UOL Esporte Futebol
 
20/12/2008 - 09h00

Novo patrocínio corintiano deve ser definido apenas em 2009

Marcelo Cazavia
Da Folhapress
Em São Paulo
O Corinthians terminará o ano sem patrocinador de camisa definido. O contrato com a Medial Saúde expirou na última sexta-feira, e a empresa alegou que não renovará o acordo porque não teria condições de pagar mais do que os R$ 16,5 milhões gastos este ano.

A expectativa da diretoria alvinegra é de conseguir, no mínimo, R$ 20 milhões. Devido à crise econômica mundial, porém, os cartolas não confirmam os valores abertamente.

"Não dá para falar em valor. Esses R$ 20 milhões foram vocês [imprensa] que falaram. Nós estamos tentando o maior valor possível, mas, por enquanto, não há novidades", disse o gerente de marketing do clube, Caio Campos.

O dirigente não quis estipular prazo para fechar com o novo parceiro, mas admite que a definição ficará só para 2009. "Não tem prazo. A gente quer apresentar em janeiro", disse Campos.

Cinco empresas concorrem pelo espaço na frente e nas costas da camisa. Duas delas seriam a aérea Emirates e o banco Bradesco. "A gente tem propostas, mas estamos aguardando para ver com qual vamos fechar. Têm algumas empresas mais próximas, mas não tem como dizer que já estamos fechando com alguma", afirmou o gerente corintiano.

Sem pressa
Se o departamento de marketing do Corinthians não tem pressa para definir o novo patrocinador, o financeiro também parece estar tranqüilo.

Há algumas semanas, o vice-presidente de marketing, Luis Paulo Rosemberg, havia dito que a expectativa era fechar o acordo entre os dias 15 e 20 de dezembro. O adiamento das negociações, porém, não afetarão as contas.

"Nós vamos pagar tudo, pode ficar tranqüilo. É melhor perder alguns dias para poder conseguir um acordo melhor", disse o vice jurídico do clube, Sérgio Alvarenga. "Avisa para todo credor do Corinthians que nós vamos honrar todos os compromissos", completou o dirigente.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host