UOL Esporte Futebol
 
11/10/2008 - 20h12

Atlético-MG vence e não toma conhecimento da torcida e do Fla

Fernando Narazaki
No Rio de Janeiro*
Para Márcio Braga, o time tinha condições de ser campeão. Porém, a "festa" do suposto hexa ficou mais complicada para o Flamengo. Isso porque, apesar da presença de mais 77 mil pagantes, o time sucumbiu diante da maior aplicação do Atlético-MG, que venceu de forma categórica por 3 a 0, neste sábado, no Maracanã, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Castillo, Renan Oliveira e Leandro Almeida decretaram o triunfo dos visitantes.

A torcida praticamente lotou o Maracanã - alguns espaços estavam vazios na arquibancada verde -, mas teve pouco motivos para apoiar o time. O Flamengo cansou de errar passes, não teve criatividade para superar a boa marcação adversária e mostrou muita afobação.

Assim, o Atlético-MG sobe aproveitar os espaços para definir o triunfo, levando à loucura os flamenguistas, que já deixavam o Maracanã na metade do segundo tempo. Bastou o primeiro gol do visitante para a torcida voltar a pedir a demissão do técnico Caio Júnior, além de xingar o presidente Márcio Braga. O comandante foi vaiado a cada substituição e viu atônito o domínio rival.

"Realmente eles foram melhores, e dominaram a gente", lamentou Caio Júnior, que culpou principalmente o excesso de passes errados da equipe. Para o goleiro Bruno, a precipitação custou caro ao rubro-negro carioca. "Nos primeiros 20 minutos, o time foi para cima, mas tentava de qualquer jeito e não teve sucesso. Demos o contra-ataque e era isso que eles queriam", avaliou.

Com o resultado, o Flamengo terá uma semana complicada na preparação para enfrentar o Vasco, em clássico no próximo domingo (19 de outubro), às 18h10, no Maracanã. Se não bastasse encarar o maior rival, o rubro-negro está fora do G-4, já que manteve os 49 pontos, viu os maiores rivais (São Paulo e Cruzeiro) vencerem e caiu assim para o quinto lugar.

Já o Atlético-MG se distancia de vez da zona de rebaixamento, indo a 37 pontos, nove a mais que o Atlético-PR (primeiro na degola), e ficando na 12ª colocação. Com o bom clima, o alvinegro enfrentará o Cruzeiro, às 16h, no Mineirão, também em 19 de outubro.

O jogo

Empurrado pela torcida, o Flamengo partiu para cima desde o início do embate. Contudo, o Rubro-Negro afunilava as jogadas pela lateral direita e pouco utilizava o flanco oposto, que contava com o improvisado Sambueza. Já o Atlético-MG imprimia uma forte marcação e tentava explorar os contra-ataques.

PRINCIPAIS LANCES DO JOGO
PRIMEIRO TEMPO
24min - Castillo desce pela direita e alça na área. Pedro Paulo chuta de primeira e Bruno faz ótima defesa, espalmando pela linha de fundo.
27min - Leonardo Moura avança pela direita, faz cruzamento milétrico para Marcelinho Paraíba, que manda no travessão.
30min - GOOOLLL DO ATLÉTICO-MG!!! - Castillo aproveita "estourada" e, de primeira, acerta o ângulo do goleiro Bruno.
39min - Castillo leva a melhor, cruza, mas Renan cabeceia fraco.
SEGUNDO TEMPO
2min - Castillo desce pela direita e alça na área. Pedro Paulo chuta de primeira e Bruno faz ótima defesa, espalmando pela linha de fundo.
3min - Renan Oliveira faz belo passe para Pedro Paulo no ataque. O atacante invade a área, sozinho, e conclui em cima de Bruno.
19min - GOOOLLL DO ATLETICO-MG!!! - Serginho puxa excelente jogada pela esquerda e deixa Renan Oliveira livre para deslocar Bruno.
29min - GOOOLLL DO ATLETICO-MG!!! - Bruno espalma arremate de Márcio Araújo nos pés de Leandro Almeida, que só completa.
PÁGINA DO FLAMENGO
PÁGINA DO ATLÉTICO-MG
BRASILEIRO 2008
Apesar da disposição de ambos, os times erravam muito na troca de passes e os goleiros quase não tinham trabalho. Porém, isso passou a mudar a partir dos 20 minutos, quando Bruno fez defesa importante depois de uma "linha burra" da zaga rubro-negra.

A resposta do Flamengo veio aos 27, quando Marcelinho Paraíba desferiu bela cabeçada com a bola atingindo o travessão. Contudo, o Galo mineiro respondeu da forma mais efetiva possível. Aos 30, Castillo fez um belo gol ao acertar o ângulo de Bruno.

A equipe mineira cresceu com o gol e o nervosismo tomou conta da equipe rubro-negra. A torcida do Flamengo passou a pedir raça ao time, que foi para o vestiário inferiorizado no placar, recebendo vaias das arquibancadas.

O segundo tempo começou eletrizante. Prova disso é que, em menos de dois minutos, um lance de perigo para cada lado. A esta altura, Renan Oliveira passava a desequilibrar a favor do Atlético-MG. Já Ibson era intensamente vaiado pelos torcedores da casa.

Ao tomar conhecimento disso e ciente de que só a vitória interessava, Caio Júnior sacou o volante e promoveu a entrada de Max. Com isso, Marcelinho Paraíba foi recuado e o argentino se juntou a Vandinho na linha de frente.

Contudo, o time visitante começou a consolidar a vitória aos 20 minutos. A genialidade de Renan Oliveira foi premiada após passe primoroso de Serginho. O golpe de misericórdia veio aos 29, com Leandro Almeida, depois de uma falha do goleiro Bruno.

Com o placar decidido a favor dos visitantes, boa parte dos torcedores já tinha deixado as dependências do Maracanã. Os que ficaram, gritaram olé e hostilizaram e muito o técnico Caio Júnior, que teve de assistir a uma grande atuação do Atlético e à oitava derrota do Flamengo na competição.

FLAMENGO
Bruno; Leonardo Moura, Dininho, Ronaldo Angelim e Sambueza; Jaílton, Ibson (Maxi), Toró e Kleberson (Erik Flores); Marcelinho Paraíba e Vandinho (Obina)
Técnico: Caio Júnior.

ATLÉTICO-MG
Juninho; Sheslon, Marcos, Leandro Almeida e César Prates; Serginho, Márcio Araújo, Elton (Rafael Miranda) e Renan Oliveira (Petkovic); Pedro Paulo (Tchô) e Castillo
Técnico: Marcelo Oliveira

Data: 11/10/2008 (sábado)
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Paulo César Oliveira (Fifa-SP)
Auxiliares: Ednilson Corona (Fifa-SP) e Carlos Augusto Nogueira Júnior (SP)
Público: 77.387 pagantes
Renda: R$ 1.545.250,00
Cartões amarelos: Jailton e Sambueza (Flamengo); Pedro Paulo, Rafel Miranda e Marcos (Atlético-MG)
Gols: Castillo, aos 30min do primeiro tempo; Renan Oliveira, aos 19min, e Leandro Almeida, aos 29min do segundo tempo

* Atualizada às 23h10

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host