UOL Esporte Futebol
 
29/10/2008 - 23h49

São Paulo bate Botafogo, embala e alcança líder Grêmio

Do UOL Esporte
No Rio de Janeiro
Em uma partida com lances polêmicos e grande emoção no movimentado segundo tempo, o São Paulo venceu o Botafogo por 2 a 1, nesta quarta-feira, na sua estréia no estádio do Engenhão, em confronto da 32ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com a derrota do Grêmio por 3 a 0 para o Cruzeiro, a equipe paulista, que teve seus gols nos pés de Jean e Hernanes, chegou aos 59 pontos e agora só perde para a equipe gaúcha no número de vitórias (17 contra 16). Já o time alvinegro, que saiu vaiado de campo, segue em sexto, com 49 e ainda mais longe da Copa Libertadores. Wellington Paulista marcou o gol para os cariocas.

"Realmente ficou complicada a nossa situação dentro da competição por uma vaga na Libertadores. Mas é seguir lutando nas últimas seis partidas. Porém, não podíamos dar esse mole, principalmente atuando no Engenhão", lamentou Wellington Paulista.

"Este jogo era importante, pois fez a diferença para encostarmos na equipe do Grêmio. A vitória foi suada, mas boa e que nos deixa mais próximo do título", disse o aliviado Hernanes. "O time está forte e motivado, empenhado na briga pelo título, dando a vida e o sangue. Foi um jogo muito disputado e difícil", disse o aliviado Hernanes.

PRINCIPAIS LANCES
Rafael Andrade/Folha Imagem
Hernanes comemora o gol que deu a vitória ao time tricolor contra o Bota no Engenhão
PRIMEIRO TEMPO
8min - Hernanes chuta da direita, mas Hugo não consegue desviar para o gol.
11min - Mais uma vez, Hernanes bate de fora da área e Renan grande defesa.
17min - Jorge Wagner arrisca de longe e Renan faz grande defesa, espalma para escanteio.
42min - Zé Carlos pega chute forte de fora da área, a bola passa á esquerda de Rogério Ceni.
SEGUNDO TEMPO
16min - GOOOLLL DO SÂO PAULO!!! - Renan saiu jogando errado e colocou nos pés de Jean, que encobriu o arqueiro alvinegro.
23min - GOOOLLL DO BOTAFOGO!!! - Fábio invade a área e divide com Rogério. A bola sobra para Miranda, que não consegue dominar e Wellington Paulista se aproveita.
27min - André Luís cobra falta no ângulo de Rogério Ceni, que espalma com muita dificuldade.
28min - GOOOLLL DO SÂO PAULO!!!- Diguinho sai jogando errado e Dagoberto avança e toca para Hernanes, que acha um buraco para vencer Renan.
As duas equipes voltam a campo no próximo domingo. O Botafogo visitará o Atlético-MG, às 17 horas (de Brasília), no estádio do Mineirão. Já a equipe comandada por Muricy Ramalho pegará o Internacional, às 19h10, em casa, no Morumbi.

Marasmo de ambos os lados no primeiro tempo

O equilíbrio se fez presente desde o início do confronto. Empurrado pela vibração de sua torcida, o Botafogo tentava partir para o ataque explorando as jogadas pela direita. Já o São Paulo fazia valer suas características principais: as jogadas aéreas e os contra-ataques. Em um deles, Hugo quase abriu o placar após cruzamento de Dagoberto.

A igualdade entre as equipes e as poucas chances de gol eram traduzidas no placar. Muita briga no meio campo, excesso de rispidez nas jogadas faltosas e pouca criatividade de parte a parte. Carlos Alberto e Lucio Flavio faziam falta ao time da casa. Já o São Paulo não conseguia furar o forte bloqueio implementado pelo time de Ney Franco.

Jorge Henrique e Wellington Paulista atuavam de forma isolada na frente e quase sempre perdiam as jogadas para os defensores paulistas. Com isso, Zé Carlos e Alessandro tentavam avançar e ludibriar o adversário. O ala esquerdo arrematou bem chance rara aos 42 da etapa inicial.

A inoperância das equipes no aspecto ofensivo persistiu, mas apenas no início da etapa final. Tentando mudar o panorama, Ney Franco sacou o discreto Zé Carlos e o zagueiro Edson para promover as entradas de Fábio e Luciano Almeida, respectivamente.

Lances polêmicos e três gols na etapa final

Dado o equilíbrio do confronto, ficava claro que o gol sairia de uma falha individual de algum atleta. Isto aconteceu quando o goleiro Renan falhou de forma grosseira ao repor uma bola. Jean aproveitou e abriu o marcador, aos 16min da etapa final. Nas arquibancadas, os familiares do jovem goleiro sofriam e já amargavam as críticas que estariam por vir.

ANÁLISE DO JUCA
Crédito
"São Paulo, com sorte de campeão"
BLOG DO JUCA KFOURI
Ciente disso, Wellington Paulista "salvou a pele" de seu companheiro. O atacante aproveitou jogada confusa e deixou seu sexto gol na competição, aos 23min do segundo tempo. Cinco minutos mais tarde, Rogério Ceni brilhou em falta cobrada por André Luis. Contudo, em outra falha individual, desta vez de Diguinho, o São Paulo ampliou. Hernanes foi competente para vencer Renan, aos 29min.

Dois minutos mais tarde, Lucas Silva marcou, mas o impedimento do atacante Wellington Paulista foi marcado por Sérgio da Silva Carvalho, o que causou extrema revolta no time alvinegro e no presidente Bebeto de Freitas que, muito irritado, quase invadiu o gramado e proferiu: "Isso é mão armada, uma vergonha. A bola bateu no jogador do São Paulo", disse, antes do apito final.

O goleiro e capitão são-paulino Rogério Ceni disse, na saída do gramado, que o assistente anulou corretamente o gol botafoguense. "Ele estava na minha frente e não vi quando a bola veio, ou seja, ele participou do lance", explicou o camisa 1 tricolor.


BOTAFOGO
Renan, Renato Silva, Edson (Luciano Almeida) e André Luís; Alessandro, Leandro Guerreiro, Túlio (Lucas Silva), Diguinho e Zé Carlos (Fábio); Jorge Henrique e Wellington Paulista.
Técnico: Ney Franco

SÃO PAULO
Rogério Ceni, Rodrigo, André Dias, Miranda; Jancarlos, Jean, Hernanes, Hugo (Anderson) e Jorge Wagner; Dagoberto (Bruno) e Borges (André Lima).
Técnico: Muricy Ramalho

Data: 29/10/2008 (Quarta-feira)
Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Sérgio da Silva Carvalho (DF)
Assistentes: Altemir Hausmann (Fifa-RS) e Renato Miguel Vieira (DF)
Público: 12.356 pagantes
Renda: R$ 92.023,00
Cartões amarelos: Diguinho, Alessandro e Renato Silva (Botafogo); Hugo, Rodrigo e André Dias (São Paulo)
Gols: Jean, aos 16min, Wellington Paulista, aos 23min, Hernanes, aos 29min do segundo tempo

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host