! Santos conquista 'trinca' e deixa Paraná perto da zona de risco - 09/08/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

09/08/2007 - 22h27

Santos conquista 'trinca' e deixa Paraná perto da zona de risco

Da Redação
Em São Paulo
Depois de bater o Atlético-MG e o Flamengo, o Santos conquistou sua terceira vitória consecutiva e encostou no G-4 do Campeonato Brasileiro. Desta vez, a "vítima" foi o Paraná, que com a derrota por 2 a 0 nesta quinta-feira à noite, na Vila Belmiro, manteve sua derrocada e já começa a se preocupar com o rebaixamento.

PRINCIPAIS LANCES
Maurício de Souza/AE
Marcos Aurélio vibra após marcar o primeiro gol do Santos na vitória contra o Paraná
PRIMEIRO TEMPO
34min - Kléber cobra falta da intermediária e Kléber Pereira sobe mais do que a zaga paranista para desviar de cabeça. Flávio se estica e faz belíssima defesa.
37min - GOOOLLL DO SANTOS!!!!!! Serginho tenta o passe de calcanhar, mas deixa a bola com Rodrigo Souto, que toca para Baiano. O lateral vai à linha de fundo e cruza para Marcos Aurélio, livre, completar para a rede.
43min - O artilheiro Josiel deu belo passe para o ala direito Léo Mattos, que invadiu a área alvinegra e chutou à direita da meta de Fábio Costa.
SEGUNDO TEMPO
8min - Quase o Santos amplia o marcador. Kléber cobra falta da intermediária e Domingos sobe e cabeceia na trave.
15min - Luxemburgo saca Pedrinho e promove a estréia do meia sérvio Petkovic com a camisa alvinegra. O jogador é bastante aplaudido quando entra em campo.
30min - Após escanteio, Josiel sobe e cabeceia no travessão da meta santista.
31min - Kléber Pereira recebe lançamento, avança e toca na saída de Flávio. Daniel Marques salva o Paraná.
47min - GOOOLLLL DO SANTOS!!!! Kléber Pereira recebe bom lançamento, invade a área e chuta forte, sem chances para Flávio.
Com o placar, o time comandado por Vanderlei Luxemburgo atingiu os 27 pontos e tem agora apenas dois de desvantagem para o Cruzeiro, quarto colocado. A equipe alvinegra termina a 18ª rodada no sétimo lugar.

Já o Paraná conheceu seu quinto confronto seguido sem triunfo na competição nacional. A última vitória do clube curitibano foi sobre o Palmeiras, por 1 a 0, na Vila Capanema. A equipe de Gilson Kleina manteve os 23 pontos e no momento está a somente três do primeiro da "degola", na 12ª posição.

O resultado da noite desta quinta-feira ainda mantém um tabu que já dura sete jogos, número de confrontos que o Paraná não bate a equipe praiana na Baixada. Foram cinco vitórias santistas e duas igualdades.

Nesta noite, o Santos teve muitas dificuldades no primeiro tempo para furar o bloqueio defensivo adversário. Retraído, o Paraná ainda levou perigo nos minutos iniciais em lances de contra-ataque.

No entanto, uma falha individual foi fundamental para a equipe da Vila abrir o marcador, apesar da fraca atuação. Serginho tentou afastar de calcanhar e deixou a bola nos pés de Rodrigo Souto. O volante tocou para Baiano, que na partida reestreou com a camisa alvinegra, cruzar para Marcos Aurélio completar.

No segundo tempo, o Paraná saiu mais para o jogo, mas pouco conseguiu criar. Os anfitriões passaram a tocar mais a bola e tentar administrar o resultado. Aos 15min, Luxemburgo sacou Pedrinho e promoveu a estréia do meia sérvio Petkovic. A mudança não surtiu efeito, os visitantes melhoraram e começaram a pressionar. Contudo, a equipe praiana foi mais eficiente e ampliou aos 47min com belo gol de Kléber Pereira. "O placar estava perigoso, mas tive um pouco de sorte e a felicidade de poder colocar para dentro", falou o avante.

"A gente começou bem, e em uma bobeira eles [Santos] aproveitaram e fizeram o gol. E depois, tendo que sair para o jogo, tudo fica mais complicado. Criamos algumas chances, mas não para quem quer sair de uma situação difícil, como nós", afirmou o atacante paranista Josiel.

Santos e Paraná voltam a campo pelo Brasileiro neste domingo, às 18h10. A equipe do litoral paulista visita o Fluminense no Maracanã, enquanto o clube tricolor recebe o Vasco na Vila Capanema, em Curitiba.

SANTOS
Fábio Costa; Baiano, Domingos, Adaílton e Carlinhos; Dionísio (Adriano), Rodrigo Souto, Kléber e Pedrinho (Petkovic); Marcos Aurélio (Rodrigo Tabata) e Kléber Pereira.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

PARANÁ
Flávio; Daniel Marques, Nem (Everton) e Luís Henrique; Léo Mattos, Adriano (Joélson), Beto, Vandinho e Serginho (Márcio Careca); Vinícius Pacheco e Josiel
Técnico: Gilson Kleina

Local: estádio Vila Belmiro, em Santos
Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (RJ)
Auxiliares: Marcos Tadeu Peniche Nunes e Wagner de Almeida Santos (RJ)
Cartões amarelos: Kléber (S), Adriano (P), Josiel (P), Daniel Marques (P), Everton (P) e Joélson (P)
Gols: Marcos Aurélio, aos 43min do primeiro tempo; Kléber Pereira (S), aos 47min do segundo tempo

Hospedagem: UOL Host