! Santos tem gol anulado e empata contra Cúcuta na Libertadores - 14/02/2008 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

14/02/2008 - 02h05

Santos tem gol anulado e empata contra Cúcuta na Libertadores

Bruno Thadeu
Em Santos
O Santos incorporou o clima de Copa Libertadores, adotou formação cautelosa na Colômbia e conseguiu empate fora de casa, 0 a 0, contra o Cúcuta Deportivo, nesta quinta-feira, na estréia dos times no grupo 6.

CENAS DO JOGO NA COLÔMBIA
Reuters
Thiago Carleto (à direita) tenta jogada na partida de estréia do Santos na Libertadores
AP
Marcinho Guerreiro aperta a marcação sobre o colombiano Macnelly Torres
FOTOS DA RODADA DA LIBERTADORES
CLASSIFICAÇÃO DOS GRUPOS
MAIS NOTÍCIAS DO SANTOS
A equipe da Vila Belmiro poderia ter saído do estádio General Santander com os três pontos, mas a arbitragem anulou erradamente gol de Kléber Pereira, aos 38 min do 2º tempo.

Prevendo um embate duro, Emerson Leão optou pela entrada de atletas experientes para o jogo frente aos colombianos, sacando o jovem Tiago Luís. Para dar maior pegada ao time, o treinador promoveu a entrada de Marcinho Guerreiro, tendo apenas Kléber Pereira no ataque.

Estreantes no time santista, o equatoriano Michael Jackson Quiñonez e o colombiano Molina ganharam oportunidades no time titular. O primeiro demonstrou total desentrosamento com os demais atletas, enquanto Molina apresentou melhor movimentação.

Atento no início do jogo, o goleiro Fábio Costa precisou sair duas vezes da área para interceptar o ataque colombiano, aos 6 e 9 min do 1º tempo.

A primeira investida ofensiva do Santos aconteceu aos 16 min, na subida do lateral Carleto ao ataque. O chute cortou a área, assustando Castellanos. Aos 29 min, foi a vez de Kléber Pereira cabecear ao gol após cruzamento de Adriano.

Com apenas 30 segundos da etapa complementar Wesley, que substituiu o apagado Jackson Quiñonez, passou por dois marcadores e arriscou mesmo sem ângulo, criando a melhor chance do clube até então na partida. No minuto seguinte, Wesley voltou a incomodar, driblou à la Robinho, novamente pelo lado esquerdo, mas a finalização não foi boa.

Criticado por parte da torcida santista, Betão foi decisivo ao salvar bola em cima da linha, aos 11 min, na finalização de Arriaga. Mesmo não fazendo boa partida, o Santos desperdiçou excelente chance de abrir o marcador aos 29 min. Rodrigo Souto fez bela assistência para Pereira, que perdeu na cara do gol, chutando com o pé esquerdo.

O próximo duelo do Santos na Libertadores acontece no dia 4 de março, contra o Chivas-MEX, na Vila Belmiro. O San José-BOL completa o grupo 6.

CÚCUTA
Castellanos; Rivas, Portocarrero, Córdoba e González; Castro, Flores e James Castro (Fonseca), Macnelly Torres e Henry (Arriaga); Cabrera.
Técnico: Pedro Sarmiento

SANTOS
Fábio Costa, Adaílton, Domingos e Betão; Adriano, Marcinho Guerreiro, Rodrigo Souto, Molina, Michael Jackson Quiñonez (Wesley) e Carleto; Kléber Pereira
Técnico: Emerson Leão

Local: estádio General Santander, Cúcuta (Colômbia)
Árbitro: Victor Rivera (Peru)
Auxiliares: Manuel Garay e Luis Abadie (Peru)
Cartões amarelos: Rivas e Castro (C), Molina (S)

Hospedagem: UOL Host