! Corinthians vacila, pára no Bragantino e empata a segunda - 25/06/2008 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

25/06/2008 - 23h42

Corinthians vacila, pára no Bragantino e empata a segunda

Do UOL Esporte
Em São Paulo
Depois de um início impecável com seis vitórias seguidas, o Corinthians está começando a sentir na pele as dificuldades da Série B. Na noite desta quarta-feira, a equipe de Mano Menezes empatou sua segunda partida consecutiva ao ficar no 1 a 1 com o Bragantino, em duelo válido pela oitava rodada.

ASSISTA AOS GOLS DA PARTIDA
CONFIRA AS FOTOS DO DUELO
Embora o mando fosse do Bragantino, o estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, foi tomado pela maioria de corintianos. Mas nem isso foi suficiente para a equipe da capital reencontrar o caminho da vitória. Com isso, amarga a segunda igualdade seguida: vinha de outro 1 a 1, com a Ponte Preta.

O Corinthians segue invicto e na liderança isolada da Série B, somando 20 pontos. Por outro lado, vê a diferença para o vice-líder Avaí cair de seis para quatro pontos. A equipe catarinense venceu o Ceará por 2 a 1 na última terça-feira.

Agora, o time de Mano terá dois jogos em casa pela frente para tentar se recuperar. O primeiro adversário será o São Caetano, no dia 5 de julho. Para isso, espera contar com o apoio da torcida, que nesta semana foi ao Parque São Jorge protestar contra alguns jogadores. O Bragantino, por sua vez, tem nove pontos e permanece ameaçado pelo rebaixamento.

PRINCIPAIS LANCES
Folha Imagem
Herrera (d) não conseguiu superar a forte defesa do Bragantino nesta quarta-feira
PRIMEIRO TEMPO
11min - Chicão cobra falta da meia direita com categoria e Gilvan desvia pela linha de fundo.
24min - Nunes recebe cruzamento na área, divide com Chicão e fica pedindo pênalti. O árbitro não marca nada.
28min - Carlos Alberto aproveita sobra pela direita e bate rasteiro. Gilvan encaixa com segurança.
31min - Davi arrisca de fora da área e a bola sai rente à trave esquerda de Julio Cesar, que reclama com a defesa corintiana.
37min - Douglas bate escanteio e Chicão ganha da marcação para cabecear, mas a finalização vai para fora.
SEGUNDO TEMPO
7min - GOOOOOOOOLLLLLL DO BRAGANTINO!!! Pará cobra falta com categoria e acerta o canto esquerdo de Julio Cesar, que salta, mas não alcança a bola.
11min - Acosta chuta da entrada da área, de perna direita, e carimba o travessão de Gilvan.
25min - GOOOOOOOOLLLLLLLLL DO CORINTHIANS!!! Chicão não desperdiça pênalti sofrido por Acosta e empata a partida em Ribeirão Preto.
36min - Alessandro cruza da direita, a bola desvia no caminho e sobra para Herrera. O argentino bate de primeira, mas sobre o travessão.
40min - Douglas lança para Dentinho na esquerda e o camisa 31 chuta cruzado, parando em boa defesa de Gilvan.
MANO ADMITE FALHA NO MEIO-CAMPO
CORINTHIANS SE APÓIA EM LIDERANÇA
TIME CULPA GRAMADO RUIM
CLASSIFICAÇÃO DA SÉRIE B
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO CORINTHIANS
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO BRAGANTINO
Prevendo o Bragantino com uma postura cautelosa, confirmada com a escalação dos três zagueiros, Mano mexeu na estrutura do Corinthians. Ele colocou Wellington Saci na esquerda e deslocou André Santos para o meio. Assim, formou no setor o losango que tanto gosta, completado por Nilton, Elias e Douglas.

Mas a marcação do time de Bragança Paulista começou bastante forte, forçando o Corinthians a explorar mais as laterais. O lado esquerdo, mais qualificado, foi o mais utilizado. Já o meio pouco conseguiu fazer de efetivo. E as bolas paradas se tornaram a melhor arma dos visitantes.

Chicão, em cobrança de falta e em cabeçada após escanteio, teve as melhores chances corintianas. O Bragantino também ameaçou pouco. Davi, de fora da área, deu um susto em Julio Cesar. O placar, contudo, permaneceu inalterado ao fim do primeiro tempo.

"O Bragantino está fechado e tentando sair nos contra-ataques. Precisamos ter mais atenção e paciência, estamos errando muitos passes", pediu Chicão no intervalo. "Vamos conversar no vestiário para ter mais tranqüilidade", reforçou Douglas.

Mas nos vestiários a conversa do Bragantino parece ter surtido mais efeito. Tanto que, aos 7min, o time de Bragança conseguiu inaugurar o marcador com Pará, em bela cobrança de falta. Acosta e Alessandro, que entraram no intervalo, tentaram ajudar o Corinthians a despertar.

E foi o uruguaio quem conseguiu. Primeiro, Acosta acertou uma bola no travessão. Em seguida, pouco depois de Moradei ser expulso, o camisa 25 foi agarrado na grande área e o árbitro marcou pênalti. Chicão não desperdiçou e deixou tudo igual aos 25min. Com Lima em campo, o Corinthians pressionou até o final, mas não chegou ao segundo gol.

CORINTHIANS
Julio Cesar; Carlos Alberto (Alessandro), Chicão, William e Wellington Saci (Acosta); Nilton (Lima), Elias, André Santos e Douglas; Dentinho e Herrera
Técnico: Mano Menezes

BRAGANTINO
Gilvan; Vanderlei, Da Silva e Gustavo (Rodrigo); Nego, Moradei, Somália, Malaquias (Fernando) e Pará; Davi (Marcinho) e Nunes
Técnico: Marcelo Veiga

Local: estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Árbitro: Claudinei Foratti Silva (SP)
Auxiliares: Evandro Luis Silveira (SP) e Marcelino Tomaz de Brito Neto (SP)
Cartões amarelos: Da Silva, Nego, Somália, Gilvan (Bragantino); Nilton, Chicão (Corinthians)
Cartão vermelho: Moradei (Bragantino)
Gols: Pará, aos 7min, e Chicão, aos 25min do segundo tempo

Hospedagem: UOL Host