UOL Esporte Futebol
 
30/11/2008 - 19h04

Vasco derrota o Coritiba, mas segue ameaçado de rebaixamento

Do UOL Esporte
No Rio de Janeiro
Por muito pouco a 37ª rodada do Campeonato Brasileiro não foi perfeita para a torcida do Vasco. Apesar da vitória por 2 a 0 sobre o Coritiba, neste domingo, no Couto Pereira, o Gigante da Colina não deixou a zona de rebaixamento por causa dos outros resultados que envolviam a degola. No Rio de Janeiro, o Botafogo foi derrotado pelo Figueirense, enquanto que o Náutico derrotou o Atlético Paranaense, no Estádio dos Aflitos, em Recife. Os dois gols cruzmaltinos foram marcados pelo atacante Leandro Amaral, que chegou aos 11 na competição.

No próximo domingo, em São Januário, às 17h, o Vasco receberá o Vitória, mas não dependerá das suas próprias forças para não cair. Em 18º lugar e com 40 pontos, a equipe do técnico Renato Gaúcho terá de derrotar os baianos e torcer por três resultados. Além de tropeços do Figueirense e do Atlético Paranaense, que enfrentarão o Internacional (no Orlando Scarpelli) e o Flamengo (em Curitiba), respectivamente, caso faça a sua parte no Rio, uma derrota do Náutico para o Santos, na Vila Belmiro, deixará as duas equipes com a mesma pontuação. Porém, o Vasco se salvará por levar vantagem no número de vitórias. Para o Coxa, ainda com 52 pontos, só resta a tentativa de melhorar a sua colocação.

PRINCIPAIS LANCES DO JOGO
PRIMEIRO TEMPO
4min - O zagueiro Felipe sobe mais do que a defesa do Vasco, mas cabeceia sem levar muito perigo aos cariocas.
15min - GOOOOLLLL DO VASCO!!! - Alex Teixeira aproveita bobeira da zaga do Coxa, rouba a bola, entra na área e chuta. O goleiro Vanderlei defende na primeira, mas dá rebote nos pés de Leandro Amaral. Ele só tem o trabalho de empurrar para o gol.
22min - A torcida do Vasco leva um grande susto, pois o zagueiro Maurício consegue acertar uma cabeçada. A bola passa muito perto do gol de Rafael.
34min - Linda jogada de Madson pela esquerda. Ele deixa um marcador na saudade e cruza na cabeça de Leandro Amaral. O atacante cruzmaltino acerta bem a bola, mas o goleiro Vanderlei se estica todo para salvar o Coritiba.
SEGUNDO TEMPO
5min - GOOOOLLLL DO VASCO!!! - Alex Teixeira é lançado, domina a bola com a cabeça dentro da área do Coxa, mas é atropelado pelo zagueiro Alê. Pênalti, que Leandro Amaral cobra para fazer o segundo do Vasco
7min - O técnico Renato Gaúcho vai à loucura com Leandro Amaral. O atacante recebe quase na pequena área, mas tenta marcar de letra e perde grande oportunidade.
22min - Marlos passa por Eduardo Luiz na base da habilidade e chuta com violência. Para a sorte do goleiro do Vasco, a bola passa muito perto.
28min - Edmundo entra em campo para fazer a sua penúltima partida como profissional do Vasco.
DORIVAL APONTA FALHA
PÁGINA DO CORITIBA
PÁGINA DO VASCO
BRASILEIRO 2008
"O mais importante é chegarmos ao Rio de Janeiro vivos. Já vi muita coisa no futebol, tudo pode acontecer", disse o técnico Renato Gaúcho na saída de campo.

Tarde de Leandro Amaral

O Coritiba tentou desestabilizar o Vasco com muito toque de bola, porém, sem nenhuma objetividade. Com uma marcação forte no meio e uma saída rápida nos contra-ataques, o Gigante da Colina logo mostrou que não era dia para dar sorte ao azar. Aos 15 minutos, logo depois de criar uma boa oportunidade, o apoiador Alex Teixeira se aproveitou de um escorregão do adversário, roubou a bola, entrou na área e chutou. O goleiro Vanderlei salvou na primeira, mas, com muito oportunismo, o atacante Leandro Amaral apareceu sozinho, na risca da pequena área, para empurrar para o gol.

Ao mesmo tempo, em Recife, o Atlético Paranaense fazia 1 a 0 sobre o Náutico. Era tudo o que os vascaínos pediram a Deus. Enquanto isso, o Coritiba apenas andou em campo completamente perdido. O atacante Keirrison, que ainda briga pela artilharia da competição com o santista Kleber Pereira, não viu a cor da bola. O Vasco continuou melhor, principalmente com as triangulações entre Leandro Amaral, Alex Teixeira e Madson, o melhor em campo.

Até mesmo o contestado zagueiro Vilson, que atuou improvisado na ala esquerda depois de um longo tempo encostado, teve uma boa atuação na anulação das jogadas de ataque do Coxa pelo lado esquerdo. Mais ligado em campo, o Vasco só não ampliou porque o goleiro do Coritiba fez uma grande defesa aos 37 minutos: Madson foi à linha de fundo, fez uma grande jogada e cruzou na cabeça de Leandro Amaral. O camisa 1 contou com o reflexo e se esticou todo para evitar o segundo dos cariocas.

A primeira metade da partida terminou com a torcida curitibana pedindo mais vontade em campo. Do outro lado, além das imagens de televisão captarem as imagens de Edmundo, Pedrinho e o técnico Renato Gaúcho uma pilha de nervos no banco de reservas, Leandro Amaral não quis nem saber como andavam os resultados das outras partidas que interessavam ao Vasco nesta 37ª rodada do Brasileirão.

A fé aumenta

Se em time que está vencendo não se mexe, o técnico Renato Gaúcho preferiu não fazer modificações no intervalo. E nem precisou. Logo aos 4 minutos, Alex Teixeira recebeu dentro da área e foi atropelado pelo zagueiro Ale: pênalti claro. Leandro Amaral cobrou e fez o seu 11º gol na competição. O técnico Renato Gaúcho quase entrou em campo depois que o atacante Leandro Amaral perdeu um gol por ter tentado marcar de calcanhar, após boa jogada de Wagner Diniz pela direita.

ANÁLISE DO JUCA
Crédito
"E tudo ficou para a última rodada do Brasileiro"
BLOG DO JUCA KFOURI
Com a partida resolvida, o Vasco passou a tocar mais a bola e esperar o Coritiba. Alex Teixeira, que saiu de campo lesionado, conseguiu manter o bom nível de atuação puxando bons contra-ataques. Para não perder o atacante Leandro Amaral por suspensão pelo terceiro cartão amarelo, o técnico Renato Gaúcho colocou Edmundo em campo para tentar prender ainda mais a bola no setor ofensivo.

No entanto, com a situação carioca já resolvida no Couto Pereira, as atenções do Vasco voltaram para os resultados da rodada. A tensão aumentou quando chegou a informação de que o Náutico conseguiu bater o Furacão. Agora, o Gigante da Colina depende exclusivamente da sorte e da força de sua torcida que comparecerá em peso ao Estádio de São Januário.

CORITIBA 0 X 2 VASCO:

CORITIBA: Vanderlei; Maurício, Rodrigo Mancha (Dinélson) e Felipe; Arilton, Alê, Carlinhos Paraíba (Guarú), Marlos e Ricardinho; Keirrison e Ariel (Jaílson)
Técnico: Dorival Jr.

VASCO: Rafael, Jorge Luiz, Odvan e André; Wagner Diniz, Jonílson, Mateus, Madson, Alex Teixeira (Leandro Bomfim) e Vilson (Jhonny); Leandro Amaral (Edmundo)
Técnico: Renato Gaúcho

Local: Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 30/11/2008 (Domingo)
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Alicio Pena Jr. (FIFA/MG)
Auxiliares: Altemir Hausmann (FIFA/RS) e Marcio Eustáquio Santiago (MG)
Cartões amarelos: Arílton, Felipe, Ale e Maurício (CTA), André, Eduardo Luiz, Vilson e Matheus (VAS)
Gols: Leandro Amaral, aos 15 minutos do primeiro tempo. Leandro Amaral, aos 5 minutos do segundo tempo (pênalti).

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host