! Marcelinho marca, mas Corinthians garante empate e invencibilidade - 12/07/2008 - UOL Esporte - Futebol
UOL Esporte UOL Esporte
UOL BUSCA

12/07/2008 - 18h00

Marcelinho marca, mas Corinthians garante empate e invencibilidade

Thales Calipo
Em Santo André
A invencibilidade do Corinthians na Série B do Campeonato Brasileiro esteve perto de ser quebrada justamente por um dos maiores ídolos da história do clube. O meia Marcelinho Carioca abriu o placar para o Santo André no primeiro tempo, mas o time alvinegro mostrou raça para ao menos assegurar o empate por 1 a 1 com gol de Wellington Saci na etapa final. Com o resultado no estádio Bruno José Daniel, a equipe de Mano Menezes manteve a folga na liderança da competição.

ASSISTA AOS GOLS DA PARTIDA
A igualdade deixou o Corinthians com 27 pontos, seis a mais que o vice-líder Juventude, que derrotou o Paraná neste sábado fora de casa. Já o time do ABC paulista chegou aos 16 pontos e ficou na oitava colocação.

Aplaudido pela torcida alvinegra desde o aquecimento, Marcelinho Carioca teve uma atuação discreta na armação das jogadas. Apesar disso, ele se tornou o centro das atenções ao inaugurar o marcador com um gol de cabeça contra seu clube do coração. Após o término do duelo, o atleta ainda vestiu a camisa corintiana do avesso e beijou o símbolo em frente à torcida.

O empate assegurado por Wellington Saci, no entanto, manteve o jogador sem nenhuma vitória em jogos contra o Corinthians. Antes deste sábado, o meia já havia empatado com o time do Parque São Jorge defendendo o Vasco, e perdido duas vezes quando atuou por Santos e Brasiliense.

PRINCIPAIS LANCES
Robson Ventura/Folha Imagem
Marcelinho celebrou gol contra Corinthians de maneira discreta no primeiro tempo
Robson Ventura/Folha Imagem
Herrera sofreu com a marcação do Santo André e não conseguiu marcar na partida
PRIMEIRO TEMPO
26min - GOOOOOOOL DO SANTO ANDRÉ!!! Márcio Mixirica divide com Felipe e a bola sobra para Marcelinho Carioca. Com muita calma, o meia do Santo André toca, de cabeça, para o fundo das redes cotintianas.
29min - Jaílson recebe na lateral esquerda e cruza. Livre, Jeferson cabeceia para fora.
31min Depois do cruzamento, Elias acerta um lindo voleio da direita e Neneca consegue salvar o Santo André.
43min - Depois do cruzamento de Denis, Herrera cabeceia livre e manda a bola sobre o gol adversário.
SEGUNDO TEMPO
5min - Dentinho recebe na entrada da área do Santo André. Ele gira e chuta cruzado, a bola passa raspando a trave direita de Neneca.
31min - GOOOOOOOL DO CORINTHIANS!!! Wellington Saci pega a sobra e solta uma bomba rasteira. A bola vai no canto direito de Neneca.
47min - Herrera ganha na corrida e cai na área do Santo André. O árbitro diz que o lance foi normal e manda o jogo seguir.
VEJA MAIS FOTOS DA PARTIDA
COMENTE O CONFRONTO
MARCELINHO DECLARA AMOR
PÁGINA DO CORINTHIANS
PÁGINA DO SANTO ANDRÉ
PÁGINA DA SÉRIE B
A exemplo da última rodada, o técnico Mano Menezes teve uma série de desfalques para o jogo deste sábado. Desta vez, foram cinco baixas no total: o lateral-direito Alessandro, os volantes Fabinho e Nilton e o meia Douglas ficaram fora por problemas físicos. Já Acosta não atuou pois cumpriu suspensão automática.

Mesmo sem boa parte dos titulares, o Corinthians não demorou a pressionar os rivais. Com total domínio da posse de bola no início do duelo, o time se lançou ao ataque, apesar de ter dificuldades para criar chances claras de gol.

O Santo André, por sua vez, precisou dar prioridade à marcação para conter os avanços da equipe visitante e se arriscou apenas nos contra-ataques. A tática deu certo. Aos 26min, Marcelinho Carioca aproveitou sobra de Felipe na entrada da área e completou de cabeça para a rede. Depois do lance, o jogador comemorou moderadamente o gol.

Atrás no placar, o Corinthians se lançou ainda mais para o ataque. Apostando nas jogadas rápidas pelas alas, o time teve outras duas boas oportunidades, com Elias e Herrera, mas não foi o suficiente para superar a marcação do Santo André até o intervalo.

Personagem principal da partida, Marcelinho Carioca ainda deixou o gramado lamentando o pesar da torcida alvinegra. "Aperta meu coração em ver a torcida corintiana sofrer. O Corinthians também é minha vida, minha história e meu amor. Mas o árbitro apitou e eu preciso fazer o melhor por meu time", afirmou.

A etapa final começou muito parecida com o fim do primeiro tempo. Os visitantes atacaram bastante pelas laterais, principalmente a direita, e o Santo André saiu nos contra-ataques. Com o passar do tempo, o clube anfitrião passou a ser mais eficaz na marcação, o que dificultou para o time de Mano Menezes.

Até que aos 28min, Dentinho foi expulso por uma falta em Cicinho e complicou a situação alvinegra. Quando parecia que a invencibilidade corintiana seria quebrada, Wellington Saci acertou belo chute de fora da área e selou o empate. Três minutos depois, Willians também recebeu cartão vermelho, e nenhum dos times fez o suficiente para vencer.

SANTO ANDRÉ
Neneca; Cicinho, Marcel, Douglas e Jaílson; Fernando, Willians, Jéferson (Fábio) e Pará; Marcelinho Carioca (Antônio Flávio) e Márcio Mixirica
Técnico: Sérgio Soares

CORINTHIANS
Felipe; Denis, Chicão, William e André Santos; Carlos Alberto (Perdigão), Eduardo Ramos (Lima), Elias e Lulinha (Wellington Saci); Dentinho e Herrera
Técnico: Mano Menezes

Local: estádio Bruno José Daniel, em Santo André (SP)
Árbitro: Guilherme Cereta de Lima (SP)
Auxiliares: Vicente Romano Neto (SP) e Everson Luis Luquesi Soares (SP)
Cartões amarelos: Jéferson (Santo André); Chicão (Corinthians)
Cartões vermelhos: Willians (Santo André); Dentinho (Corinthians)
Gols: Marcelinho Carioca, aos 26min do primeiro tempo; Wellington Saci, aos 31min do segundo tempo

Hospedagem: UOL Host