UOL Esporte Futebol
 
09/11/2008 - 21h09

Atlético-MG ganha do Vitória no Barradão e se livra do rebaixamento

Do UOL Esporte
Em Salvador
O Atlético-MG se livrou do risco de rebaixamento ao vencer o Vitória por 1 a 0 neste domingo, no Barradão, em partida válida pela 34º rodada. Pedro Paulo fez o gol que levou a equipe atleticana aos 44 pontos, um a menos que o adversário, que completou seis rodadas sem vencer e perdeu a última chance de vencer uma equipe mineira no brasileirão: em seis perdeu dois para o Cruzeiro, dois para o Atlético e um para o Ipatinga, com quem conseguiu empatar uma vez.

PRINCIPAIS LANCES DO JOGO
Edson Ruiz/Footpress/UOL
Jogadores do Atlético-MG comemoram gol de Pedro Paulo, que assegurou a vitória
PRIMEIRO TEMPO
12min - Castillo invade a área, dribla o goleiro Viáfara e sem ângulo rola para a chegada de Renan Oliveira, que chutou em cima da zaga.
43min - Viáfara se apresenta para cobrança de falta na entrada da área atleticana e quase marca. A bola raspa o travessão e vai para a linha de fundo.
SEGUNDO TEMPO
7min - Renan Oliveira tenta surpreender Viáfara, adiantado, com um toque por cobertura, mas o goleiro defende com segurança.
10min - Marquinhos recebe na entrada da área, mas desperdiça ótima chance ao chutar o vento e deixar a bola livre para o goleiro Juninho.
12min - Castillo recebe passe em condição legal e manda para o fundo das redes de Viáfara, mas o árbitro assinala impedimento e anula o gol.
32min - GOOOOOLLLLLL DO ATLÉTICO-MG!!!! Petkovic lança Renan Oliveira na lateral direita, que cruza para a entrada de Pedro Paulo fuzilar para o gol de Viáfara.
CONFIRA IMAGENS DA PARTIDA
CLASSIFICAÇÃO DA SÉRIE A
VEJA MAIS NOTÍCIAS DO VITÓRIA
ATLÉTICO-MG ESTÁ ALIVIADO
GALO VALORIZA A UNIÃO DO ELENCO
MAIS NOTÍCIAS DO ATLÉTICO-MG
No próximo domingo, às 19h10 (18h10 na Bahia), O Vitória vai à Curitiba enfrentar o Atlético-PR na Arena da Baixada. Atlético-MG vai reencontrar a torcida nesta quarta-feira, às 22h, contra o Vasco, no Mineirão.

Com a bola rolando, quem chegou primeiro ao ataque foi o Atlético. Logo no primeiro minuto, Renan Oliveira desceu pela direita e cruzou rasteiro, mas a zaga do Vitória afastou o perigo. Passados 10 minutos de jogo, era o time mineiro que parecia jogar em casa, devido às investidas recorrentes ao ataque.

Aos 12min, o atacante Castillo invadiu a área, driblou o goleiro Viáfara e sem ângulo rolou para a chegada de Renan Oliveira, que chutou em cima da zaga adversária. O jogo seguiu truncado sem muita criatividade, mas a equipe atleticana não aproveitava as oportunidades nas vezes que chegava com perigo.

O Vitória assustou aos 16min, com o chute forte de fora da área de Rafael que o goleiro Juninho, atento, espalmou para escanteio. O anfitrião equilibrou o jogo depois dos 15 minutos iniciais, mas mesmo com três atacantes não conseguia levar perigo ao gol de Juninho.

O time baiano esbarrou na marcação do Atlético-MG e por isso começou a arriscar os chutes de fora da área, mas todos os arremates passaram por cima. Aos 43min o Vitória teve a última oportunidade em uma falta da entrada da área. O goleiro Viáfara se apresentou e cobrou perigosamente, mas a bola raspou o travessão e foi para a linha de fundo.

As duas equipes voltaram para o segundo tempo com as mesmas formações. Aos 6min, o Vitória chegou perigosamente. Rafael cobrou lateral, Jackson recebeu e cruzou para área e Muriqui tocou prensado com o zagueiro, mas a bola sobrou para o goleiro do Atlético. Na seqüência, o time mineiro respondeu com Renan Oliveira, que tentou surpreender Viáfara, adiantado, com um toque por cobertura, mas o goleiro defendeu com segurança.

ANÁLISE DO JUCA
Crédito
"Os tricolores dão as cartas nesta reta final do Brasileiro. Time de maior investimento, Palmeiras está apenas em quarto lugar e dependendo de milagres para chegar ao título."
BLOG DO JUCA KFOURI
Aos 10min, Marquinhos recebeu passe na entrada da área, mas desperdiçou ótima chance ao chutar o vento e deixar a bola livre para o goleiro Juninho. Aos 12min, o Atlético conseguiu fazer o gol, mas o juiz assinalou posição ilegal. No entanto, Castillo recebeu o passe em condição legal quando finalizou para o fundo das redes de Viáfara.

O técnico Vágner Mancini fez duas modificações de uma só vez aos 17min. Entraram o atacante Robert e o meia Ramon nos lugares de Guilherme Muriqui e Adriano. Aos 23min, o técnico Marcelo Oliveira também fez duas modificações. Entraram Petkovic e Pedro Paulo nos lugares de Castillo e Marques. Aos 26min, Mancini queimou o último cartucho colocando Willans no lugar de Jackson.

Aos 27min, o atacante Robert cobrou falta de longa distância e o Juninho defendeu em dois tempos para o Atlético. As modificações no Atlético surtiram efeito e aos 32min a equipe abriu o placar. Petkovic fez um belo passe para Renan Oliveira. Ele tocou para a penetração de Pedro Paulo, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

Apático, o Vitória buscou o empate, mas não teve a força necessária para conseguir fazer o gol.

VÍTÓRIA
Viáfara; Rafael, Leonardo Silva, Anderson Martins e Marcelo Cordeiro; Vanderson, Renan Jackson (Willans) e Marquinhos, Gilherme Muriqui (Robert) e Adriano (Ramon).
Técnico: Vágner Mancini.

ATLÉTICO-MG
Juninho, Leandro Almeida, Welton Felipe e Nen; Sheslon, Márcio Araújo, Elton, Renan Oliveira (Tchô) e César Prates; Marques (Pedro Paulo) e Castillo (Petkovic).
Técnico: Marcelo Oliveira.

Data: 09/11/2008
Local: Barradão, em Salvador.
Público: 7.863 pagantes
Renda: R$ 95.670,00
Árbitro: Wagner Tardelli Azevedo /SC(FIFA)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock /SC e Alcides Zawski Pazetto /SC
Cartões amarelos César Prates, Sheslon, Marcelo Cordeiro, Viáfara, Vanderson e Marquinhos, Anderson Martins, Leonardo Silva

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host