! Base do "terrão" corintiano não será aproveitada em 2008 - 04/01/2008 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

04/01/2008 - 09h00

Base do "terrão" corintiano não será aproveitada em 2008

Paulo Cobos e Paulo Galdieri
Da Folhapress
Em São Paulo
O "terrão", a produtiva categoria de base do Corinthians, está pouco prestigiada na temporada em que o clube tenta se reerguer depois do inédito rebaixamento para a Série B.

Pelo desenho do elenco, que se apresentou sob o comando de Mano Menezes para o início dos treinos com dispensas e críticas dos torcedores a Felipe, o time deve começar a temporada (no dia 17, contra o Guarani, pelo Paulista) com apenas três titulares formados em casa _os laterais Eduardo Ratinho e Éverton Ribeiro e o volante Bruno Octávio.

Mas os dois últimos também perderão o lugar caso o clube acerte antes com reforços, que são prioridades, para suas posições (André Santos, do Figueirense, e Fabiano, que está no futebol mexicano, são os alvos).
Tudo muito diferente tanto da época de fartura do início da era MSI quanto no ano passado, o último da gestão Alberto Dualib e já de penúria.

No primeiro jogo oficial de 2005, o Corinthians escalou nove produtos do "terrão". É verdade que alguns reforços daquele ano, como Tevez e Carlos Alberto, ainda não estavam à disposição. Mas vários atletas daquela equipe tiveram importante papel na conquista do Campeonato Brasileiro, a única taça da parceria com a MSI. Foram os casos de Betão, Coelho, Rosinei e Jô. No ano passado, o clube estreou no Paulista com cinco atletas formados no Parque São Jorge.

O rebaixamento arranhou fortemente a reputação de várias revelações corintianas. Lulinha foi atacado pelas torcidas organizadas e deve começar o ano na reserva, assim como Dentinho _a contratação de um meia é outra prioridade corintiana. O capitão Betão nem no clube deve continuar.

Como a atual safra do time sub-20 não empolga _o clube perdeu os quatro jogos que fez no Brasileiro da categoria_, a opção foi pela chegada de uma penca de reforços (já são quase dez contratações).

"Tive uma conversa muito aberta com o pessoal do departamento amador. E, pela avaliação da base, o Corinthians não tem jogadores para o principal para esta temporada", reconhece Mano Menezes, o novo técnico corintiano.

Ele deu a entender que os jogadores que já estão no time e vieram da base têm deficiências e perderão espaço para os novos contratados.

"Numa emergência, às vezes se queimam etapas. Temos jogadores no principal que vieram da base e que tiveram esse processo [de aprimoramento técnico] abreviado. Vamos ter que retomar esse trabalho técnico e tático com eles", falou o comandante do Corinthians.

Hospedagem: UOL Host