! Santos vence Juventude em Caxias e supera mau momento - 17/06/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

17/06/2007 - 20h07

Santos vence Juventude em Caxias e supera mau momento

Da Redação
Em São Paulo
O Santos deu o primeiro passo para superar o seu mau momento na temporada. Em meio à turbulência posterior à eliminação da Copa Libertadores, o time da Vila Belmiro visitou, neste domingo, o Juventude em Caxias do Sul, venceu por 2 a 0 e conseguiu se livrar da zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

PRINCIPAIS LANCES
PRIMEIRO TEMPO
1min - GOOOLLL DO SANTOS!!!! Depois de cobrança de falta de Pedrinho da esquerda, a zaga afasta mal e Cléber Santana bate da entrada da área no canto direito de Michel Alves.
6min - Depois de cruzamento da esquerda, a defesa do Santos bate cabeça, a bola desvia em Cléber Santana e Fábio Costa salva o lance em cima da linha.
25min - Renatinho faz jogada individual pelo meio, bate com a perna direita em cima da zaga e a bola sobra para Marcos Aurélio, que bate forte mas Michel Laves faz a defesa no canto direito.
31min - GOOOOLLL DO SANTOS!!! Alessandro faz jogada individual pela direita e cruza na área do Juventude. Sozinho, Marcos Aurélio acerta um voleio com a perna direita e faz o segundo.
SEGUNDO TEMPO
8min - Beto cobra falta na área do Santos. Cedrola desvia de cabeça, mas Fábio Costa se estica e consegue evitar o primeiro gol do Juventude.
28min - Depois de cruzamento da direita, a defesa do Santos desvia mal e Fábio Costa consegue espalmar. Sozinho e sem goleiro, Michel bate de esquerda, mas a bola passa por cima do travessão.
PÁGINA ESPECIAL DO SANTOS
LEIA MAIS SOBRE O JUVENTUDE
TABELA DO CAMPEONATO
Com o resultado, o Santos chegou aos sete pontos e pulou para a 14ª posição na tabela da Serie A, beneficiado pelos maus resultados de Grêmio, Náutico, Flamengo, Sport e América-RN na rodada. Já para o Juventude, o revés significou a permanência na casa dos seis pontos, na 15ª colocação, fora da área do perigo apenas pelos critérios de desempate (saldo de gols).

Para o Santos, mais importante que a vitória em si foi recuperar a auto-estima perdida nos últimos tempos. Desde a vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-PR fora de casa, há três rodadas, o time alvinegro não conseguia ter bons resultados.

Logo depois do confronto diante dos paranaense veio o primeiro jogo da semifinal da Copa Libertadores, que terminou 2 a 0 para o Grêmio, em Porto Alegre. Na seqüência veio o empate por 1 a 1 com o Corinthians na Vila Belmiro e a vitória em casa por 3 a 1 sobre o time gaúcho, que marcou a eliminação do Santos do torneio continental.

Depois disso, além de perder para o Internacional no Beira-Rio por 1 a 0, o time alvinegro ainda viu Zé Roberto, seu principal astro, anunciar sua transferência para o futebol europeu e a torcida viver a expectativa de um possível desmanche.

Para o confronto em Caxias, os problemas não eram poucos. Maldonado, lesionado, Kléber, servindo a seleção brasileira, e até Vanderlei Luxemburgo (que chegou a indicar alterações para o seu auxiliar Serginho Chulapa pelo telefone), recuperando-se de cirurgia no apêndice, desfalcaram o Santos. O triunfo sobre o Juventude, então, pode significar uma reviravolta na temporada alvinegra.

Um dos motivos para acreditar nisso é a quebra de um tabu recente contra gaúchos. A última vitória do Santos no Rio Grande do Sul havia sido no Brasileiro de 2005, quando a equipe alvinegra venceu o Internacional por 1 a 0. De lá para cá, haviam sido cinco jogos, com quatro derrotas e apenas um empate.

E conseguir o feito não foi tão complicado assim. O passo inicial para o triunfo foi dado logo no primeiro minuto de jogo. Cléber Santana, em um chute de fora da área, abriu o placar e quebrou um jejum pessoal de mais de dois meses sem marcar gols (a última vez havia sido no dia 8 de abril, contra o Noroeste, ainda pela primeira fase do Campeonato Paulista).

O gol pegou o Juventude de surpresa, e a equipe da casa tentou partir para o ataque com tudo na tentativa igualar o marcador. Em um contra-ataque, porém, os visitantes fizeram o segundo com um belo voleio do atacante Marcos Aurélio.

Daí em diante, uma virada parecia algo distante para a equipe alviverde, e o Santos conseguiu dominar as ações no seu campo de defesa, mesmo quando o time gaúcho ameaçava fazer uma pressão. O resultado, então, acabou ficando 2 a 0 para os paulistas.

Na próxima rodada, o Santos fará o clássico contra o São Paulo, na Vila Belmiro, tentando consolidar sua reação no Campeonato Brasileiro com a primeira vitória em casa. Já o Juventude receberá o Figueirense buscando se manter longe da zona do rebaixamento.

JUVENTUDE
Michel Alves, Ricardo, Leonardo Silva, Cedrola e Márcio Azevedo (Wescley); Marcão, Lauro, Beto e Bruno (Éber); Michel e Alex Alves (Cláudio)
Técnico: Flávio Campos

SANTOS
Fábio Costa; Alessandro, Adaílton, Domingos e Carlinhos; Rodrigo Souto, Adriano, Cléber Santana e Pedrinho (Rodrigo Tabata); Renatinho (Moraes) e Marcos Aurélio (Marcelo).
Técnicos: Nei e Serginho Chulapa

Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Árbitro: Willian Marcelo Souza Nery (RJ)
Auxiliares: Hilton José Moutinho e Jorge Luiz Campos Roxo (ambos do RJ)
Cartões amarelos: Alessandro (S), Lauro (J), Adriano (S) e Cláudio (J)
Gols: Cléber Santana, a 1min, e Marcos Aurélio, aos 31min do primeiro tempo

Hospedagem: UOL Host