! Botafogo tem estréia convincente e supera o Resende pelo Estadual - 19/01/2008 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

19/01/2008 - 20h10

Botafogo tem estréia convincente e supera o Resende pelo Estadual

Do UOL Esporte
No Rio de Janeiro
O Botafogo não foi brilhante, mas, apresentando um futebol convincente, iniciou bem sua luta pelo título do Campeonato Estadual. Na estréia, na noite deste sábado, no Engenhão, o time do técnico Cuca derrotou o Resende por 2 a 0, gols de Zé Carlos e Wellington Paulista, em confronto do Grupo B da competição.

GOLS DO BOTAFOGO NA ESTRÉIA
Agora, na próxima rodada, o Botafogo recebe o Friburguense, nesta quarta-feira, às 19h30 (horário de Brasília), no Engenhão.

No mesmo dia, mas às 16h (horário de Brasília), o Resende encara o Mesquita, em Moça Bonita (estádio do Bangu).

Empolgado, apesar de desorganizado, o Botafogo começou a partida em cima do Resende. Jorge Henrique, se movimentando por todos os lados, era o jogador mais perigoso do Alvinegro.

PRINCIPAIS LANCES
Agência Estado
Túlio encara a marcação do Resende no confronto deste sábado, no Engenhão
PRIMEIRO TEMPO
9min - Zé Carlos rouba a bola de Naílton e cruza para Alessandro, que cabeceia para fora.
37min - Puro azar do Botafogo. Wellington Paulista chuta, a bola pega na trave direita, corre sobre a linha, bate na esquerda e volta nas mãos de Rodolpho.
SEGUNDO TEMPO
8min - GOOOLLL DO BOTAFOGO - Zé Carlos cobra falta com perfeição e coloca a bola no ângulo direito de Rodolpho.
14min - GOOOLLL DO BOTAFOGO - Jorge Henrique faz boa jogada individual e toca para Wellington Paulista marcar.
40min - Após cruzamento da direita, Wellington Paulista, sozinho, cabeceia a bola para fora.
TAÇA CONFUNDE ATACANTE
CUCA QUERIA MAIS GOLS
ZÉ CARLOS CELEBRA GOL DE FALTA
PÁGINA DO BOTAFOGO
Porém, aos poucos, em função do desentrosamento, o Botafogo caiu de produção e o Resende equilibrou as ações. Para piorar, a torcida perdeu a paciência com Renato Silva e passou a vaiar o zagueiro.

Gol no primeiro tempo, somente mesmo num lance de sorte. E foi exatamente isso que faltou ao Botafogo. Aos 37 minutos, Wellington Paulista chutou, a bola bateu nas duas traves e não entrou.

"Foi uma falta de sorte danada. Vamos ver se essa situação muda no segundo tempo. O Botafogo está atacante e fazendo tudo certo", lamentou o atacante alvinegro.

O Botafogo voltou para a etapa complementar com o atacante Fábio no lugar do lateral-direito Alessandro. Desta maneira, o Alvinegro saiu do tradicional 4-4-2 para o 3-5-2.

A mexida surtiu efeito e o Botafogo cresceu. Tanto que em seis minutos, o Alvinegro fez dois gols, por intermédio de Zé Carlos (oito) e Wellington Paulista (14), e ficou muito tranqüilo na partida.

Com os três pontos garantidos, o Botafogo deu uma relaxada natural. Mesmo assim, a superioridade era absoluta. Até o fim, a equipe teve chances com Wellington Paulista e Lucio Flavio. A vitória estava sacramentada.

BOTAFOGO
Castillo, Alessandro (Fábio), Ferrero, Renato Silva e Triguinho; Diguinho, Túlio, Zé Carlos (Adriano Felício) e Lucio Flavio; Jorge Henrique e Wellington Paulista (Marcelinho).
Técnico: Cuca

RESENDE
Rodolpho, Valdir, Márcio Costa, Naílton e Fabiano; Fred (Roberto), Beto, Hiroshi (Fábio) e Léo; Rafael e Arangio (Jack Jones).
Técnico: Antônio Carlos Roy

Data: 19/01/2008 (Sábado)
Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Adriano Pereira Machado (RJ)
Auxiliares: Jackson Lourenço Massarra dos Santos (RJ) e Michel Correia (RJ)
Público: 12.525
Renda: R$ 228.997,00
Cartões amarelos: Renato Silva e Wellington Paulista (Botafogo). Valdir, Hiroshi e Fabiano (Resende).
Gols: Zé Carlos, aos 8 minutos; e Wellington Paulista, aos 14 minutos do segundo tempo.

Hospedagem: UOL Host