! Flu não deixa São Paulo jogar e vence por 1 a 0 no Morumbi - 18/07/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

18/07/2007 - 23h44

Flu não deixa São Paulo jogar e vence por 1 a 0 no Morumbi

Da Redação
Em São Paulo
O Fluminense fez exatamente o que o técnico Renato Gaúcho quis quando escalou sua equipe no esquema 3-6-1. Não deixou o São Paulo jogar e ainda aproveitou um lance isolado para, de pênalti, derrotar a equipe são-paulina por 1 a 0 na noite desta quarta-feira, no Morumbi, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro.

PRINCIPAIS LANCES DA PARTIDA
Folha
Rogério Ceni cai para um lado, e Somália bate no outro pênalti do Flu
PRIMEIRO TEMPO
7min - Após levantamento de Thiago Neves em cobrança de falta, a bola sobra para Arouca, que chuta perto do travessão da meta de Rogério Ceni.
23min - Diego Tardelli recebe na intermediária e arrisca. Fernando Henrique cai em seu canto direito e faz belíssima defesa, evitando o gol.
34min - Thiago Neves cobra falta da intermediária. Rogério Ceni se estica e faz boa defesa, impedindo o gol.
42min - Dagoberto dá belo passe a Diego Tardelli nas costas da defesa. O atacante ajeita, limpa a jogada e chuta fraco, para defesa sem dificuldade de Fernando Henrique.
SEGUNDO TEMPO
8min - GOOOLLL DO FLUMINENSE! Thiago Neves limpa a jogada e é derrubado por Breno na área. Na cobrança do pênalti, Somália desloca Rogério Ceni e abre o marcador para os visitantes no Morumbi.
13min - Em jogada rápida de contra-ataque, Thiago Neves dá belo passe a Somália nas costas da defesa do São Paulo e chuta rasteiro, para belíssima defesa de Rogério Ceni.
19min - Rogério bate muito bem falta, que vai no travessão da meta de Fernando Henrique. Na sobra, Leandro desperdiça a chance.
TABELA COMPLETA DO BRASILEIRO
VEJA O ÁLBUM DE FOTOS DA RODADA
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO SÃO PAULO
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO FLUMINENSE
Pior ataque da competição com nove gols, ao lado do América-RN, o time paulista encontrou muitas dificuldades para criar boas oportunidades. Com isso, saiu de campo sem marcar pela sexta vez em 12 jogos na competição.

"A culpa pelo resultado é mais do nosso time. O Fluminense fez o que deveria, porque sabe que se viesse aberto para atuar aqui, teria muita dificuldade para segurar o nosso time. Por mais que um adversário atue fechado, a gente precisa saber sair da marcação, se tentar tudo na base da vontade, fica difícil vencer", lamentou o técnico Muricy Ramalho.

O resultado negativo - primeiro após seis partidas sem perder - fez com que o São Paulo caísse para o quarto lugar (19 pontos) e mais uma vez perdesse a oportunidade de encostar no líder Botafogo (24 pontos). Por outro lado, o time completou três jogos sem triunfos, e todos eles no Morumbi.

Do lado carioca, o gol de Somália interrompeu a seqüência de três partidas sem vitórias e ainda quebrou uma escrita de 23 anos. Este era o tempo que o Fluminense não derrotava o time são-paulino no Morumbi.

"Há 23 anos o Flu não vencia aqui, o São Paulo é um forte candidato para conquistar este campeonato, tem um grande treinador e não é fácil de ser vencido aqui, mas hoje tenho que dar parabéns para os meus jogadores", afirmou o técnico Renato Gaúcho.

Os visitantes ocupam agora o 11° lugar, com 17 pontos. A pontuação é a mesma do sexto colocado, o Sport, que, no entanto, tem uma partida a mais na competição.

No primeiro tempo, o São Paulo teve muito mais posse de bola, mas contra um time cheio de jogadores na defesa não conseguiu encontrar espaço. Prova disso é que só ameaçou em alguns chutes de longa distância.

Comandado pelo camisa 10 Thiago Neves, o Fluminense voltou melhor para o segundo tempo. Grande destaque da equipe, o jogador sofreu o pênalti que resultou no gol de Somália e ainda criou outras boas oportunidades. Mesmo atrás do placar, o São Paulo pouco ameaçou a meta de Fernando Henrique.

Na próxima rodada, as duas equipes atuarão longe de suas torcidas, no próximo domingo, às 16h. O São Paulo irá até Belo Horizonte, onde enfrentará o Cruzeiro. Apesar de ter o mando de campo, o Fluminense irá encarar o Goiás em Cariacica, no Espírito Santo, por não poder usar o Maracanã devido aos Jogos Pan-Americanos.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; André Dias, Breno (Hugo) e Miranda; Ilsinho, Josué, Hernanes (Leandro), Souza e Júnior; Diego Tardelli e Dagoberto (Lenilson)
Técnico: Muricy Ramalho

FLUMINENSE
Fernando Henrique; Luiz Alberto, Thiago Silva e Roger; Carlinhos, Fabinho, Romeu, Arouca (David), Thiago Neves (Soares) e Junior César; Somália (Jean)
Técnico: Renato Gaúcho

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Clever Assunção Gonçalves (MG)
Auxiliares: Guilherme Dias Camilo e Marcio Eustaquio Santiago (MG)
Cartões Amarelos: Hernanes (S), Roger (F), Breno (S), Josué (S) e Romeu (F)
Gols: Somália, aos 8min do segundo tempo

Hospedagem: UOL Host