UOL Esporte Futebol
 
04/10/2008 - 17h52

São Paulo vence, encerra jejum como visitante e segue em 5º

Do UOL Esporte*
Em São Paulo
Após quase três meses, o São Paulo, enfim, voltou a vencer fora de casa. Além de evitar com que igualasse seu pior jejum como visitante na era dos pontos corridos, a vitória por 3 a 1 sobre o Ipatinga, no Ipatingão, manteve o time do Morumbi na cola dos primeiros colocados do Campeonato Brasileiro ao final da 28ª rodada.

PRINCIPAIS LANCES DO JOGO
Wolmer Ezequiel/AE
Volante Hernanes enfrenta marcação no duelo com o Ipatinga, em Minas Gerais
PRIMEIRO TEMPO
4min - GOOOOOLLLLL DO SÃO PAULO!!! Borges recebe na esquerda e cruza para Jean, que pega de primeira e faz um belo gol para o time paulista.
15min - GOOOOOLLLLL DO IPATINGA!!! Em uma jogada dentro da área, Jean coloca a mão na bola. Pênalti. Adeílson cobra e iguala o marcador.
20min - Defesa são-paulina se atrapalha dentro da área. A bola sobra para Ferreira, que, livre, chuta fraco e facilita a defesa de Bosco.
40min - GOOOOOLLLLL DO SÃO PAULO!!! Rodrigo cobra falta com violência. A bola passa pela barreira e vai para o fundo das redes. 2 a 1.
SEGUNDO TEMPO
3min - Joilson chuta da entrada da área, mas Fernando consegue defender.
5min - São Paulo pressiona em busca do terceiro. Hernanes faz bela jogada e bate forte. Atento, Fernando segura firme.
23min - Jorge Wagner recebe na entrada da área e bate cruzado, mas a bola vai para fora.
33min - GOOOOOLLLLL DO SÃO PAULO!!! Hernanes invade a área, faz bela jogada e é derrubado. Pênalti para o time paulista. Jorge Wagner cobra e faz o terceiro em seu 100º jogo pelo time.
NOTÍCIAS DO IPATINGA
NOTÍCIAS DO SÃO PAULO
CLASSIFICAÇÃO DA SÉRIE A
VEJA MAIS FOTOS DA RODADA
JUCA: SÓ O MENGO NÃO GOLEIA
Com esse resultado positivo fora de casa, algo raro nessa edição do Nacional, o São Paulo subiu para 49 pontos, mesma pontuação de Cruzeiro e Flamengo, terceiro e quarto colocados, respectivamente, que estão no G-4 por causa dos critérios de desempate. Por isso, permanece na quinta colocação.

Para se manter próximo dos primeiros colocados e ainda com o sonho vivo do título, o São Paulo sabia que era fundamental voltar a ser um "adversário indesejado", como pregavam Muricy Ramalho e seus atletas. Aliás, não sabia o que era ganhar como visitante no Campeonato Brasileiro desde o dia 16 de julho --3 a 1 sobre o Vitória-BA.

De lá para cá, foram sete jogos sem vitória. Se tropeçasse novamente, igualaria ao jejum do Brasileiro de 2005, quando não venceu durante oito partidas. Nesse período, também caiu diante da Ponte Preta, mas o jogo foi anulado por causa do escândalo da arbitragem.

O duelo de hoje foi especial para Jorge Wagner, que marcou o terceiro da equipe --Jean e Rodrigo também anotaram-- em sua 100ª partida oficial pelo clube de Morumbi. "Estou muito feliz, principalmente com essa vitória", comentou o ala/meia.

Enquanto o São Paulo se mantém vivo na briga pelo título, o Ipatinga, que vinha de uma vitória sobre o Vasco, vê a Série B mais próxima. A equipe treinada por Márcio Bittencourt estaciona nos 27 pontos e continua entre os quatro piores.

Tentará sua reabilitação na próxima quinta-feira, contra o Cruzeiro, no Mineirão. No mesmo dia, o São Paulo recebe o Náutico, no Morumbi.

O jogo
O São Paulo começou avassalador. Mesmo com o esquema com apenas um atacante (Borges), abriu o marcador, logo aos 4min do primeiro tempo. O próprio Borges cruzou para Jean, que bateu de primeira e fez um belo gol. 1 a 0. Tudo levava a crer o time paulista alcançaria uma vitória tranqüila. Mas não foi o que aconteceu.

Mesmo em desvantagem, o Ipatinga não se assustou e decidiu pressionar o adversário. E deu certo. Após o gol, os são-paulinos recuaram e foram penalizados com essa mudança de postura. Aos 15min, o mesmo Jean cometeu um pênalti infantil ao colocar a mão na bola dentro da área. Adeílson cobrou e igualou.

A partir daí, os visitantes já não levavam mais perigo. Hugo, por exemplo, que entrou com a função de auxiliar Borges no ataque, estava perdido em campo. Para piorar, sua defesa batia cabeça. Aos 20min, os zagueiros se atrapalharam. A bola sobrou para Ferreira, que, livre, bateu fraco e facilitou a defesa de Bosco.

Mesmo com a queda de produção depois de seu primeiro gol, o São Paulo conseguir ir para o intervalo em vantagem. Aos 40min, Rodrigo cobrou uma falta rasteira e com violência. A bola passou pela barreira e foi parar no fundo das redes.

Isso deu tranqüilidade ao time paulista, que passou a ter mais domínio de bola no segundo tempo. Demonstrando certo desespero por causa da necessidade de um resultado melhor, o Ipatinga lançou-se ao ataque. Mas faltava qualidade para o elenco mineiro.

Para piorar, o São Paulo chegou ao seu terceiro. Aos 31min, Hernanes recebeu na entrada da área, driblou um defensor e foi derrubado. O árbitro Evandro Rogério Roman não teve dúvidas e marcou pênalti. Dois minutos depois, Jorge Wagner bateu e fez o gol em seu 100º jogo com a camisa da equipe, colocando ponto final no jejum dos paulistas como visitante.

IPATINGA
Fernando; Márcio Gabriel, Henrique, Gian e Rodriguinho (Kempes); Augusto Recife (Pablo), Xaves, Leandro Salino e Luciano Mandi (Gilsinho); Ferreira e Adeílson
Técnico: Márcio Bittencourt

SÃO PAULO
Bosco: Rodrigo (Aislan), André Dias e Miranda; Joilson, Zé Luis, Jean, Hernanes, Hugo (Éder Luis) e Jorge Wagner; Borges (André Lima)
Técnico: Muricy Ramalho

Local: estádio Ipatingão, em Ipatinga (MG)
Data: 04/10/2008 (sábado)
Horário: 16h
Árbitro: Evandro Rogério Roman (Fifa-PR)
Assistentes: Moises Aparecido de Souza e José Carlos Dias Passos (ambos do PR)
Cartões amarelos: Zé Luis, Rodrigo e Bosco (São Paulo); Henrique (Ipatinga)
Gols: Jean, aos 4min, Adeílson, aos 15min, e Rodrigo, aos 40min do primeiro tempo; Jorge Wagner, aos 33min do segundo tempo.

Atualizado às 20h24

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host