UOL Esporte Futebol
 
08/11/2008 - 20h31

Superior, Vasco bate Santos e deixa a zona de rebaixamento do BR

Do UOL Esporte
No Rio de Janeiro
A torcida mais uma vez compareceu em peso e o domínio da partida foi completo. Apesar da noite inspirada do goleiro Fábio Costa, o Vasco foi recompensado, quebrou o jejum de quatro partidas sem triunfar em casa e deixou a zona de rebaixamento ao vencer o Santos por 1 a 0, neste sábado, em São Januário, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Edmundo, de pênalti, fez o gol salvador dos mandantes, que falou ao final do encontro.

"Estou cheio de dor mas feliz. Nos últimos jogos, a torcida fez uma festa bonita, mas nos descontrolamos e perdemos ou empatamos. Estamos melhorando a cada jogo. Vamos dormir fora da zona de rebaixamento", disse.

Antes do final do embate, grande parte dos jogadores do Santos cercaram o árbitro da partida para reclamar do pênalti assinalado em cima do volante Jonílson. "Não adianta falar neste momento, pois posso tomar uma suspensão. Não foi pênalti nunca. Todos viram", revelou o meia colombiano Molina.

Com o resultado, o time da Colina alcançou os 37 pontos e a 15ª posição. Já o Santos, que ainda não afastou o perigo de rebaixamento e vê mais longe uma vaga na Copa Sul-Americana, é o 13º, com 40. O Gigante da Colina voltará a campo nesta quarta-feira quando enfrentará o Atlético-MG, às 22h (de Brasília), no Mineirão, pela 35ª rodada da competição. Já o Peixe só retornará no dia 16, contra o Internacional, às 19h10, na Vila Belmiro.

Vasco domina primeiro tempo e Fabio Costa brilha

O Vasco iniciou o confronto de forma inteligente e avançou a sua marcação impedindo que o Santos saísse para o jogo. A equipe da casa perdeu grande chance logo aos dois minutos nos pés de Alex Teixeira. Porém, como de costume, uma das zagas mais vazadas da competição seguia falhando e Kléber Pereira acertou a trave inimiga em lance despretensioso.

Porém, o Cruzmaltino mostrava aplicação e explorava os espaços cedidos com os avanços do lateral Kleber. Em uma delas Wagner Diniz deixou Jorge Luiz livre para desperdiçar suas oportunidades. Se o Vasco tentava chegar pela direita, o Santos tentava fazia o mesmo explorando a dobradinha Cuevas-Molina.

PRINCIPAIS LANCES DO JOGO
PRIMEIRO TEMPO
2min - Alex Teixeira recebe pelo lado direito da área, livre, mas perde chance ao cruzar em cima de Fábio Costa, que corta.
10min - Kléber Pereira ganha de Rodrigo Antônio na direita e cruza com efeito. A bola bate caprichosamente no poste direito de Fábio Costa.
12min - Madson cruza pelo alto, a bola passa por toda a zaga santista e chega em Leandro Amaral, que chuta de primeira. Fábio Costa defende com o pé.
15min - Wagner Diniz cruza na direita e Jorge Luiz emenda de primeira. Fábio Costa salva e no rebote o próprio zagueiro completa para outra defesa do goleiro.
SEGUNDO TEMPO
1min - Leandro Amaral recebe cruzamento rasteiro da esquerda, passa pelo goleiro Fábio Costa e chuta. Domingos salva em cima da linha.
4min - Wagner Diniz lança para Leandro Amaral, dentro da área, e o atacante do Vasco acerta a rede pelo lado de fora .
27min - GOOOLLL DO VASCO!!!! Jonílson é derrubado dentro da área por Domingos. Edmundo cobra e abre o placar.
48min - Lima recebe lançamento de Kleber e obriga Rafael espalmar para escanteio.
LEIA NOTÍCIAS DO VASCO
LEIA NOTÍCIAS DO SANTOS
TABELA DO BRASILEIRÃO
Apesar da instabilidade do trio defensivo do Vasco, o Santos não conseguia ameaçar com efetividade o gol defendido por Rafael. Kléber Pereira atuava de forma muito isolada e não tinha grandes chances. Do outro lado, Madson, Wagner Diniz e Matheus se destacavam no primeiro tempo.

Uniformes trocados e gol de Edmundo no segundo tempo

Na volta para a segunda etapa, as duas equipes voltaram com uniformes diferentes a pedido do árbitro. Apesar da mudança nos trajes, o panorama seguiu e o Cruzmaltino era o "senhor do duelo". Leandro Amaral perdeu duas chances incríveis. Rafael, que era mero espectador do confronto até então, fez bela defesa em cabeçada de Molina aos sete.

ANÁLISE DO JUCA
Crédito
"Mas jogou muito mais que o Santos, que só não levou de três ou quatro porque Fábio Costa impediu."
BLOG DO JUCA KFOURI
A inoperância do time do Santos e a necessidade de um resultado positivo por parte do Cruzmaltino levaram Renato Gaúcho a promover a entrada de Edmundo no lugar de Odvan aos 13 minutos da etapa final. Aos 18, um lance que evidenciou a ansiedade do time da casa. Querendo cobrar rápido um escanteio, Leandro Amaral chutou a bandeirinha.

Contudo, aos 24, o árbitro Elmo Alves Resende Cunha marcou pênalti de Domingos em Jonílson. Edmundo foi para a cobrança e deslocou o inspirado Fábio Costa. Com o revés, o Santos se mandou com tudo para cima do adversário. Lima obrigou Rafael a salvar os mandantes. Aos 40, Kléber Pereira arrematou para o arqueiro cruzmaltino encaixar. Lima novamente assustou aos 48.

A maior aplicação do Vasco lhe rendeu a segunda vitória consecutiva e um pequeno alívio em relação ao rebaixamento. Já ao Santos restava assimilar o tropeço fora de casa e investir suas atenções no confronto diante do Internacional.

VASCO
Rafael, Jorge Luiz, Eduardo Luiz e Odvan (Edmundo); Wagner Diniz, Jonílson, Mateus (Leandro Bomfim), Madson e Rodrigo Antônio; Alex Teixeira (André) e Leandro Amaral.
Técnico: Renato Gaúcho

SANTOS
Fábio Costa, Domingos, Fabiano Eller e Adriano; Wendel, Rodrigo Souto, Bida (Uéslei), Molina (Pará) e Kleber; Cuevas (Lima) e Kléber Pereira.
Técnico: Márcio Fernandes

Data: 08/11/2008 (Sábado)
Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Elmo Alves Resende Cunha (GO)
Assistentes: Alessandro Alvaro Rocha de Matos (Fifa-BA) e Altemir Hausmann (Fifa-RS)
Cartões amarelos: Alex Teixeira (Vasco); Kléber Pereira, Rodrigo Souto e Fábio Costa (Santos)
Gol: Edmundo, aos 27 minutos do segundo tempo

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host