UOL Esporte Futebol
 
18/10/2008 - 20h24

Santos vence, respira no BR-08 e freia esperança do Botafogo

Do UOL Esporte
No Rio de Janeiro
Melhor em boa parte do jogo, o Santos derrotou o Botafogo por 1 a 0, neste sábado, no Engenhão, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, e respirou na competição. O gol de Molina fez a equipe paulista chegar aos 36 pontos e se afastar ainda mais da zona de rebaixamento do certame.

ASSISTA AO GOL SANTISTA
"Eu comemorei para desabafar mesmo. Há um mês não estava passando por momentos muito bons, mas agora as coisas estão melhorando de novo. Bati forte e fechado para que o goleiro não pudesse pegar. Acho que bati como tinha que ser e peguei o goleiro de surpresa", explicou Molina após celebrar seu gol com a torcida santista.

Enquanto isso, o Botafogo, que ainda luta por uma vaga na Copa Libertadores da América de 2009, parou nos 46 pontos e viu seu sonho ficar mais distante de ser realizado.

"Foi lamentável, principalmente o nosso segundo tempo. Temos que esquecer a derrota, pois temos um grupo qualificado para chegar em algum lugar respeitável dentro do Campeonato Brasileiro", lamentou Diguinho após o duelo.

Na próxima rodada, o clube carioca encara o Ipatinga fora de casa, dia 25, às 16h (horário de Brasília). Antes, porém, tem o compromisso pelas quartas-de-final da Copa Sul-Americana. O time pega o Estudiantes-ARG, em La Plata, terça-feira, às 22h (horário de Brasília).

Já o Santos, que só disputa até o fim do ano o Brasileiro, recebe o Figueirense, também dia 25, às 18h20 (horário de Brasília), na Vila Belmiro.

Garrincha homenageado

PRINCIPAIS LANCES
AE
Colombiano Molina (d) marcou o gol que deu vitória ao Santos sobre o Botafogo
PRIMEIRO TEMPO
16min - Wellington Paulista recebe na cara do gol e chuta para a ótima defesa de Fábio Costa.
21min - Wellington Paulista arrisca e Fábio Costa, com o pé, salva o Santos.
29min - Após centro da esquerda, Lima se antecipa e toca na bola. Renan evita o gol do Santos.
43min - Thiaguinho cruza da direita, Wellington Paulista cabeceia, mas Fábio Costa, novamente, defende.
SEGUNDO TEMPO
11min - Carlos Alberto bate escanteio pela direita, Zárate cabeceia e a bola "tira tinta" da trave direita de Fábio Santos.
14min - Kleber toca para Robson, que chuta para a defesa segura de Renan.
26min - GOOOLLL DO SANTOS!!! Molina bate falta e joga no ângulo direito de Renan, que ainda foi na bola, mas não alcançou.
31min - Contra-ataque do Santos. Lima recebe na frente e chuta para a ótima defesa de Renan. Na sobra, Molina arrisca e o goleiro do Botafogo evita o segundo gol do Peixe.
PÁGINA DO BOTAFOGO
PÁGINA DO SANTOS
BRASILEIRO 2008
FÁBIO COSTA CELEBRA RETORNO
SANTOS EXALTA VITÓRIA FORA
COM GOL, MOLINA DESABAFA
DIGUINHO QUER ESQUECER JOGO
LUCIO FLÁVIO NÃO JOGA NA 3ª FEIRA
CARLOS ALBERTO É VAIADO
ATRASO SALARIAL NÃO ATRAPALHOU
Antes de a bola rolar, aconteceu uma homenagem a Garrincha, eterno ídolo da torcida do Botafogo e campeão mundial com a seleção brasileira nas Copas de 1958 e 1962. Ele completaria 75 anos neste sábado. O busto do jogador, que ficava em General Severiano, foi levado para o Engenhão.

A família de Garrincha esteve presente, menos o filho sueco Ulf, além de ex-companheiros do craque. Os atuais jogadores alvinegros também fizeram sua parte entrando em campo com uma camisa comemorativa.

O jogo

A partida começou com o Botafogo em cima do Santos. O alvinegro carioca dominou os primeiros dez minutos, mas, aos poucos, o paulista equilibrou as ações.

A partir daí, os goleiros começaram a entrar em ação. Fábio Costa fez ótimas defesas, principalmente nos chutes de Wellington Paulista. O mesmo ocorreu em relação a Renan, nos arremates de Lima.

Aos 29 minutos, um problema para o Botafogo. Com uma lesão na coxa esquerda, o apoiador Lúcio Flávio foi obrigado a deixar o jogo. O técnico Ney Franco decidiu pela entrada do atacante argentino Zárate.

Logo depois, o problema acabou sendo do Santos. Aos 41 minutos, lesionado na virilha, o atacante paraguaio Cuevas precisou deixar o gramado para a entrada de Robson.

Aos 43, quase o Santos foi para o intervalo em desvantagem. Porém, Fábio Costa salvou na cabeçada de Wellington Paulista. "Ele está agarrando muito bem", reconheceu o apoiador Carlos Alberto.

O segundo tempo começou equilibrado e muito corrido. Com um melhor toque de bola, até porque o Botafogo perdeu o meio de campo, o Santos chegava com mais perigo. Aos 14 minutos, Robson chutou e Renan defendeu.

ANÁLISE DO JUCA
Crédito
"Se Lima não perdesse tantos gols, o resultado teria sido até folgado"
BLOG DO JUCA KFOURI
Para tentar mudar essa situação, Ney Franco, aos 24, sacou o atacante Wellington Paulista e colocou o apoiador Lucas Silva. Só que dois minutos depois, de falta, Molina abriu o placar para o Santos.

Com a vantagem no placar, o Santos passou a ser absoluto. Aos 31 minutos, perdeu uma ótima oportunidade de matar o jogo, quando Lima desperdiçou na frente de Renan. Na sobra, o goleiro alvinegro defendeu o chute de Molina.

Na sua última cartada, Ney Franco, aos 35, tirou Carlos Alberto e colocou Marcelinho. O Botafogo, totalmente desorganizado não conseguiu produzir nada.

BOTAFOGO
Renan, Thiaguinho, Renato Silva, André Luís e Triguinho; Diguinho, Túlio, Lúcio Flávio (Zárate) e Carlos Alberto (Marcelinho); Jorge Henrique e Wellington Paulista (Lucas Silva).
Técnico: Ney Franco

SANTOS
Fábio Costa, Wendel, Domingos, Adaílton (Fabão) e Kleber; Roberto Brum, Rodrigo Souto, Bida (Pará) e Molina; Cuevas (Robson) e Lima.
Técnico: Márcio Fernandes

Data: 18/10/2008 (Sábado)
Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Auxiliares: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Carlos Berkenbrock (SC)
Cartões amarelos: Renato Silva e André Luís (Botafogo). Domingos, Roberto Brum e Wendel (Santos)
Gol: Molina, aos 26 minutos do segundo tempo

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host