UOL Esporte Futebol
 
07/12/2008 - 19h06

Figueirense obtém vitória inútil sobre o Inter e volta à Série B

Do UOL Esporte
Em São Paulo
PRINCIPAIS LANCES
PRIMEIRO TEMPO
11min - Andrezinho cobra escanteio da esquerda e Válter cabeceia para o chão, rente à trave.
22min - Andrezinho levanta na área e Gustavo Nery cabeceia à esquerda do gol.
26min - GOOOOLLL DO INTER!!! Andrezinho cruza na área, Gustavo Nery cabeceia, Wilson espalma e Tales Cunha toca para as redes.
33min - Válter invade a área e bate na saída do goleiro, mas Bruno Perone salva com a barriga.
35min - Cleiton Xavier bate escanteio da esquerda e Rafael Coelho cabeceia por cima do gol.
42min - Rosinei se enrola com a bola na área e bate; Bruno Perone salva de novo, em cima da linha.
SEGUNDO TEMPO
2min - Talles Cunha faz o pivô e rola para Rosinei bater fraco, para fácil defesa de Wilson.
7min - GOOOOLLL DO FIGUEIRENSE!!! Após confusão na entrada da área, Marquinhos bate forte, no canto.
8min - Válter levanta na área e Rosinei cabeceia para o chão; Wilson defende no reflexo.
23min - GOOOOLLL DO FIGUEIRENSE!!! Rafael Coelho recebe na entrada da área, corta para a esquerda e solta a bomba de canhota.
25min - GOOOOLLL DO FIGUEIRENSE!!! Rafael Coelho cruza na cabeça de Cleiton Xavier, que desvia no canto direito.
34min - Tadeu invade a área mas é travado por Lauro no momento do chute.
CLASSIFICAÇÃO DO BRASILEIRO
60% DO ELENCO DEVE FICAR
GOLEIRO QUER PEMANÊNCIA
TÉCNICO PINTADO DESABAFA
MAIS NOTÍCIAS DO FIGUEIRENSE
TITE NÃO SABE SE CONTINUA
MAIS SOBRE O INTERNACIONAL
Para se salvar do rebaixamento, o Figueirense precisava vencer o Internacional e torcer por derrotas do Atlético-PR ou Náutico. O time catarinense fez sua parte: de virada, bateu o time reserva do Internacional por 3 a 1, no estádio Orlando Scarpelli lotado, mas foi prejudicado pelo empate dos pernambucanos com o Santos, na Vila Belmiro. Inútil, o triunfo não evitou que a equipe catarinense voltasse à Série B depois de sete anos na elite.

Mesmo vencendo seus últimos três jogos, o Figueirense não escapou da 18ª posição, com os mesmos 44 pontos e 11 vitórias do Náutico, mas pior saldo de gols (-24 a -10). O Inter, que só contou com Lauro e Guiñazu dos titulares na conquista da Copa Sul-Americana, fechou sua participação no Nacional na sexta posição, com 54 pontos.

Para maior desconsolo, o Figueirense ainda assistirá ao arqui-rival Avaí disputar a Série A em 2009, depois de 29 anos de ausência. A ascensão do time azul de Florianópolis salva a temporada do futebol catarinense, já que o Criciúma também amargou um rebaixamento, para a Série C.

Mesmo dependente de outros resultados, a obrigação do Figueirense era vencer. Porém, a equipe do técnico Pintado pouco produziu para isso no primeiro tempo. Teve mais posse de bola, mas deixou-se dominar pelo nervosismo e foi sempre ameaçada pelos contra-ataques e pela bola aérea do Inter.

Em dois minutos, Gustavo Nery apareceu duas vezes livre para cabecear. A segunda foi faltal: o goleiro Wilson até conseguiu espalmar, mas Talles Cunha aproveitou o rebote e tocou para o gol aberto, aos 26min. Estava fácil para os gaúchos, que só não ampliaram o placar porque Bruno Perone salvou dois gols em cima da linha.

Tudo o que os catarinenses precisavam para botar fogo no jogo aconteceu. Logo aos 6min da etapa final, Marquinhos aproveitou confusão na entrada área para encher o pé e empatar. A equipe continuou pressionando, e não demorou a virar. Aos 24min, Rafael Coelho arriscou de esquerda e achou o canto esquerdo: 2 a 1. Dois minutos depois, o mesmo Rafael Coelho cruzou na cabeça de Cleiton Xavier, que não perdôou.

O Orlando Scarpelli emudeceu, então, à espera de um gol do Santos na Vila Belmiro. Foram quase dez minutos aguardando o fim do jogo do concorrente. Mas a tão desejada notícia pelor rádio não veio, e o Figueirense amargou mesmo o rebaixamento.

Figueirense
Wilson; Alex, Perone e Anderson Luís (Peter); Leandro Carvalho, Gomes (Jairo), Marquinhos, Cleiton Xavier e William Matheus; Tadeu (Asprilla) e Rafael Coelho.
Técnico: Pintado.

Internacional
Lauro, Ricardo Lopes, Bolívar, Álvaro e Gustavo Nery; Maycon, Guiñazu, Rosinei e Andrezinho (Rodrigo Paulista), Talles Cunha (Guto) e Válter.
Técnico: Tite.

Local: estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (SP)
Assistentes: Ednilson Corona (Fifa-SP) e Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP)
Cartões amarelos: Leandro Carvalho (F), Maycon (I), Álvaro (I), Ricardo Lopes (I), Rafael Coelho (F)
Gols: Tales Cunha, aos 26min do primeiro tempo; Marquinhos, aos 6, Rafael Coelho, aos 24, e Cleiton Xavier, aos 25 min do segundo.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host