UOL Esporte Futebol
 
02/11/2008 - 21h01

São Paulo confirma reação, bate Internacional e assume liderança

Jorge Corrêa
Em São Paulo
A torcida do São Paulo reconheceu o bom momento do time, atendeu aos pedidos dos jogadores e do técnico Muricy Ramalho e compareceu em bom número ao estádio do Morumbi. E quem foi não se arrependeu, até mesmo com a forte chuva que caiu. Os são-paulinos viram o time tricolor vencer o Internacional por 3 a 0 e assumir a liderança do Brasileiro deste ano pela primeira vez.

Com o resultado positivo, a equipe paulista assumiu a ponta da tabela do Nacional de 2008 deste ano por conta do empate do Grêmio por 1 a 1 com o Figueirense, mesmo jogando em casa, no estádio Olímpico. Com essa igualdade, os tricolores gaúchos caíram para a terceira colocação da tabela.

A vitória sobre o Internacional, que caiu para a nona colocação da tabela, confirmou a reação do São Paulo no Brasileirão. Após perder para o Grêmio na primeira rodada do segundo turno, o time paulista ficou com 11 pontos a menos que os gaúchos. Agora, além de assumir a liderança, o time já soma 13 jogos seguidos sem perder no torneio.

Mesmo sem muitas pretensões na competição nacional e com um time misto, os colorados começaram o jogo indo mais para o ataque e pressionando. Mesmo assim, o São Paulo foi melhor na maior parte do tempo e abriu o placar com Borges, aos 29min do primeiro tempo. Com 7min da etapa complementar, Dagoberto marcou o segundo, e Hugo o terceiro, aos 36 min do segundo tempo.

Na próxima rodada, o São Paulo enfrenta a Portuguesa no estádio do Canindé, no sábado, às 18h30 (de Brasília). Já o Internacional recebe o Ipatinga no domingo, no estádio do Beira-Rio, pela 34ª jornada da competição nacional.

PRINCIPAIS LANCES
Folha Imagem
O São Paulo venceu o Inter por 3 a 0 e assumiu a liderança do Brasileirão
PRIMEIRO TEMPO
18min - Na trave!!! Cruzamento da direita, Jorge Wagner sobe bem e cabeceia. A bola bate na trave e, no rebote, Borges é desarmado pela zaga.
23min - Defende Rogério!!! Walter recebe na entrada da área, chuta forte e cruzado. Rogério Ceni faz boa defesa.
27min - Cruzamento na área, a zaga do Inter faz o corte e Dagoberto pega a sobra da entrada da área. A bola desvia na zaga e sai pela linha de fundo.
29min - GOOOOOOOOOOOOOOOL DO SÃO PAULO!!! Jorge Wagner cobra falta da direita, Miranda desvia de cabeça e Lauro defende. No rebote, Borges, livre, só tem o trabalho de tocar para o gol.
44min - Jorge Wagner faz grande jogada pela esquerda, passa por dois marcadores e cruza para Borges, que pega de primeira e manda por cima do gol.
SEGUNDO TEMPO
5min - Boa jogada de Hernanes pela direita, ele ganha da marcação, vai até a linha de fundo e cruza. Lauro antecipa a Borges e fica com a bola.
7min - GOOOOOOOOOOOOOOOL DO SÃO PAULO!!! Dagoberto rouba a bola no meio, arranca, da um drible da vaca em Bolívar, entra na área e chuta na saída de Lauro. Um golaço!!!
13min - Hernanes arrisca de fora da área e Lauro espalma para afastar o perigo.
36min - GOOOOOOOOOOOOOOOL DO SÂO PAULO!!! Ataque rápido do São Paulo, Hugo chuta da entrada da área, a bola bate na trave e volta na cabeça dele mesmo que manda para o fundo do gol.
CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRO
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO SÃO PAULO
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO INTER
O técnico Tite colocou o Inter com três homens de frente (Taison, Alex e Walter) e começou o jogo pressionando. Essa ofensividade colorada pegou o São Paulo de surpresa e o time da casa passou os dez minutos iniciais de partida praticamente todo em seu campo de defesa. Mas a equipe visitante não transformava sua superioridade em chances claras de gol.

Sufocado pela marcação do Internacional, o São Paulo conseguiu melhorar na partida tocando com mais tranqüilidade e ficando com a posse de bola. Com a defesa adversária bem postada, os são-paulinos tentavam chutes de fora da área e cruzamentos. A primeira grande chance foi um cabeceio na trave de Jorge Wagner aos 18min.

Após a pressão inicial, os visitantes assumiram uma postura mais defensiva, ficando com a arma dos contra-ataques, que faziam o goleiro Rogério Ceni trabalhar. Vendo o São Paulo chegar com perigo, o Inter exagerava no número de faltas ao redor de sua área, e foi exatamente dessa forma que o time tricolor conseguiu abrir o placar.

Com 29min do primeiro tempo, Jorge Wagner cobrou falta para o meio da área, e Miranda desviou. O goleiro Lauro fez boa defesa, mas Borges pegou no rebote para marcar seu nono gol no Campeonato Brasileiro deste ano, acabando com um jejum de dois meses sem balançar as redes adversárias.

Depois de abrir o placar, os são-paulinos diminuíram um pouco o ritmo, mas os colorados não conseguiam chegar com perigo ao ataque. Mesmo de forma mais lenta, o São Paulo seguia levando perigo ao gol de Lauro. "Foi um bom primeiro tempo, mas temos de errar menos, para não dar chance do contra-ataque", disse o zagueiro são-paulino André Dias na saída para o intervalo.

"Fiquei feliz de marcar mais um gol, principalmente porque tínhamos a consciência da dificuldade que teríamos nessa partida. Agora, precisamos voltar com essa mesma pegada para o segundo tempo", disse Borges, seguido por Miranda. "É um jogo complicado, mas temos de seguir assim. Eles marcaram bem, só que queremos a vitória."

O segundo tempo começou em ritmo mais lento que o primeiro, mas da mesma forma da etapa inicial, o Inter tomou a iniciativa, sem muita eficiência. Atento às falhas do time gaúcho, o São Paulo se aproveitava dos contra-ataques e foi dessa forma que conseguiu ampliar o placar no estádio do Morumbi.

ANÁLISE DO JUCA
Crédito
"Ao assumir pela primeira vez a liderança do Brasileirão, o São Paulo avisa os concorrentes que assumiu para ficar"
BLOG DO JUCA KFOURI
Aos 7min do segundo tempo, Dagoberto roubou a bola no meio campo, driblou o zagueiro Bolívar, ganhou na corrida e deu um leve toque por cima do goleiro Lauro, marcando um belo gol, para felicidade dos mais de 54 mil são-paulinos que compareceram ao Morumbi.

Após marcar o segundo, o São Paulo ficou mais em seu campo defensivo, segurando as fracas tentativas de ataque do Internacional. Mesmo assim, o time ainda conseguiu marcar o terceiro gol. Com 36min do segundo tempo, Hugo chutou uma bola na trave e ele mesmo, no rebote, deu números finais.

SÃO PAULO
Rogério Ceni; Rodrigo (Juninho), André Dias e Miranda; Zé Luis, Jean, Hernanes, Hugo e Jorge Wagner; Borges (André Lima) e Dagoberto (Jancarlos)
Técnico: Muricy Ramalho

INTERNACIONAL
Lauro; Ângelo (Rosinei), Álvaro, Bolívar e Marcão; Edinho, Guiñazu, Sandro e Taison (Andrézinho); Alex e Walter (Guto)
Técnico: Tite

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo
Data: 02/11/2008 (domingo)
Horário: 19h10 (de Brasília)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Roberto Braatz (PR) e Erich Bandeira (PE)
Público: 54.160 pagantes
Renda: R$ 1.084.830,00
Cartões amarelos: Álvaro, Guiñazu, Bolívar, Rosinei (Int); Dagoberto, Hugo (SP)
Gols: Borges, aos 29min do primeiro tempo; Dagoberto, aos 7min, e Hugo, aos 36min do segundo tempo

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host