UOL Esporte Futebol
 
22/11/2008 - 18h22

Festa dá lugar a pancadaria, e Corinthians vence batalha com Avaí

Alexandre Sinato
Em São Paulo
VEJA OS GOLS DA PARTIDA
Começou como jogo de festa, com direito a cantores, camisa especial e entrega de troféu. Mas a partida entre Corinthians e Avaí ficou marcada por pancadaria entre jogadores, invasão de campo, briga fora do estádio e clima de final de campeonato. A vitória por 3 a 2 dos alvinegros foi comemorada pela torcida, mas todos vibraram mesmo foi com a confusão.

Os jogadores pediram e a arquibancada respondeu, gritando "é campeão" a partir dos 10min do segundo tempo, quando a briga começou. Expulsos, Elias e Morais deixaram o gramado protestando e pedindo apoio. "Era o jogo mais difícil do campeonato e mandam um juiz desse? O Batista já tinha tentado me quebrar no primeiro tempo e tive que sair de maca", protestou Elias, referindo-se ao árbitro Péricles Bassols.

No campo, com nove para cada lado, já que Marquinhos e Batista também receberam o vermelho (Chicão foi expulso só no final), o Corinthians tentou colocar o Avaí "na roda", empurrado por gritos de olé dos torcedores. Se os alvinegros já estavam eufóricos antes, ficaram ainda mais quando viram os jogadores encarando os adversários.

PRINCIPAIS LANCES
Evaristo Sa/AFP
Herrera marcou duas vezes e foi um dos grandes nomes da partida festiva
PRIMEIRO TEMPO
3min - GOOOOOOOOOOLLLLLLLL DO CORINTHIANS!!! Elias arranca pelo meio, livra-se de um marcador e faz belo lançamento para Herrera. O argentino, em velocidade, invade a área e toca na saída de Eduardo Martini para abrir o placar.
5min - GOOOOOOOOLLLLLLLLL DO AVAÍ!!! Marquinhos cobra escanteio da esquerda o zagueiro André Turatto leva a melhor sobre a defesa corintiana, empatando o jogo no Pacaembu.
14min - Elias recebe pelo meio e abre na esquerda para André Santos. O lateral-esquerdo tenta o drible na entrada da área e arrisca o chute, parando em defesa de Martini.
20min - Marcus Winícius quase vira o jogo para o Avaí, mas após bola da esquerda ele finaliza pelo lado de fora da rede.
30min - Após levantamento da direita, o zagueiro Rafael escorrega e Herrera aparece livre na área, mas se atrapalha no domínio e chuta sobre o goleiro do Avaí.
37min - GOOOOOOOOLLLLLLLLL DO CORINTHIANS!!! Elias recebe de Alessandro e faz passe rasteiro para Dentinho na direita. Com liberdade, atacante cruza para trás e encontra Herrera livre para desviar para as redes.
SEGUNDO TEMPO
4min - Morais faz bela jogada pela esquerda, deixa o marcador para trás e serve Dentinho. O atacante puxa para dentro da área, mas finaliza para fora ao tentar acertar o ângulo de Martini.
29min - GOOOOOOOOOLLLLLL DO CORINTHIANS!!! Cristian rola e André Santos cobra falta com força, contando com frango do goleiro Martini ao tentar afastar o perigo.
37min - André Santos recebe na entrada da área, avança pela esquerda, mas chuta sobre o goleiro do Avaí.
39min - GOOOOOOOOOLLLLLL DO AVAÍ!!! Marcus Winícius arrisca de fora da área e conta com desvio no meio do caminho para enganar Felipe, que não conseguiu evitar o segundo gol dos visitantes.
47min - Bebeto recebe cruzamento da direita de Douglas e finaliza prensado, perdendo boa chance de anotar o quarto gol.
CLASSIFICAÇÃO DA SÉRIE B
LEIA MAIS SOBRE O CORINTHIANS
LEIA MAIS NOTÍCIAS DO AVAÍ
Por isso, todos os corintianos que deixaram o campo, expulsos ou substituídos, foram ovacionados. Principalmente Herrera, autor de dois gols e maior xodó atual da fiel torcida. André Santos também fez o seu. Assim, os titulares do Corinthians tiveram uma despedida e tanto da temporada 2008. Eles e outros cinco jogadores entrarão de férias neste domingo.

A partida estava marcada para as 16h20, mas começou muito mais cedo para os torcedores. Uma hora e meia antes, os alvinegros já faziam festa e cantavam como em decisão de campeonato. O título comemorado foi o da Série B. Já a animação das arquibancadas foi de primeira. Nem a chuva intimidou. Pelo contrário. Virou mais um motivo para pular e cantar.

Todos os ingredientes juntos surtiram efeito. O jogo começou ao som de "aqui tem um bando de louco", entoado pelos torcedores. O time de Mano Menezes também deu sua contribuição para a tarde comemorativa. Com três minutos de bola rolando, o xodó Hererra recebeu de Elias e mandou para o fundo das redes. 1 a 0 Corinthians.

A torcida, que já estava eufórica, agitou-se ainda mais. Logo pediu uma goleada sobre o Avaí. O problema é que os catarinenses também mostraram o porquê de estarem garantidos na elite de 2009. Aos 5min, André Turatto aproveitou escanteio de Marquinhos e deixou tudo igual. Mas o empate não foi suficiente para desanimar os alvinegros.

A partida também não esfriou. Principalmente porque os dois times não estavam no espírito de festa. Tanto que um início de confusão entre Cristian e Marcus Winícius esquentou os ânimos no gramado. Do lado de fora do estádio, corintianos enfrentaram a Polícia Militar em cenário de tensão. Enquanto o gol não saía, a torcida vibrava com os carrinhos e as recuperações de bola dos corintianos.

A espera durou até os 37min e valeu a pena. O segundo gol alvinegro foi um golaço. Elias recebeu de Alessandro e enfiou na direita para Dentinho. O jovem atacante não foi egoísta e rolou para Herrera. O argentino empurrou para o fundo das redes e chegou aos mesmos 14 gols de Dentinho na artilharia da Série B. Grato, Herrera correu para abraçar o "concorrente".

Na etapa final, a bola ficou em segundo plano. O que mudou a história da partida foi a disputa dura entre Elias e Batista. Eles se desentenderam e passaram a discutir. Morais e Marquinhos entraram na confusão, com direito a agressões e tentativas de socos. O circo, então, fechou. Teve até torcedor no gramado.

ANÁLISE DO JUCA
Crédito
"Era para ser um jogo só de festa. Mas não foi, embora também tenha tido festa."
BLOG DO JUCA KFOURI
O estádio e os times só se acalmaram um pouco após o terceiro gol do Corinthians, anotado por André Santos em falha de Eduardo Martini, aos 29min, após cobrança de falta. A torcida ainda voltou a gritar mais forte quando Marcus Winícius conseguiu fazer o segundo gol do Avaí, aos 39min.

Mas quem levou a melhor no final foi o Corinthians, que deixou o campo sob os gritos de "é campeão" e foi para o palco montado pela organização para a entrega do troféu de campeão da Segundona. A taça e a volta olímpica, contudo, foram ofuscadas pela batalha que ocorreu no gramado.

CORINTHIANS
Felipe; Alessandro, Chicão, William e André Santos; Cristian, Elias, Douglas (Wellington Saci) e Morais; Dentinho (Bebeto) e Herrera (Carlos Alberto)
Técnico: Mano Menezes

AVAÍ
Eduardo Martini; Gustavo (Joelson), André Turatto, Rafael e Arlindo Maracanã; Marcus Winícius, Batista, Marquinhos e Válber (Wendel); Evando e William (Abuda)
Técnico: Silas

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Árbitro: Péricles Bassols Pegado Cortez (RJ)
Auxiliares: Hilton Moutinho Rodrigues (Fifa-RJ) e Rodrigo Pereira Jóia (RJ)
Público: 32.774 pagantes (36.435 no total)
Renda: R$ 679.850,00
Cartões amarelos: Cristian, Herrera, William (Corinthians); Marcus Winícius, Gustavo, Abuda, Joelson (Avaí)
Cartões vermelhos: Elias, Morais e Chicão (Corinthians); Marquinhos e Batista (Avaí)
Gols: Herrera, aos 3min, André Turatto, aos 5min, Herrera, aos 37min do primeiro tempo; André Santos, aos 29min, e Marcus Winícius, aos 39min do segundo tempo

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host