! São Paulo empata com Goiás e mantém liderança folgada - 19/08/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

19/08/2007 - 20h08

São Paulo empata com Goiás e mantém liderança folgada

Da Redação
Em São Paulo
Após uma série de sete vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro, o São Paulo viu sua seqüência ser encerrada. Ainda assim, o time tricolor mantém a liderança da tabela com folga. No Serra Dourada, a equipe do Morumbi empatou com o Goiás por 0 a 0 neste domingo, em uma partida bastante movimentada e com chances desperdiçadas por ambos os lados.

PRINCIPAIS LANCES
 Vipcomm/Divulgação
O São Paulo contou com o retorno do atacante Aloísio, que estava machucado
PRIMEIRO TEMPO
22min - NA TRAVE!!! Fábio Bahia avança pela direita e cruza para Leonardo, que cabeceia no travessão da meta defendida por Rogério Ceni.
43min - Paulo Baier recebe na ponta esquerda e cruza rasteiro. A bola passa por toda a defesa tricolor e sobra para Felipe, que conclui para fora e desperdiça ótima chance.
46min - Após cobrança de escanteio, Aloísio escora de cabeça, Harlei faz a defesa, e a bola sobra para Miranda. O zagueiro chuta por cima da meta goiana.
SEGUNDO TEMPO
11min - Cléber Gaúcho falha ao tentar recuar a bola para Harlei. Souza aproveita e conclui, mas o goleiro salva a equipe esmeraldina mais uma vez.
12min - São Paulo quase abre o placar. Leandro domina na grande área do Goiás e ajeita para Hernanes. O volante chuta, a bola desvia na defesa e vai para fora.
34min - Após uma saída de bola errada do Goiás, Hernanes avança pela direita e cruza para Aloísio, que conclui para fora.
43min - Dagoberto passa por um adversário na ponta esquerda e cruza rasteiro para Leandro, de frente para o gol, chutar para fora e desperdiçar ótima oportunidade.
CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO
VEJA FOTOS DESTE DOMINGO
"Tivemos oportunidades para vencer, mas o importante é que estamos jogando de maneira segura e isso é muito bom. Estamos tentando manter a mesma pegada em todos os jogos para seguir na frente", comentou o atacante Dagoberto, que entrou no segundo tempo e foi o destaque tricolor.

A igualdade deixou o São Paulo com 41 pontos, disparado no primeiro lugar. O Cruzeiro vem atrás na tabela, com seis pontos a menos que o clube paulista. O Goiás, por sua vez, chegou aos 30 pontos, na oitava colocação.

Com o resultado, o São Paulo também perdeu a oportunidade de igualar um recorde que não é alcançado desde a Série A de 2003. Isso porque naquele ano, o Cruzeiro, campeão da edição, obteve oito vitórias consecutivas. Nenhum outro clube ostenta essa marca em campeonatos brasileiros de pontos corridos.

Sem as presenças de Richarlyson, suspenso, e Josué, que acertou sua saída do clube, Muricy Ramalho fez diversas modificações na equipe. Ele deslocou novamente Souza para a lateral direita e escalou Jadílson na ala esquerda. Além disso, promoveu o retorno do atacante Aloísio, recuperado de lesão. Do outro lado, Bonamigo não teve problemas e escalou Chiquinho pela primeira vez como titular.

A partida começou com os dois times tendo suas principais oportunidades nos lances de bola parada. O jogo seguiu bastante disputado no meio-campo, com muitas faltas de ambos os lados. Dessa forma, São Paulo e Goiás apostaram nos cruzamentos e em chutes de longa distância, mas não obtiveram sucesso nas finalizações.

Na etapa final, o jogo ficou mais movimentado e ambas equipes saíram para o ataque. Com isso, os dois lados tiveram oportunidades para sair na frente. No fim, o time tricolor pressionou o adversário, mas não conseguiu tirar o placar do zero.

As duas equipes voltam a campo neste meio de semana para a disputa da Copa Sul-Americana. Na quarta-feira, o Goiás enfrenta o Cruzeiro no Mineirão. Já o São Paulo recebe o Figueirense no Morumbi, no dia seguinte.

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o time do Cerrado joga contra o Flamengo, no Maracanã, no domingo. No mesmo dia, o clube tricolor tem compromisso contra o Náutico, no Morumbi.

GOIÁS
Harlei; Ernando, Leonardo e Amaral; Fábio Bahia, Cléber Gaúcho (Vítor), Paulo Baier, Élson (Harisson) e Chiquinho; Felipe (Wendell) e Cristiano
Técnico: Paulo Bonamigo

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Alex Silva, Breno e Miranda; Souza, Hernanes, Jorge Wagner, Hugo (Dagoberto) e Jadílson; Leandro e Aloísio
Técnico: Muricy Ramalho

Local: estádio Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Árbitro: Clever Assunção Gonçalves (MG)
Auxiliares: Márcio Eustáquio Santiago e José Carlos de Souza (ambos de MG)
Cartões amarelos: Souza (SP), Amaral (G), Miranda (SP)

Hospedagem: UOL Host