UOL Esporte Futebol
 
12/03/2009 - 15h05

Miranda e Kléber voltam à seleção para eliminatórias

Do UOL Esporte*
Em São Paulo
O zagueiro Miranda, do São Paulo, e o lateral-esquerdo Kléber, do Internacional, foram as novidades na convocação do técnico da seleção brasileira, Dunga, feita na tarde desta quinta-feira, para os jogos contra Equador e Peru, pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010.

Miranda ganhou a posição do zagueiro Juan, da Roma, que foi deixado novamente de fora por contusão. Já o lateral do Inter substituirá Adriano, que havia atuado no amistoso contra a Itália. Os dois não eram chamados desde a vitória sobre Portugal por 6 a 2, em novembro do ano passado.

Cortados do amistoso de fevereiro por contusão, o volante Anderson, o meia Kaká e o atacante Luis Fabiano também foram chamados por Dunga, assim como o volante Felipe Melo, surpresa da lista anterior.

CONFIRA A CONVOCAÇÃO
Arquivo
Goleiros: Doni (Roma-ITA) e Júlio César (Inter-ITA)
Arquivo
Laterais: Daniel Alves (Barcelona-ESP), Maicon (Inter-ITA), Kléber (Inter) e Marcelo (Real Madrid-ESP)
Arquivo
Zagueiros: Lúcio (Bayern-ALE), Luisão (Benfica-POR), Miranda (São Paulo) e Thiago Silva (Milan-ITA)
Arquivo
Volantes: Anderson (M.United-ING), Felipe Melo (Fiorentina-ITA), Gilberto Silva (Panathinaikos-GRE) e Josué (Wolfsburg-ALE)
Arquivo
Meias: Elano (M.City-ING), Júlio Baptista (Roma-ITA), Kaká (Milan-ITA) e Ronaldinho (Milan-ITA)
Crédito
Atacantes: Alexandre Pato (Milan-ITA), Adriano (Inter-ITA), Luís Fabiano (Sevilla-ESP) e Robinho (M.City-ING)
VEJA PERFIL DOS CONVOCADOS
COMO ESTÁ A ELIMINATÓRIA
CONVOCAÇÃO FOI BEM FEITA?
"O Juan se machucou no jogo de ontem (Roma x Arsenal, pela Liga dos Campeões) e vai ficar um bom tempo parado agora. O Miranda já vinha trabalhando com a gente", explicou Dunga. O treinador também lembrou que a saída de Kléber do Santos para atuar no Inter acabou facilitando o seu retorno à seleção.

"Ele voltou a jogar novamente na lateral. No Santos, ele alternava entre o meio e a lateral, e isso prejudicava ele um pouco", disse o comandante da seleção.

O atacante Amauri, da Juventus, voltou a ser preterido pelo treinador, que considera ter outras opções a frente do jogador. "Estou muito feliz com os centroavantes da seleção. Eles têm marcado gols e não tem razão para lamentar muito", avaliou.

Quarto maior artilheiro do Campeonato Italiano, com 12 gols, Amauri chegou a ser convocado para enfrentar a Itália, após o corte de Luis Fabiano, mas o jogador não foi liberado pela Juventus.

Apesar disso, Dunga manteve a base de sua seleção com atletas de clubes italianos, com dez convocados. Já os times brasileiros tiveram apenas dois lembrados, apesar de a comissão técnica ter observado jogos do Campeonato Gaúcho e do Estadual do Rio de Janeiro nas últimas semanas.

A seleção brasileira deve se apresentar em 22 de março e iniciar os treinos no dia seguinte. A equipe jogará contra o Equador, em Quito, no dia 29 deste mês, e enfrentará o Peru, no estádio Beira-Rio, em 1º de abril. O Brasil ocupa a segunda posição das eliminatórias, com 17 pontos, seis a menos que o líder Paraguai.

Esta será a segunda partida da seleção na temporada. Em 10 de fevereiro, o Brasil derrotou a Itália por 2 a 0 em amistoso realizado em Londres. Nas eliminatórias, a seleção não perde há cinco jogos, mas também não marcou gols nas últimas três partidas disputadas em casa (contra Argentina, Bolívia e Colômbia).

* Atualizada às 15h30

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host