UOL Esporte Futebol
 
19/10/2008 - 17h57

Palmeiras reage no fim, empata e mantém São Paulo atrás na tabela

Alexandre Sinato e Carlos Padeiro*
Em São Paulo
Palmeiras e São Paulo protagonizaram na tarde deste domingo mais um clássico tumultuado e emocionante no estádio do Parque Antarctica. O time alviverde perdia por 2 a 0 até aos 33min do segundo tempo, empatou em dois minutos e, com os 2 a 2 no placar, segue na frente do rival tricolor na tabela do Campeonato Brasileiro.

VEJA OS QUATRO GOLS DO CLÁSSICO
VEJA ÁLBUM DE FOTOS DA RODADA
Rogério Ceni, em cobrança de pênalti, e Dagoberto marcaram para os visitantes, e Kléber e Leandro balançaram as redes para os donos da casa.

O Palmeiras soma agora 55 pontos e caiu da segunda para a terceira colocação - foi ultrapassado pelo Cruzeiro, que ganhou do Atlético-MG. Já o São Paulo segue em quarto, com 53 pontos. O líder Grêmio perdeu para a Portuguesa e continua com 56.

"Foi ótimo [o resultado], principalmente porque a gente jogou mal. Foi legal a reação do time, seria injusto perder por 2 a 0 do São Paulo depois do campeonato incrível que a gente está fazendo. O Vanderlei [Luxemburgo] abriu o time, podia perder por três ou cinco a zero, mas conseguimos empatar", celebrou o capitão palmeirense Marcos.

PRINCIPAIS LANCES
Fernando Santos/Folha Imagem
Zé Luis e Alex Mineiro disputam bola em clássico aberto e repleto de bons lances
PRIMEIRO TEMPO
6min - GOOOOOOOOLLLLLLL DO SÃO PAULO!!! Léo Lima comete pênalti ao derrubar Jean dentro da área. Rogério Ceni bate com categoria, no canto esquerdo de Marcos, e abre o placar.
10min - Após escanteio da direita, Alex Mineiro desvia para trás e Roque Júnior, de cabeça, manda no canto esquerdo. Rogério Ceni se estica e faz linda defesa. No rebote, a bola é afastada.
21min - Jorge Wagner encara a marcação de Roque Júnior, leva a melhor e bate cruzado. Marcos cai para o lado esquerdo e rebate.
22min - Alex Mineiro aproveita vacilo de Rodrigo, invade a pequena área pela esquerda e chuta sobre Rogério Ceni.
29min - Evandro levanta a bola da direita e Kléber, na área, conclui com força. Rogério Ceni, mais uma vez, faz grande defesa.
36min - Élder Granja faz cruzamento na medida e Alex Mineiro cabeceia bonito. A bola bate no travessão, na linha do gol, mas não entra.
45min - GOOOOOOOOLLLLLLLL DO SÃO PAULO!!! Léo Lima erra na saída de bola e é desarmado por Hernanes, que lança Dagoberto. O atacante vai para cima de Gustavo, faz a finta e acerta o canto esquerdo de Marcos para fazer 2 a 0.
SEGUNDO TEMPO
9min - Élder Granja recebe em velocidade, engana Jorge Wagner e, dentro da área, chuta para fora, perdendo boa chance.
27min - Dagoberto faz o domínio na entrada da área, acha espaço diante de Gustavo e busca o canto superior do gol palmeirense, errando por pouco.
33min - GOOOOOOOLLLLLLL DO PALMEIRAS!!! Denílson dribla André Dias pela direita da área e cruza rasteiro. A bola passa entre as pernas de Rogério Ceni e Kléber aparece para empurrá-la para o fundo das redes.
35min - GOOOOOOOOOLLLLLLL DO PALMEIRAS!!! Leandro cobra falta da meia esquerda, Dagoberto desvia de cabeça na barreira e engana Rogério Ceni, que salta, mas não evita o empate.
40min - Jorge Wagner bate escanteio da direita e Marcos se esforça para impedir o gol olímpico. No rebote, a zaga palmeirense consegue afastar.
44min - Rogério Ceni bate falta e carimba a barreira. Na sobra, Hernanes aparece livre na área, mas pega mal na bola e perde grande oportunidade.
CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRÃO
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO PALMEIRAS
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO SÃO PAULO
MARCOS APROVA RESULTADO
TÉCNICOS DIVERGEM SOBRE JUIZ
SÃO PAULO AINDA ESTÁ NA BRIGA
"Foi um jogo espaçado e aberto, com oportunidades lá e cá. No segundo tempo, o São Paulo se postou bem defensivamente, mas o Denílson fez uma jogada individual bonita e saiu o primeiro gol. O segundo gol foi uma infelicidade nossa, o Dagoberto foi tentar tirar a bola e desviou contra", observou, do outro lado, o capitão Rogério Ceni.

"Pra nós fica um 'senão', pois a gente estava vencendo por 2 a 0 e sair com 2 a 2 não é o mais agradável. Pela circunstancias foi um resultado melhor para o Palmeiras", finalizou o goleiro são-paulino.

O jogo

O duelo que ganhou ares de decisão durante a semana, já que as duas equipes brigam pelo título, começou de forma eletrizante. Com pouco mais de 11 minutos, o São Paulo já ganhava por 1 a 0, Diego Souza e Borges tinham sido expulsos, Rogério Ceni fez uma grande defesa após cabeçada de Roque Júnior, Dagoberto marcou um gol impedido e o técnico Vanderlei Luxemburgo sacou o zagueiro Maurício para a entrada do meia Evandro.

Logo aos 6min, Jean recebeu na área e foi derrubado por Léo Lima. O árbitro Sálvio Spinola marcou pênalti. Rogério Ceni bateu no canto esquerdo do gol de Marcos, que pulou para o lado direito, e anotou o seu sétimo gol contra o time alviverde na história.

No reinício da partida, jogadores do São Paulo ficaram em frente à bola no centro do campo para não permitirem que os palmeirenses tentassem surpreender Ceni, que retornava para o seu gol. Diego Souza e Borges se estranharam, na visão do árbitro, e foram expulsos.

Para suprir as ausências, Luxemburgo colocou Evandro, e Muricy adiantou Hugo para atuar como segundo atacante, mais próximo a Dagoberto.

Os donos da casa partiram para o ataque, mas pararam em uma atuação inspirada de Rogério Ceni. O capitão são-paulino realizou defesas à queima-roupa, após finalizações de Alex Mineiro e Kléber.

Na parte disciplinar, a partida continuou quente. Roque Júnior se desentendeu com Dagoberto, e ambos foram advertidos com cartão amarelo. Hugo, Rodrigo e Kléber também foram punidos.

Aos 36min, a melhor oportunidade do Palmeiras: Alex Mineiro cabeceou, a bola bateu no travessão e caiu em cima da linha do gol. Alguns jogadores reclamaram que a bola teria entrado.

Entretanto, de tanto pecar na finalização, o time da casa foi castigado aos 45min. O contra-ataque começou por causa de um passe errado de Léo Lima. Dagoberto avançou pelo meio, não foi interceptado pela defesa e bateu colocado, no canto esquerdo de Marcos: 2 a 0.

"O time está bem no jogo, conseguimos fazer dois gols e agora é manter e não dar brecha", observou Dagoberto, no intervalo da partida.

"A gente não tinha que abrir o jogo, porque estávamos na frente do São Paulo na tabela. Acho que o Sálvio não foi feliz ao marcar o pênalti e nós perdemos muitos gols", comentou Marcos.

ANÁLISE DO JUCA
Crédito
"Um jogo de uma intensidade como há muito não se via nos gramados de São Paulo"
BLOG DO JUCA KFOURI
O Palmeiras voltou para a etapa final com dificuldades para pressionar o adversário, que explorou os contragolpes e desperdiçou pelo menos três oportunidades de matar o jogo.

Quando tudo indicava que os são-paulinos voltariam para o Morumbi com os três pontos, Denílson avançou pela área, deixou André Dias no chão e rolou para Kléber desviar para o gol.

A torcida voltou a empurrar o time e, aos 35min, Leandro empatou em cobrança de falta. A bola ainda desviou na cabeça de Dagoberto antes de entrar: 2 a 2.

PALMEIRAS 2 X 2 SÃO PAULO

PALMEIRAS
Marcos; Gustavo, Roque Júnior e Maurício (Evandro); Élder Granja, Sandro Silva (Denílson), Léo Lima (Pierre), Diego Souza e Leandro; Kléber e Alex Mineiro
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Miranda, André Dias e Rodrigo; Zé Luis, Jean, Hernanes, Hugo (Éder Luis) e Jorge Wagner; Dagoberto e Borges.
Técnico: Muricy Ramalho

Local: estádio do Parque Antarctica, em São Paulo (SP)
Árbitro: Sálvio Spínola Fagundes Filho (Fifa - SP)
Auxiliares: Ednilson Corona e Emerson Augusto de Carvalho, ambos Fifa - SP
Gols: Rogério Ceni (SP), aos 6min, e Dagoberto (SP), aos 45min do primeiro tempo; Kléber (P), aos 33min, e Leandro (P), aos 35min do segundo tempo
Cartões amarelos: Léo Lima (P), Kléber (P), Roque Júnior (P), Gustavo (P), Élder Granja; Dagoberto (SP), Hugo (SP), Rodrigo (SP)
Cartões vermelhos: Borges (SP); Diego Souza (P) e Roque Júnior (P)
Público: 26.676
Renda: R$ 769.962,50

*Atualizado às 20h16

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host