! Ex-zagueiro Roberto Dias, ídolo do São Paulo, morre nesta quarta - 26/09/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

26/09/2007 - 21h58

Ex-zagueiro Roberto Dias, ídolo do São Paulo, morre nesta quarta

Da Redação
Em São Paulo
A torcida do São Paulo recebeu uma notícia triste nesta quarta-feira, antes do jogo do time contra o Boca Juniors, no Morumbi, pela Copa Sul-Americana. O ex-zagueiro e ídolo tricolor Roberto Dias, de 64 anos, morreu nesta tarde devido a uma parada cardiorespiratória.

O ex-atleta passou mal enquanto tomava banho na tarde da última terça-feira e foi levado ao Hospital das Clínicas, onde faleceu. Dias já havia tido complicações por ter sofrido um AVC (Acidente vascular cerebral) anteriormente.

A diretoria do São Paulo confirmou que, assim que liberado, o corpo do ex-defensor será velado no salão nobre do Morumbi. Posteriormente, será cremado no crematório da Vila Alpina.

Para a partida diante do Boca, os jogadores da equipe tricolor entraram em campo com uma faixa preta em sinal de luto pela morte de Roberto Dias.

Com o aval de Pelé
Roberto Dias iniciou sua carreira no São Paulo em junho de 1961 e permaneceu no clube até setembro de 1973. Na equipe tricolor, conquistou os títulos estaduais de 1970 e 1971.

No entanto, uma das maiores conquistas do quarto-zagueiro, que também chegou a jogar como volante foi ter sido considerado por Pelé o melhor zagueiro do Brasil.

Mas apesar do aval do "Rei do futebol", o zagueiro não conseguiu disputar nenhuma Copa do Mundo. Em 1966 esteve perto de atuar pelo torneio, mas foi cortado da lista do técnico Vicente Feola.

Depois do São Paulo, Dias ainda atuou no CEUB (DF), em 1973, Dom Bosco (MT), em 1973, no Jalisco, do México, de 1974 a 1977, e no Nacional (SP), em 1978. Um infarto quanto tinha 28 anos gerou algumas complicações em sua carreira.

Hospedagem: UOL Host