! São Paulo recebe verba equivalente à metade da do COB - 16/12/2007 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

16/12/2007 - 17h38

São Paulo recebe verba equivalente à metade da do COB

Do UOL Esporte
Em São Paulo
O São Paulo conseguiu do Ministério dos Esportes, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte, uma verba para três obras no Centro de Treinamento de Cotia equivalente a mais de 50% do que foi destinado ao Comitê Olímpico Brasileiro (COB) para o Projeto Pequim. Para a preparação brasileira à Olimpíada de 2008 o valor é de R$ 26.988.196,95, e a verba do clube paulista é de R$ 13.868.493,51.

OS PROJETOS DO SÃO PAULO
PROJETO I

Centro de Reabilitação Esportiva, Fisioterápica e Fisiológica, para avaliação, prevenção e recuperação de lesões do esporte.

Valor: R$ 2.783.442,06
PROJETO II

Implantar, complementando demais instalações já existentes no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, uma edificação de 4.220 m2, para alojamento transitório ou permanente de 148 atletas.

Valor: R$ 6.695.874,38
PROJETO III

Construção de uma arquibancada para jogos das categorias de base no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, com estacionamento fechado e privativo para o público.

Valor: R$ 4.389.177,07
LEIA MAIS DO SÃO PAULO
Com esses valores aprovados pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, cabe aos beneficiados correrem atrás de verbas de pessoas físicas e jurídicas para iniciarem os projetos. Quem resolver investir pode deduzir uma porcentagem do imposto de renda: até 1% para empresas e até 6% para pessoas físicas.

Enquanto o dinheiro destinado ao COB para o Projeto Pequim, que visa preparar as delegações brasileiras para a Olimpíada, será dividido entre 27 modalidades, o São Paulo Futebol Clube tem apenas três destinos para o investimento. Todos eles no Centro de Formação de Atletas Laudo Natel, em Cotia.

O projeto número 1 do clube paulista é para a criação de um Centro de Reabilitação Esportiva, Fisioterápica e Fisiológica (Reffis) no local onde as categorias de base da equipe treinam. Para esse plano de avaliação, prevenção e recuperação de lesões do esporte, o governo liberou um valor de R$ 2.783.442,06.

A proposta número 2 do São Paulo para o CFA de Cotia é a de complementar as atuais instalações com um alojamento transitório ou permanente para 148 atletas. Nesse caso, o valor liberado e aprovado por Lula é de R$ 6.695.874,38.

Por último, o projeto 3, tem como intenção a construção de uma arquibancada para os jogos das categorias de base em Cotia com estacionamento fechado e privado. Para este plano, o recurso é de R$ 4.389.177,07.

Com tudo aprovado pelo Ministério dos Esportes e também pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o São Paulo corre agora atrás de pessoas e empresas interessadas em investir dinheiro em algum dos seus três projetos.

Hospedagem: UOL Host