! Com dupla inspirada, São Paulo vence e retorna ao G-4 - 27/03/2008 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

27/03/2008 - 23h42

Com dupla inspirada, São Paulo vence e retorna ao G-4

Julyana Travaglia
Em São Paulo
Em uma noite inspirada da dupla Borges e Adriano, o São Paulo cumpriu seu dever diante do Sertãozinho e bateu o rival por 3 a 1, nesta quinta-feira, no Morumbi, na partida em que intitulava como a primeira "final" rumo à classificação à fase decisiva do Campeonato Paulista.

SÃO PAULO VOLTA AO G-4
O êxito alçou o time de Muricy Ramalho à terceira posição no Estadual, agora com 32 pontos. E deixou Borges como artilheiro isolado do time com nove gols, todos na competição caseira.

De quebra, o São Paulo tirou o Corinthians do G-4 do Campeonato Paulista, agora na quinta posição com 30 pontos. O Sertãozinho, por sua vez, segue com 15 pontos e agoniza na zona de descenso.

No domingo, o São Paulo pega o Bragantino, em Bragança Paulista. E fecha a fase de classificação contra o Juventus, em casa.

PRINCIPAIS LANCES DO JOGO
Folha Imagem
Borges agradece Adriano pelo belo passe no segundo gol do São Paulo
PRIMEIRO TEMPO
5min - Escanteio cobrado por Jorge Wagner. Cabeçada violenta de Adriano. A bola passa próxima à trave do goleiro Lauro. Quase o primeiro gol do jogo.
23min - GOOOOOOOOL DO SÃO PAULO!!!!!!!! Bela jogada de Rafael. Ele faz a finta, limpa o lance e bate para o gol. Goleiro Lauro faz defesa parcial e Borges chega para empurrar para as redes.
35min - Passe de Adriano para Dagoberto. Mesmo marcado, o jogador consegue o espaço para o chute. Ele dispara e o goleiro Lauro segura firme.
SEGUNDO TEMPO
16min - GOOOOOOOOOOOOOOOOL DO SÃO PAULO!!! Lindo passe de Adriano para Borges. Ele entra pela área e toca, de perna direita, na saída do goleiro Lauro.
24min - GOOOOOOOOOOOOOOOL DO SÃO PAULO!!! Bola levantada por Dagoberto. Adriano se atira sobre o zagueiro e cabeceia para o fundo das redes.
29min - GOOOOOOOOOOOOOOOL DO SERTÃOZINHO!!! Levantamento na medida para Geílson, que desvia de cabeça para as redes.
38min - Depois da cobrança de falta, bola é cruzada na área. O Sertãozinho coloca a bola na rede, mas estava marcado o impedimento.
PÁGINA DO SÃO PAULO
CONFIRA IMAGENS DA RODADA
JUCA: SÃO PAULO NO G-4 SEM FORÇAR
CLASSIFICAÇÃO DO PAULISTÃO
A partida ainda foi a 12ª com a dupla Adriano e Borges comandando o ataque são-paulino. Atuando juntos, eles já marcaram 12 gols, média de um tento por jogo.

Sem Richarlyson e Hernanes, na seleção brasileira, Muricy promoveu o retorno de Fábio Santos, recém recuperado de lesão.

A disparidade entre as equipes era visível. Tanto que não demorou para o São Paulo tomar conta da partida. Mas o domínio na posse de bola tinha um reflexo diferente daquele que o torcedor gostaria de ver.

Abusando das bolas aéreas com Jorge Wagner, o destino era sempre o mesmo: as cabeçadas de Adriano. No entanto, a insistência em bolas alçadas para o camisa 10 em escanteios e cobranças de faltas não surtiam efeito. E só tornavam o futebol do time de Muricy cada vez mais burocrático.

Foi então que Rafael, jovem lateral-direito responsável por barrar Joilson para vestir a camisa do tricolor pela segunda vez no Paulista, começou a desenhar o gol são-paulino.

Rafael livrou-se dos zagueiros, mas bateu sem muita força contra a meta de Lauro. O goleiro visitante chegou a espalmar a bola, mas quando ela parecia ter como destino certo a linha de fundo, Borges, oportunamente, desviou-a para o fundo das redes: 1 a 0.

Embora tenha conseguido abrir o placar, o São Paulo ainda parecia perdido em campo, no que diz respeito à armação das jogadas.

A idéia de ter Dagoberto e Borges era para que ambos alimentassem, abertos cada um por uma ponta, as jogadas para Adriano. Porém, muitas vezes o que se viu foi os dois primeiros atuando muito próximos, pondo por água os planos de Muricy.

Enquanto o Sertãozinho teve somente uma chance de empatar, com Ceará que parou em bela defesa de Rogério Ceni, já no fim do primeiro tempo.

A segunda etapa começou com o Sertãozinho tendo a primeira oportunidade. Assis, que substituiu Tuto, arrancou e acho Pinheiro na pequena área. Mas o lateral-esquerdo se atrapalhou e desperdiçou a chance de igualar o marcador.

Quando o jogo caminhava para o marasmo da primeira etapa, Borges marcou seu segundo gol na partida e mostrou que anda em grande fase. Entre três zagueiros, o camisa 17 foi encontrado pelo belo passe de Adriano. Na comemoração, Borges, que se auto-intitula o "trabalhador", fez questão de lustrar a esquerda laranja do "Imperador".

Depois foi a vez de Adriano anotar o seu. Em cruzamento de Dagoberto, o atacante venceu a zaga do Sertãozinho e cabeceou certeiro contra a meta de Lauro: 3 a 0.

Quando conta parecia fechada, o Sertãozinho ainda conseguiu descontar com Geilson, que diminuiu para 3 a 1 o placar, aos 30min. Mas tarde demais para mudar o rumo da partida.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; André Dias, Juninho (Júnior) e Miranda; Rafael (Joilson), Zé Luís, Fábio Santos e Jorge Wagner; Dagoberto (Carlos Alberto), Borges e Adriano
Técnico: Muricy Ramalho

SERTÃOZINHO
Lauro; Pedro Paulo, Galeano e Erivelton (Carlinhos); Lucas, Elias, Ceará, Glauber e Pinheiro; Tuto (Assis) e Marcos Denner (Geilson)
Técnico: Lori Sandri

Local: estádio Morumbi, em São Paulo
Árbitro:Claudinei Forati Silva
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Everson Luiz Luquesi Soares
Gol: Borges, aos 24min do primeiro tempo. Borges, aos 18min, e Adriano, aos 24min, Geilson, aos 30min do segundo tempo
Cartões amarelos:Glauber (Sert), Fábio Santos (SP), Miranda (SP), Rafael (SP), Assis (Sert), Galeano (Sert), Elias (Sert)
Público: 8.400 pagantes
Renda: R$140.750,00

Hospedagem: UOL Host