! São Paulo joga mal, mas Borges salva o time pela terceira vez - 23/03/2008 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

23/03/2008 - 18h06

São Paulo joga mal, mas Borges salva o time pela terceira vez

Do UOL Esporte
Em São Paulo
Pela terceira vez o atacante Borges salvou o São Paulo no Campeonato Paulista. Em um jogo feio em Campinas, o clube tricolor não conseguia superar a retranca do Guarani. Até que o atacante entrou aos 26 min do segundo tempo e, na primeira vez que tocou na bola, marcou o único gol da partida, em um chute de fora da área.

BORGES MARCA O GOL DA VITÓRIA
Com a vitória por 1 a 0, o time do técnico Muricy Ramalho não se distanciou da zona de classificação para a fase final do Estadual. A equipe tricolor foi a 29 pontos e segue um atrás de Corinthians e Ponte Preta e a dois do Palmeiras.

Já o time do estádio Brinco de Ouro, local da partida, segue com 14 pontos, na zona de rebaixamento.

Assim como nas vitórias por 2 a 1 sobre Paulista e Grêmio Barueri, quando marcou dois gols em cada jogo, coube a Borges ser o herói do clube do Morumbi neste domingo. Ele girou em cima do zagueiro e arriscou o chute de fora da área. A bola foi no canto esquerdo do goleiro Gisiel.

PRINCIPAIS LANCES DA PARTIDA
Eduardo Knapp/Folha Imagem
Jogo em Campinas foi truncado, e dois times pouco criaram no ataque
PRIMEIRO TEMPO
18 min - Aloísio domina a bola fora da área, passa pelo marcador e arrisca o chute, mas erra o alvo
20 min - Lance inusitado: Rogério Ceni cobra falta no ataque e acerta a barreira. O Guarani tenta contra-atacar, mas André Dias ganha de Henrique e recua para Miranda, que estava em cima da linha do gol porque o goleiro voltava do ataque
34 min - Roger Bernardo avança pelo meio e rola para Fabinho, que, no lado direito da área, chuta em cima de Rogério Ceni
45 min - Aloísio ajeita para Hernanes, que chuta de fora da área, mas Gisiel defende com segurança
SEGUNDO TEMPO
13 min - Carlos Alberto arrisca chute da intermediária com o pé esquerdo, mas erra o alvo
20 min - Dagoberto cobra fala pelo lado esquerdo do ataque. Cruzamento fechado na área, mas a zaga do Guarani afasta
26 min - GOOOLLL DO SÃO PAULO!!! No seu primeiro lance no jogo, Borges domina fora da área, gira e chuta no canto direito de Gisiel
45 min - Joílson arranca pelo meio em contra-ataque e chuta da entrada da área: a bola sai rente à trave adversária
NADA DE FUTEBOL BONITO NO SP
CONFIRA FOTOS DA PARTIDA
MAIS NOTÍCIAS DO SÃO PAULO
CLASSIFICAÇÃO DO PAULISTA
"Tínhamos consciência de que seria muito complicado o jogo contra o Guarani. A partida estava difícil, mas conseguimos o gol. Pena que os outros times [do G-4] também venceram na rodada", comentou o atleta de 27 anos.

Dessa forma, o São Paulo segue sem perder para o Guarani desde 1997. Nesses quase onze anos, foram 14 vitórias e seis empates. Na última vez que ganhou do clube tricolor (2 a 0, no dia 18 de maio), o time bugrino era dirigido por Muricy Ramalho.

O jogo

Os 11.412 torcedores que pagaram para ir ao estádio Brinco de Ouro assistiram a um jogo de pouca qualidade técnica. Na etapa inicial, os goleiros Gisiel e Rogério Ceni pouco trabalharam. Os donos da casa adotaram uma postura mais defensiva, e os visitantes não conseguiram superar a retranca.

O time da capital paulista teve mais posse de bola, mas não conseguiu criar no ataque. Aloísio e Hernanes assustaram apenas em chutes de fora da área. Já o conjunto campineiro chegou apenas uma vez, só que Fabinho finalizou em cima do arqueiro são-paulino.

"O jogo está difícil, corrido, com o time deles marcando muito, e está muito quente", reclamou Carlos Alberto ao final do primeiro tempo. O zagueiro André Dias endossou a queixa. "Está difícil. Mais de 70% dos times que jogam contra o São Paulo jogam recuados".

Porém, as duas equipes não tiveram capacidade para melhorar o jogo no segundo tempo. Nos 45 minutos finais, pouco atacaram.

Até que aos 26min, Muricy Ramalho colocou Borges no lugar do cansado Carlos Alberto. No seu primeiro lance no jogo, o centroavante marcou seu sétimo gol no Paulistão. O Guarani não conseguiu reagir e o placar ficou no 1 a 0.

GUARANI 0 X 1 SÃO PAULO

GUARANI
Gisiel; Marcelo, Xandão, Diego; Messias Maranhão, Roger Bernardo, Fabinho (Vitor Rossini), Marcinho (Paulo Santos) e Alessandro; Henrique e Cris (Andrezinho)
Técnico: Jair Picerni

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Zé Luís, André Dias, Miranda; Joílson, Hernanes, Richarlyson, Carlos Alberto (Borges) e Jorge Wagner; Dagoberto (Hugo) e Aloísio
Técnico: Muricy Ramalho

Local: estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas/SP
Árbitro: Philippe Lombard
Assistentes: Ednilson Corona e Caio Mesquita de Almeida
Gol: Borges (SP), aos 26 min do segundo tempo
Cartões amarelos: Maranhão (G), Diego (G), Alessandro (G); Joílson (SP), Dagoberto (SP), Richarlyson (SP), Zé Luis (SP), Aloísio (SP)
Público: 11.412
Renda: R$ 146.690,00

Hospedagem: UOL Host