! Recuperado, Corinthians bate São Caetano e amplia folga no topo - 05/07/2008 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

05/07/2008 - 18h04

Recuperado, Corinthians bate São Caetano e amplia folga no topo

Alexandre Sinato
Em São Paulo
O refúgio de uma semana fora de São Paulo despertou o Corinthians. O time reencontrou parte da alegria perdida com o vice da Copa do Brasil e, principalmente, o caminho da vitória após dois empates (com Bragantino e Ponte Preta). Na tarde deste sábado, no Pacaembu, bateu o São Caetano por 1 a 0, manteve-se invicto na Série B e aumentou sua diferença na liderança do campeonato.

O triunfo leva o Corinthians aos 23 pontos na tabela, cinco a mais que o vice-líder Juventude. Antes da atual rodada, tal folga estava em quatro pontos. Mas o pequeno crescimento da vantagem pouco significou perto da evolução mental do elenco alvinegro.

Abatido desde a derrota na final da Copa do Brasil para o Sport, o time de Mano Menezes mostrou nova postura neste sábado. E viu os principais símbolos do fracasso em Recife se reabilitarem: Dentinho e Felipe.

O atacante, segundo a comissão técnica, era um dos jogadores que mais havia sentido o vice. Nesta tarde, anotou o gol da difícil vitória (seu primeiro na Série B) e saiu ovacionado quando deu lugar a Acosta. A torcida também fez a festa para Felipe. Do aquecimento ao fim do jogo, o goleiro recebeu apoio em seu retorno à equipe após três partidas afastado.

O São Caetano, por sua vez, perdeu o embalo e viu acabar sua invencibilidade de cinco partidas: agora permanece com 15 pontos e aparece fora do G-4. Outro que saiu frustrado foi Finazzi. O atacante não conseguiu deixar sua marca no reencontro com o Corinthians.

PRINCIPAIS LANCES
Ricardo Nogueira/Folha Imagem
Dentinho (d), autor do gol, e Herrera deram muito trabalho à defesa do São Caetano
PRIMEIRO TEMPO
3min - Eduardo Ramos recebe de Herrera na entrada da área e desperdiça a primeira chance chutando sobre o goleiro do São Caetano.
10min - André Santos levanta da esquerda e Douglas, sem marcação, cabeceia sem pular. A finalização, contudo, pára em Julio Cesar.
16min - Chicão bate falta da esquerda e Julio Cesar se estica para desviar pela linha de fundo e ceder escanteio. Na cobrança, Nilton cabeceia para fora.
41min - André Santos pega sobra no meio, dribla um marcador e dispara de direita. O chute vai para fora, à direita de Julio Cesar.
SEGUNDO TEMPO
10min - GOOOOOOOOOLLLLLLL DO CORINTHIANS!!! Dentinho recebe de Herrera na área, dribla o goleiro Julio Cesar e toca para o gol vazio, abrindo o placar no Pacaembu.
14min - Em avanço rápido, Douglas abre na direita para Herrera. O argentino domina e chuta cruzado, mas o disparo vai para fora.
35min - Em jogada ensaiada, Chicão cobra falta na área e Herrera desvia sobre o travessão, perdendo boa oportunidade.
38min - Em contra-ataque veloz, Douglas toca na direita para Acosta e o uruguaio bate com força, mas pára em boa defesa de Julio Cesar.
COMENTÁRIO DE JUCA KFOURI
GOLEIRO FELIPE AGRADECE APOIO
DENTINHO: CAMINHÃO NAS COSTAS
CLASSIFICAÇÃO DA SÉRIE B
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO CORINTHIANS
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO SÃO CAETANO
De volta ao Pacaembu após 21 dias longe, o Corinthians começou a partida do jeito que a torcida gosta: pressionando. Com a marcação adiantada, a equipe anfitriã tentou sufocar o São Caetano no início e até conseguiu assustar Julio Cesar.

Sob o comando de Douglas, o time de Mano teve quatro chances em 20 minutos. Três delas pararam em defesas de Julio Cesar, enquanto Nilton cabeceou para fora após escanteio cobrado da direita. O São Caetano preferiu ficar fechado. Tanto que entrou em campo com três zagueiros, dois volantes e apenas um atacante de ofício: Finazzi.

O ex-camisa 9 corintiano teve a primeira oportunidade dos visitantes de abrir o placar. Ele, contudo, mal alcançou o passe de Vandinho e por isso concluiu para fora. O Corinthians seguiu superior durante todo o primeiro tempo, mas parou na retranca e no excesso de faltas do São Caetano.

Diante da dificuldade de furar o "bloqueio azul", os anfitriões arriscaram mais de fora da área. André Santos, aos 41min, foi quem chegou mais perto. "Estamos criando bastante e só falta colocar para dentro. Estamos sendo um pouco infelizes nas finalizações, mas vamos voltar no segundo tempo, fazer o gol e ganhar o jogo", apostou o otimista Eduardo Ramos.

E a previsão do meio-campista se confirmou. Aos 10min, quando a torcida já começava a ficar impaciente, Dentinho transformou a irritação em festa. O camisa 31 aproveitou passe de Herrera, driblou o goleiro e tocou para as redes. Ele não anotava um gol desde a primeira final com o Sport, no dia 11 de junho.

Em desvantagem, Pintado mexeu no São Caetano e tentou deixar sua equipe mais ofensiva. Ao mesmo tempo, cedeu espaço para o Corinthians desfrutar dos contra-ataques. A equipe alvinegra chegou mais perto do segundo gol que o São Caetano do empate, mas o jogo terminou mesmo com a vitória por 1 a 0 dos anfitriões. No fim, Luan ainda foi expulso por agredir André Santos.

CORINTHIANS
Felipe; Alessandro, Chicão, William e André Santos; Nilton (Carlos Alberto), Eduardo Ramos, Elias (Lulinha) e Douglas; Dentinho (Acosta) e Herrera
Técnico: Mano Menezes

SÃO CAETANO
Julio Cesar; Tobi, Leonardo e Lino; Júlio Farias (Rosembrick), Glaydson, Daniel, Rafinha (Hernani) e Andrezinho; Vandinho (Luan) e Finazzi
Técnico: Pintado

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Newton dos Reis Barreira (SP)
Público: 21.294 pagantes
Renda: R$ 406.643,00
Cartões amarelos: Herrera, Douglas, Acosta (Corinthians); Tobi (São Caetano)
Cartão vermelho: Luan (São Caetano)
Gol: Dentinho, aos 10min do segundo tempo

Hospedagem: UOL Host