! Líder de torcida do Grêmio detido por tiros contra estádio do Inter - 07/07/2008 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

07/07/2008 - 17h20

Líder de torcida do Grêmio detido por tiros contra estádio do Inter

Do UOL Esporte
Em Porto Alegre
Um torcedor conhecido por ser um dos líderes da torcida Geral do Grêmio, foi detido nesta segunda-feira, após ter sido reconhecido como o autor dos disparos contra o estádio Beira-Rio. Os tiros foram desferidos na véspera do Gre-Nal realizado no último dia 29 de junho.

Divulgação
Beira-Rio foi alvo de disparos
LEIA MAIS SOBRE O INTER
LEIA MAIS SOBRE O GRÊMIO
O torcedor do Grêmio, de 26 anos, confessou o crime, e por ter admitido ser o autor dos tiros, colaborando com a polícia para esclarecer o caso, responderá ao processo em liberdade.

O mesmo homem já havia sido indicado anteriormente por ter sido um dos torcedores do Grêmio que no Gre-Nal de 30 de julho de 2006, pelo Campeonato Brasileiro, atearam fogo em banheiros químicos no estádio Beira-Rio, quase provocando uma tragédia.

Um adolescente que admitiu ter fornecido a arma para que o maior atirasse, também foi detido. "Eles alegaram que os disparos foram para cima, apenas para se defender, porque teriam sido reconhecidos por torcedores do Inter quando passavam em frente ao Beira-Rio e poderiam sofrer agressão", contou à R-ádio Bandeirantes de Porto Alegre a delegada Vivian Calmieri, da 20ª DP da capital gaúcha.

Mas a hipótese não convenceu a Polícia, pois as marcas nos pilares e paredes do ginásio Gigantinho, no complexo do Beira-Rio, mostraram que os tiros foram disparados rumo a um grupo de colorados que estavam no local.

No domingo, durante o jogo contra o Coritiba, torcedores do Inter levaram faixas pedindo o fim da violência e, especificamente, contra o uso de armas. Muitos tinham panos pretos colados às camisetas, em sinal de luto, já que dois torcedores do clube foram assassinados, também na véspera do último Gre-Nal.

Hospedagem: UOL Host