! Portuguesa vence clássico, e São Paulo vê G-4 ameaçado - 08/03/2008 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

08/03/2008 - 20h10

Portuguesa vence clássico, e São Paulo vê G-4 ameaçado

Do UOL Esporte
Em São Paulo
Quase dois anos depois, Portuguesa e São Paulo voltaram a se enfrentar pelo Campeonato Paulista. E, desta vez, o confronto tinha ares de decisão. Enquanto o time do Canindé encarava como uma das últimas possibilidades de se aproximar do G-4, o rival do Morumbi planejava encostar no topo da tabela. Porém, diferentemente do que o ocorreu na última oportunidade, a Lusa venceu por 2 a 0, no estádio Santa Cruz (Ribeirão Preto), e voltou a sonhar com uma vaga às semifinais. De quebra, viu o adversário correr o risco de encerrar a 13ª rodada fora da zona de classificação.

PORTUGUESA VENCE CLÁSSICO
Com isso, a Portuguesa sobe para 20 pontos e fica a apenas três do próprio São Paulo, que pode perder a quarta colocação neste domingo. Para isso, basta, por exemplo, que o Noroeste (20 pontos) vença o Santos, na Vila Belmiro. Caso isso ocorra, o time de Bauru ficará com a mesma pontuação, porém levará vantagem no saldo de gols.

O revés, aliás, era o temor do técnico Muricy Ramalho. Por isso, decidiu fazer uma série de alterações no São Paulo. A começar pelas ausências de Richarlyson, suspenso, Éder Luis, que não foi inscrito, Dagoberto. André Dias e Fábio Santos, ambos contundidos. Além disso, iniciou o duelo com Reasco, na lateral-direita, e Joílson, no meio-campo.

Nada disso funcionou. Suas mudanças não surtiram efeito em nenhum momento do clássico. O atacante Adriano, que havia feito os dois gols na vitória sobre o Audax Italiano por 2 a 1 pela Libertadores, até criou algumas oportunidades, mas não foi eficiente.

PRINCIPAIS LANCES DO JOGO
Edson Silva/Folha Imagem
Jogadores da Lusa comemoram gol que abriu o placar da partida
PRIMEIRO TEMPO
5min - Na cobrança de escanteio, o zagueiro Marco Aurélio e exige uma difícil defesa de Rogério Ceni.
6min -Adriano arrisca de fora da área. Atento, André Luiz evita o gol são-paulino.
8min - GOOOLLLL DA PORTUGUESA!!! Christian faz bela jogada pela esquerda e cruza para Rogério, que, sem marcação, cabeceia para o fundo da rede.
22min - Adriano passa com facilidade pela defesa da Portuguesa e chuta cruzado. A bola passa muito próxima da trave de André Luiz.
SEGUNDO TEMPO
7min -GOOOLLLL DA PORTUGUESA!!! Bruno Recife tabela com Christian e bate cruzado, sem chances para Rogério Ceni.
24min - Borges perde ótima oportunidade. Após cruzamento, atacante não consegue desviar para as redes.
32min -Aloísio, que entrou no lugar de Junior, cabeceia e quase diminui a vantagem da Portuguesa.
NOTÍCIAS DA PORTUGUESA
NOTÍCIAS DO SÃO PAULO
TABELA DO PAULISTÃO-08
A vitória, por outro lado, representa uma espécie de revanche para a Portuguesa, que havia perdido por 3 a 1, em 2006, na última vez que as duas equipes haviam se enfrentado. Naquela ocasião, a equipe do Canindé atravessava um momento complicado no Paulistão, que culminou com seu rebaixamento à Série A2.

Lusa aproveita chances e vence

O clássico entre Portuguesa e São Paulo começou com duas claras oportunidades de gol. Uma para cada lado. Aos 4min, Marco Aurélio cabeceou e exigiu uma difícil defesa de Rogério Ceni. Três minutos mais tarde, Adriano arriscou de fora da área. Atento, André Luiz espalmou e evitou o primeiro do time do Morumbi.

Entretanto, o aparente equilíbrio acabou aos 8min da etapa inicial e numa falha da defesa são-paulina. Christian fez bela jogada pela direita e cruzou para Rogério, que, sem marcação, teve apenas o trabalho de cabecear para o fundo do gol.

Em vantagem, a Portuguesa cometeu um erro ainda na etapa inicial. Recuou demais e esperou para encaixar um contra-ataque. Não conseguiu e quase viu o rival empatar. Aos 22min, Adriano driblou com facilidade a defesa da Lusa e bateu cruzado. A bola passou raspando a trave de André Luiz.

"Fizemos um gol e demos espaço. Isso é muito perigoso, principalmente diante de um adversário forte. Precisamos corrigir esse erro", disse Rogério, antes de descer para o vestiário.

A Portuguesa voltou do mesmo jeito, mas conseguiu ampliar. Logo aos 7min, Bruno Recife recebeu de Christian e bateu cruzado, sem chances para Rogério Ceni. 2 a 0. A partir daí, o São Paulo passou a pressionar, mas uma certa desorganização. Para piorar, o atacante Aloísio recebeu o cartão vermelho nos minutos finais do duelo.

Melhor para a Portuguesa, que não teve dificuldades para segurar a vitória. Na próxima quinta-feira, jogará contra o líder Guaratinguetá, no Canindé. Um dia antes, o time do Morumbi buscará sua reabilitação diante do Barueri, em casa

PORTUGUESA
André Luiz; Patrício, Bruno Rodrigo, Marco Aurélio e Bruno Recife; Erick, Dias, Carlos Alberto (Claudecir) e Preto (Ramon); Rogério (Vaguinho) e Christian.
Técnico: Vágner Benazzi

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Reasco (Hugo), Juninho, Miranda e Zé Luis; Joílson, Hernanes, Jorge Wagner e Júnior (Aloísio); Adriano e Borges
Técnico: Muricy Ramalho

Data: 08/03/2008 (sábado)
Local: estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto/SP
Horário: 18h10
Árbitro: Milton Etsuo Ballerini
Assistentes: Marcelino Tomaz De Brito Neto e Rafael Ferreira Da Silva
Cartões amarelos: Juninho (São Paulo); Bruno Rodrigo (Portuguesa).
Cartão vermelho: Aloísio (São Paulo)
Gols: Rogério, aos 8min do primeiro tempo; Bruno Recife, aos 7min do segundo tempo.

Hospedagem: UOL Host