! Goiás vence, breca ascensão santista e retorna ao G-4 - 25/07/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

25/07/2007 - 21h27

Goiás vence, breca ascensão santista e retorna ao G-4

Da Redação
Em São Paulo
O Goiás conseguiu, na noite desta quarta-feira, frear a ascensão do Santos no Campeonato Brasileiro. No Serra Dourada, a equipe esmeraldina venceu o time da Vila Belmiro por 1 a 0 e retornou à zona de classificação para a Copa Libertadores.

O time paulista, que desperdiçou um pênalti com Marcos Aurélio no início do segundo tempo, vinha de quatro partidas sem derrota, com triunfos sobre sobre Cruzeiro, Botafogo e Figueirense, em casa, e empate com o Palmeiras, no Parque Antarctica. Esses resultados tiraram o time das últimas colocações e o alçaram à briga pelos primeiros lugares. Entretanto, com o revés desta quarta, o Santos ficou na 12ª colocação, com 18 pontos.

PRINCIPAIS LANCES DA PARTIDA
Sergio Dutti/Agência Estado/AE
Santos perdeu muitos gols, inclusive um pênalti com Marcos Aurélio (esq)
PRIMEIRO TEMPO
21min - Primeira oportunidade clara de gol. Welliton recebe lançamento em velocidade pela esquerda, avança com liberdade e chuta com o pé esquerdo, próximo à meta de Fábio Costa.
24min - Santos tem sua primeira chance: Dionísio recebe na intermediária e arrisca. A bola passa à direita da meta do goleiro Harley.
31min - Boa oportunidade de gol para o Santos. O lateral Kléber lança o atacante Kléber Pereira, que domina no peito, aplica belo drible em um defensor, e finaliza de pé esquerdo, por cima do travessão.
SEGUNDO TEMPO
3min - Em cobrança de pênalti sofrido por ele mesmo, Marcos Aurélio chuta rasteiro, sem força, à esquerda do gol defendido por Harley, e desperdiça a melhor chance da partida até então.
15min - Após cruzamento efetuado por Paulo Baier, pela direita, Welliton aparece livre dentro da área e cabeceia firme. Bem posicionado, Fábio Costa espalma a bola para a lateral.
24min - GOOOLLL DO GOIÁS!!! Welliton aproveita passe de Paulo Baier, domina a bola com liberdade e chuta de pé direito, no canto esquerdo de Fábio Costa, marcando pela sexta vez na competição.
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO GOIÁS
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO SANTOS
O Goiás, por sua vez, não vivia boa fase no Nacional antes do confronto diante dos alvinegros. Nas três rodadas anteriores, o clube não havia vencido - empate com Grêmio e derrotas para Cruzeiro e Fluminense. Com o triunfo em casa, além da recuperação, o time chegou aos 23 pontos, agora na terceira posição da tabela.

O placar ainda serviu para a equipe do Serra Dourada quebrar um tabu diante do Santos. Desde novembro de 2003 o clube alviverde não vencia o adversário. No período foram disputados seis jogos entre os dois, com três vitórias santistas e três empates.

O Goiás começou a partida mais ofensivo e tentou pressionar os visitantes. No entanto, o time teve dificuldades para furar o bloqueio defensivo santista e em todo primeiro tempo criou apenas uma boa chance, em jogada de velocidade do atacante Welliton.

Já o Santos procurou explorar os contra-ataques na etapa inicial e, apesar de ficar menos com a bola nos pés, teve as duas melhores oportunidades: primeiro em um arremate de longe de Dionísio, e depois em uma bela jogada individual do atacante Kléber Pereira.

No segundo tempo o Santos voltou melhor e teve grande chance de abrir o marcador logo aos 3min. Marcos Aurélio cobrou pênalti sofrido por ele mesmo para fora, à esquerda da meta de Harley.

O lance animou os jogadores esmeraldinos, que se lançaram ao ataque e iniciaram a pressão sobre o adversário. A ofensividade dos anfitriões foi recompensada aos 24min, quando Welliton aproveitou passe de Paulo Baier e completou para a rede. Esta pode ter sido a última partida do avante com a camisa do clube goiano, já que ele deve acertar ainda nesta semana sua transferência para o futebol russo.

"Foi uma bela partida, mas só vou saber mesmo se foi a despedida amanhã [quinta-feira]. Só tenho a agradecer à minha família e à diretoria do Goiás. Estava trabalhando forte para isso e venho conseguindo meus objetivos", declarou o autor do gol.

"Nós conseguimos jogar bem de novo. O Goiás deu espaços para nós criarmos as oportunidades, mas desperdiçamos as chances que tivemos e ficamos com a derrota", afirmou o meia santista Rodrigo Tabata, que passou pelo clube do Serra Dourada em 2005.

Ambas as equipes voltarão a campo pelo Nacional no próximo sábado, às 18h10. O Santos retornará à Vila Belmiro para encarar o Náutico. Já o Goiás viajará ao Rio de Janeiro para enfrentar o Vasco, em São Januário.

GOIÁS
Harley, Leonardo, Paulo Henrique e Amaral; Fábio Bahia, Cléber Gaúcho (Vítor), Paulo Baier, Élson e Diego (Felipe); Welliton e Fabrício Carvalho (Fernando Miguel)
Técnico: Paulo Bonamigo

SANTOS
Fábio Costa; Dionísio (Vítor Júnior), Domingos, Adaílton e Kléber; Rodrigo Souto, Adriano, Tabata (Carlinhos) e Pedrinho (Renatinho); Marcos Aurélio e Kléber Pereira
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Data: 25 de julho (quarta-feira)
Local: estádio Serra Dourada, em Goiânia/GO
Árbitro: Carlos Eugênio Simon/RS
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés e Wagner de Almeida Santos/RJ
Cartões amarelos: Adriano (S), Paulo Henrique (G), Marcos Aurélio (S), Carlinhos (S) e Leonardo (G)
Gol: Welliton (G), aos 24min do segundo tempo

Hospedagem: UOL Host