRIA DO INTER
Vipcomm/Divulgação
Pato briga contra a marcação do Santos na partida deste domingo em Porto Alegre
Vipcomm/Divulgação
Pinga tem dificuldade para fazer a bola rolar no alagado gramado do Beira-Rio
IMAGENS DA RODADA
A condição ruim do gramado, totalmente alagado, determinou que o jogo se desenvolvesse sem qualidade técnica de lado algum, e diante do pior público presente ao Beira-Rio nos jogos oficiais do ano, até porque as vias que davam acesso ao estádio estavam cheias d'água e algumas delas não permitindo que os veículos se locomovessem.

Com a vitória o Inter chegou aos seis pontos ganhos e saiu da zona de rebaixamento da tabela da competição. O Santos, estacionado com quatro, ficou numa posição ruim, tendo ingressado nessa faixa que leva à Série B.

No próximo final de semana o Inter vai ao Rio de Janeiro, encarar o Flamengo; enquanto o Santos, obrigado a uma reação, volta a jogar no Rio Grande do Sul, contra o Juventude, em Caxias do Sul.

O jogo

Logo no primeiro minuto de jogo, numa tentativa de ataque do Santos, o bandeira Ediney Marcarenhas escorregou e caiu ao solo ao tentar acompanhar a jogada. Uma mostra de que o campo de jogo representava perigo constante à integridade dos atletas.

E aos 18min o Inter já perdeu um de seus jogadores, o atacante Iarley, mas isso ocorreu devido a um tapa que recebeu no rosto, involuntário, por Adaílton, o que deixou sua visão deficiente. Foi substituído por Wellington, em nada mudando o desenvolvimento do confronto, pois a bola não rolava e os dois times se limitavam a dar chutões para a frente.

Chutes em lances de bola parada eram quase a única opção, e aos 37min Cleber Santana teve essa chance, para o Santos, mas a bola em falta frontal à meta adversária saiu à direita, próxima ao poste de Clemer.

O Inter acabou achando o 1 a 0 aos 41. O meia Pinga levantou a bola, que caiu nos pés de Alexandre Pato. Mesmo com as dificuldades impostas pelas condições do gramado ele dominou e conseguiu acertar o canto esquerdo de Roger e, na comemoração, jogou-se numa lagoa que havia se formado atrás da meta. Como um pato.

"Não tem outro jeito, o jogo vai ter de ser decidido dessa maneira", avaliou o técnico do Inter, Alexandre Gallo, no intervalo. Pelo lado santista, o lateral Kleber admitiu que "não está dando para carregar a bola, mas vamos tentar ir mais à frente para buscar o empate".

Os dois times voltaram com as mesmas formações que haviam acabado a etapa inicial, mas como Santos, vento agora a seu favor, mais ambicioso. Mas seguia sem conseguir criar uma chance clara de gols e via sua possibilidade de igualar o placar ir diminuindo com o passar do tempo.

A partir dos 10min a chuva finalmente deixou de castigar Beira-Rio e aos 14 Cléber Santana acertou a meta de Clemer, numa falta de longa distância, obrigando o goleiro colorado a uma difícil defesa em dois lances. E aos 19 Moraes, que substituíra Adriano, desperdiçou a melhor das oportunidades, chutando de dentro da grande área, após confusão frente à meta, mas Clemer foi ainda mais decisivo, mandando à escanteio.

Nos últimos 15min da partida o Santos adotou a estratégia de levantar bolas para a área a todo instante, mas o Inter se retrancou, os zagueiros foram eficientes, aliviando de cabeça e contando com saídas corretas do goleiro e a vitória pelo placar mínimo foi assegurada.

Inter
Clemer; Ceará, Índio, Sidnei e Rubens Cardoso (Mineiro); Edinho, Wellington Monteiro, Pinga e Alex (Maycon); Iarley (Wellington) e Alexandre Pato
Técnico: Alexandre Gallo

Santos
Roger; Alessandro, Domingos, Adaílton e Kleber; Rodrigo Souto, Adriano (Moraes), Cléber Santana e Rodrigo Tabata; Renatinho (Jonas) e Marcos Aurélio (Marcelo)
Técnico: Wanderley Luxemburgo

Data: 10/6/2007 (domingo)
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre
Árbitro: Luís Antônio Silva Santos (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés e Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ)
Cartões amarelos: Alexandre Pato (Inter); Adriano e Rodrigo Souto (Santos)
Gols: Alexandre Pato (aos 41min do 1º tempo)

Hospedagem: UOL Host