UOL Esporte Futebol
 
09/10/2008 - 22h27

São Paulo vence Náutico, faz a "trinca" e retorna ao G-4 da Série A

Do UOL Esporte
Em São Paulo
Foi bem mais difícil do que se esperava, mas o São Paulo fez sua lição de casa e se manteve na briga pelo título da Série A do Campeonato Brasileiro. Com gol de Hernanes, aos 37min do segundo tempo, o time paulista derrotou o Náutico por 1 a 0, na noite desta quinta-feira, alcançou a "trinca vitoriosa" e retornou ao G-4 da Série A.

VEJA O GOL DA VITÓRIA DO SÃO PAULO
LEIA MAIS SOBRE FUTEBOL
LEIA O BLOG DO JUCA
Era tudo o que o técnico Muricy Ramalho queria: uma vitória para chegar embalado no clássico do dia 19 de outubro, diante do vice-líder Palmeiras, no Parque Antarctica. E conseguiu. Subiu aos 52 pontos, apenas dois atrás do elenco palmeirense, que não foi além de um empate diante do Figueirense, na quarta-feira.

Além disso, não se desgarra do líder Grêmio, que tem quatro pontos a mais, após a vitória sobre o Santos por 2 a 0. O Cruzeiro, que passou pelo ameaçado Ipatinga, também nesta quinta-feira, ocupa a terceira colocação, com 52 pontos --leva vantagem nos critérios de desempate sobre o São Paulo.

Com isso, o time do Morumbi também alcança pela terceira vez nessa edição a terceira vitória seguida --antes, Cruzeiro e Ipatinga. Também comprova sua força dentro de casa. Depois da derrota para o Grêmio, na estréia da Série A, o time paulista não perdeu mais no Morumbi. Com o resultado de hoje, contabiliza 11 vitórias e três empates.

O duelo desta quinta-feira, também marcou a volta do capitão Rogério Ceni, que se recuperou de uma lesão muscular na panturrilha e não havia atuado nas duas últimas partidas (Cruzeiro e Ipatinga).

Diferentemente do que ocorreu no último domingo, o goleiro não conseguiu inspirar seus companheiros que tiveram muitas dificuldades para passar por um adversário que optou exclusivamente a se defender. Alcançou seu objetivo somente no final do jogo, num chute de longa distância de Hernanes.

PRINCIPAIS LANCES
Rubens Cavallari/Folha Imagem
Hernanes atuou mais recuado, mas ainda assim assegurou o triunfo tricolor no fim
PRIMEIRO TEMPO
12min - Borges se livra de um defensor e bate para o gol. Atento, André Sangalli segura firme.
14min - Jorge Wagner faz boa jogada individual na entrada da área e, com o pé direito, chuta em cima do goleiro do Náutico.
40min - Após cruzamento da direita, Borges tenta duas vezes. Na segunda, o goleiro do Náutico coloca para escanteio e evita o primeiro do São Paulo.
41min - Melhor chance do São Paulo. Dagoberto é lançado e, sem marcação, tempo para pensar. Mas finaliza errado.
45min - Contra-ataque do Náutico. Felipe bateu cruzado e exige a primeira complicada defesa de Rogério Ceni.
SEGUNDO TEMPO
4min - Após cruzamento de Jorge Wagner, Jeancarlos aparece como elemento surpresa e se atira para cabecear, mas a bola vai nas mãos do camisa 1 do Náutico.
37min - GOOOOOOOOOOLLLL DO SÃO PAULO!! Passe de Borges para Hernanes, que bate forte no canto esquerdo do goleiro André Sangalli, que não pôde fazer nada.
40min - Jancarlos desvia para o gol, mas o atacante Borges toca para o fundo das redes. Arbitragem anota impedimento do atacante.
NOTÍCIAS DO SÃO PAULO
NOTÍCIAS DO NÁUTICO
CLASSIFICAÇÃO DA SÉRIE A
Além da derrota, o time pernambucano permanece próximo da zona de rebaixamento. Continua com 30 pontos, apenas três a mais do que o Vasco, 17º colocado. No dia 19 de outubro, fará o clássico pernambucano contra o Sport, na Ilha do Retiro.

O jogo
A idéia do São Paulo era pressionar o adversário desde o começo. Sem Rodrigo, suspenso, Muricy entrou com uma equipe mais ofensiva. Apenas dois zagueiros (André Dias e Miranda). Mas encontrou um time fechado e que entrou em campo com a proposta de se defender. Caso conseguisse, tentar encaixar o contra-ataque e sair de capital paulista com um resultado positivo.

Para se ter idéia, Roberto Fernandes congestionou o meio-campo, uma vez que optou pelo esquema 3-6-1. Isso prejudicou, e muito, o elenco são-paulino. Os pernambucanos tentavam provocar uma saída errada do rival, que também se mostrou lento na movimentação e principalmente na troca de passes.

Jorge Wagner, por exemplo, foi praticamente anulado em campo. Em um dos raros momentos que teve espaço, criou a primeira boa oportunidade dos paulistas em todo o primeiro tempo. Aos 14min, ele fez bela jogada na entrada da área e, com o pé direito, bateu em cima do goleiro André Sangalli.

A pressão do São Paulo idealizada para o começo do confronto teve um esboço apenas nos minutos finais da primeira etapa. Mas a dupla de ataque pecou na finalização. Na primeira, aos 40min, Borges bateu em cima de André Sangalli, que colocou para escanteio.

Um minuto depois, Dagoberto recebeu lançamento e, livre na área, calculou errado e desperdiçou a melhor chance são-paulina. Não fez e quase sofreu um. Nos acréscimos, Felipe aproveitou um contra-ataque e bateu cruzado, exigindo uma complicada defesa de Rogério Ceni.

"Já sabíamos que o Náutico viria fechado. Os jogadores não saem de trás. É só fazer um gol que as coisas vão melhorar", disse Hugo. Mas seu objetivo quase não foi atingido. O Náutico manteve a mesma eficiência na marcação, enquanto o São Paulo demonstrava os mesmos problemas de articulação.

Tanto que o técnico Muricy Ramalho decidiu sacar Jorge Wagner para colocar Richarlyson. Pouco adiantou. Quase não assustou o goleiro André Segalli. Para piorar, adiantou demais seu meio-campo e deixou exposto seu sistema defensivo. Quando tudo caminhava para o empate, Hernanes recebeu de Borges, aos 37min, e acertou um belo chute de fora da área. 1 a 0.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Zé Luis, André Dias e Miranda; Joilson (Jancarlos), Jean, Hernanes, Hugo e Jorge Wagner (Richarlyson); Dagoberto (André Lima) e Borges.
Técnico: Muricy Ramalho

NÁUTICO
André Sangalli; Adriano, Titi e Everaldo; Ruy, Reinaldo (Geraldo), Hamilton, William (Clodoaldo), Derley e Alessandro; Felipe (Gilmar).
Técnico: Roberto Fernandes

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo
Data: 09/10/2008 (quinta-feira)
Horário: 20h30
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo (Fifa-SC)
Assistentes: Carlos Berkenbrock e Alcides Zawaski Pazetto (ambos de SC)
Cartões amarelos: Reinaldo e William (Náutico); André Dias e Hernanes (São Paulo)
Gols: Hernanes, aos 37min do segundo tempo

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host