! 'Intruso', São Paulo pára Vasco no Rio e mantém folga na ponta - 08/09/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

08/09/2007 - 18h03

'Intruso', São Paulo pára Vasco no Rio e mantém folga na ponta

Da Redação*
No Rio de Janeiro
No confronto entre o melhor visitante e o melhor mandante deste Campeonato Brasileiro, prevaleceu a força do "intruso" São Paulo. Neste sábado, no Rio, o time paulista venceu o Vasco por 2 a 0 e derrubou uma invencibilidade de um ano da equipe carioca em São Januário. Com o resultado, os tricolores mantiveram boa folga na liderança e ainda podem tirar os cruzmaltinos da zona de classificação para a Copa Libertadores.

PRINCIPAIS LANCES
Folha Imagem
Dagoberto celebra o 1º gol da vitória do São Paulo sobre o Vasco neste sábado
PRIMEIRO TEMPO
25min - Após bate-rebate na defesa do São Paulo, a bola sobra para Amaral, que chuta forte de primeira, da entrada da área, e acerta o travessão.
30min - Em contra-ataque do Vasco, Rubens Júnior arranca pela esquerda e chuta da entrada da área, mas Rogério Ceni cai bem no seu canto esquerdo e espalma.
41min - Após cobrança de escanteio da direita, Conca cruza para a área, Júlio Santos cabeceia livre, mas a bola toca no pé da trave esquerda de Rogério Ceni.
44min - Conca arranca pelo meio, chuta da entrada da área, e a bola sai perto da trave esquerda de Rogério Ceni.
SEGUNDO TEMPO
13min - Dagoberto recebe lançamento na área, pela esquerda, e ajeita para trás. Jorge Wagner chuta forte de primeira, da entrada da área, e a bola sai perto do ângulo esquerdo do goleiro do Vasco.
16min - GOOOLLL DO SÃO PAULO!!! Dagoberto domina na direita e chuta forte da entrada da área. A bola entra próxima ao ângulo direito de Silvio Luiz.
19min - Em cobrança de falta da intermediária, Andrade chuta forte, a bola desvia no meio do caminho e engana Rogério Ceni, mas sai rente à trave esquerda do goleiro.
30min - Jorge Wagner avança pela direita, traz para o meio e chuta forte, mas Silvio Luiz segura firme.
35min - Dagoberto invade a área livre pela direita e chuta rasteiro, cruzado, mas Silvio Luiz segura firme e salva o Vasco com grande defesa.
48min - GOOOLLL DO SÃO PAULO!!! Hernanes arranca pelo meio e chuta da entrada da área. A bola desvia na defesa, engana Silvio Luiz e entra lentamente no gol do Vasco.
VEJA FOTOS DOS JOGOS
INTER VENCE O FLAMENGO
ATLÉTICO-MG PERDE EM CASA
DAGOBERTO ASSUME ARTILHARIA
SÃO PAULO: SEGUNDO TEMPO FORTE
ZAGA TRICOLOR TEM PROBLEMA
ROTH RECLAMA DA ARBITRAGEM
VASCO "ESQUECE" TÍTULO
VASCAÍNOS APONTAM INJUSTIÇA
CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRO
JUCA: LÍDER ESTAVA DE PLANTÃO
Dagoberto e Hernanes fizeram os gols da vitória tricolor no segundo tempo. Ao longo da partida, o São Paulo mostrou porque tem a melhor defesa do campeonato - não leva um gol há nove jogos no Brasileiro - ao segurar os ataques do Vasco - time que tinha média de quase três gols por jogo em São Januário -, que acertou duas bolas na trave.

"O Vasco foi superior o tempo todo. O São Paulo se defendeu, até amedrontado, mas futebol é assim. Foi um resultado enganoso", comentou o técnico do Vasco Celso Roth, creditando a vitória adversária à sorte dos tricolores:

"A sorte ajuda a quem trabalha. O São Paulo faz um trabalho sério há uns cinco anos. Pelo que vi hoje [sábado], com o volume de jogo, intensidade e domínio tático que o Vasco teve, mas não conseguiu ganhar, o São Paulo está com pinta de campeão".

Com a vitória, o São Paulo foi a 54 pontos e manteve nove de vantagem em relação ao segundo colocado, o Cruzeiro. "Nosso time é competente. Ele sabe o que faz. Sofre um pouco, mas sempre decide e ganha", observou o técnico do São Paulo, Muricy Ramalho.

Do outro lado, com a derrota, o Vasco ficou com 39 pontos e permanece na quarta posição. No entanto, a equipe carioca sai do grupo dos quatro primeiros que vão à Libertadores em caso de triunfo do Botafogo ou do Palmeiras - que jogam neste domingo contra Náutico (em Recife) e Goiás (em São Paulo), respectivamente.

De qualquer forma, o revés já frustrou o Vasco, que não só sofreu sua primeira derrota em casa neste Brasileiro - era o único time ainda invicto como mandante na competição - como também não perdia em São Januário desde o dia 6 de setembro do ano passado, quando sofreu 1 a 0 para o Corinthians, pela Copa Sul-Americana.

Do outro lado, o São Paulo confirmou o status de melhor visitante do Brasileiro. Agora, o time paulista tem oito vitórias e apenas uma derrota (para o Náutico, no dia 20 de maio) fora de casa no campeonato.

A equipe, que ostenta a melhor defesa com apenas sete gols sofridos, não leva um gol há mais de um mês no Brasileiro - desde o dia 2 de agosto, quando venceu o Juventude por 3 a 1. Além disso, não é derrotada na temporada há 15 partidas - desde que perdeu para o Fluminense, no dia 18 de julho.

Agora, o São Paulo volta a jogar em casa para seguir sua caminhada rumo ao título. No próximo sábado, o time recebe o Santos no Morumbi. Pelo Campeonato Brasileiro, o Vasco também disputa um clássico, contra o Flamengo, no Maracanã, no dia seguinte. Antes, porém, a equipe volta a campo na próxima quarta-feira, em São Januário, para enfrentar o Atlético-PR, pela Copa Sul-Americana.

VASCO
Silvio Luiz; Wagner Diniz, Vilson (Dudar), Júlio Santos e Rubens Júnior; Amaral, Andrade, Marcelinho (Leandro Bonfim) e Conca; Leandro Amaral e Alan Kardec (Abuda)
Técnico: Celso Roth

SÃO PAULO
Rogério Ceni; André Dias (Jadílson), Breno e Miranda; Souza, Richarlyson, Hernanes, Leandro (Hugo) e Jorge Wagner; Dagoberto (Diego Tardelli) e Aloísio
Técnico: Muricy Ramalho

Local: estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Assistentes: Marcelo Barison e José Antônio Franco (ambos do RS)
Cartões amarelos: Richarlyson (S), Julio Santos (V), Breno (S), Amaral (V), Vilson (V) e Aloísio (S)
Gols: Dagoberto, aos 16min e Hernanes, aos 48min do segundo tempo

*Atualizada às 20h10

Hospedagem: UOL Host