UOL Esporte Futebol
 

Fábio Luciano tenta cabeçada, mas para nas mãos do goleiro Marcos Paulo

14/03/2009 - 17h58

No Maracanã, Bruno falha e Flamengo empata com o Tigres

Do UOL Esporte
No Rio de Janeiro
O Flamengo foi arranhado pelo Tigres do Brasil em pleno Maracanã. Na tarde deste sábado, em partida válida pela terceira rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro, a equipe do técnico Cuca apenas empatou em 1 a 1 com o rival de Xerém. Esse foi o segundo tropeço para equipes de menor expressão (na semifinal da Taça Guanabara o Resende foi o algoz do Rubronegro quando o bateu por 3 a 1). O gol do Tigres foi marcado por Leandro Chaves depois de uma falha bisonha do goleiro Bruno, enquanto que Josiel, de cabeça, empatou.

Na próxima rodada, o Flamengo terá uma missão complicada, pois faz o clássico com o Vasco, no Maracanã, às 18h, no domingo. Já o Tigres, que entra em campo no sábado, vai receber o Boavista, às 18h30, no Estádio Los Larios.

O resultado serviu para manter o Rubronegro na liderança da sua chave com sete pontos. Mas vem sendo seguido de perto por Boavista, Friburguense, Bangu, Volta Redonda, Macaé e Botafogo. O Tigres, que é o lanterna do Campeonato Carioca, conquistou o seu primeiro ponto na Taça Rio.

"Falhei mesmo. O campo ficou um pouco molhado por causa da chuva, mas isso é uma coisa que acontece", reconheceu Bruno na saída de campo.

Que vacilo, Bruno:

Mal a bola começou a rolar e o Flamengo já tinha um pênalti marcado a seu favor. Logo aos cinco minutos, depois que Willians achou Juan bem colocado na grande área, o lateral protegeu e girou em cima do zagueiro Zé Carlos, que o derrubou. Acertadamente, o árbitro Gutemberg de Paula Fonseca marcou em cima do lance. A impressão inicial era de que a tarde seria toda rubronegra. Pois é, talvez até fosse mesmo, mas Leonardo Moura cobrou com muita força e isolou, foi uma tijolada que a bola passou longe do travessão da meta.

PRINCIPAIS LANCES DO JOGO
PRIMEIRO TEMPO
5min - Juan é derrubado na área por Zé Carlos. Pênalti claro, que Leonardo Moura cobra e isola.
7min - Kleberson dá um lindo passe para Josiel na grande área. Ele chuta forte por cima do travessão do Tigres.
27min - GOOOOOLLLL DO TIGRES!!!! - Após falhá bisonha do goleiro Bruno, Leandro Chaves abre o placar ao aproveitar o rebote.
40min - GOOOOOLLLL DO FLAMENGO!!!! - Juan cobra escanteio na cabeça de Josiel, que fuzila o goleiro Marcos Paulo.
SEGUNDO TEMPO
6min - O Tigres assusta. Denis acerta um belo chute no canto esquerdo de Bruno, que voa e espalma.
8min - Everton Silva pegou uma bola de primeira, mas o goleiro do Tigres consegue defender.
38min - Sorato por pouco não faz o seu. Antes de chutar, ele é travado pela zaga do Flamengo.
44min - O goleiro Marcos Paulo opera um milagre no Maracanã. Ele salva uma bola chutada por Maxi bem na sua frente.
PÁGINA DO FLAMENGO
TABELA INTERATIVA DO ESTADUAL DO RIO
O adversário, que demorou mais de um terço do primeiro tempo para fazer com que o goleiro Bruno praticasse a sua primeira defesa, viu os donos da casa tocarem a bola, procurar espaços e não encontrá-los. Ao contrário da partida contra o Duque de Caxias, Juan e, principalmente, Leonardo Moura foram anulados por causa da marcação cerrada dos jogadores do Tigres. Além disso, a equipe de Xerém começou a apertar a saída de bola no seu campo de ataque. Depois da penalidade, aos sete minutos, Josiel teve a chance de abrir o marcador depois de belo passe de Kleberson. Porém, também mandou longe.

Aos poucos, os visitantes descobriram que podiam arriscar mais alguma coisa. E foi que fizeram. Aos 27 minutos, Clayton chutou de fora da área e o camisa 1 da Gávea fez uma lambança incrível. Ao tentar encaixar a bola, ele se enrolou todo e deu rebote nos pés de Leandro Chaves: 1 a 0. Foi a senha para os poucos torcedores gritarem por raça. Com Zé Roberto sendo peça nula em campo, a única maneira era tentar pelo lado esquerdo. E o Flamengo encontrou o seu gol justamente por aquele setor, aos 40, Juan cobrou escanteio na cabeça de Josiel, que fuzilou o goleiro Marcos Paulo.

Tudo na mesma:

O segundo tempo começou com os donos da casa ainda bem sonolentos. Aos seis minutos, Denis acertou um belo chute violento no canto esquerdo de Bruno. Dessa vez o jogador foi bem e espalmou. O técnico Cuca bem que tentou pedir para o seu time tocar a bola de primeira, mas de quase nada adiantou.

O jeito foi recorrer a Obina, que substituiu Everton Silva. Com isso, o Flamengo passou a jogar com dois centroavantes enfiados, mas o problema é que Juan e Leonardo Moura não fizeram por onde a defesa do Tigres dar espaços nas laterais. Ou seja, sem jogadas pela linha de fundo de nada adiantou a tática de Cuca.

Sem jogadas de penetração, Zé Roberto só conseguiu criar perigo real aos 30 minutos da etapa final. O camisa 10 do Flamengo recebeu na direita de ataque, dentro da grande área, e arriscou. A bola passou na frente da meta do Tigres e assustou Marcos Paulo, que, aos 44 minutos, operou um milagre. Ele defendeu um chute na base do susto depois que Maxi aproveitou cobrança de escanteio pela esquerda. Com a equipe perdida taticamente, os rubronegros escolheram o culpado pelo empate: o técnico Cuca, que fora hostilizado na arquibancada.

FLAMENGO 1 X 1 TIGRES:

Flamengo: Bruno; Everton Silva (Obina), Fábio Luciano, Welinton e Juan; Aírton, Willians, Kleberson (Fierro) e Leo Moura; Zé Roberto e Josiel (Maxi)
Técnico: Cuca

Tigres: Marcos Paulo, Oziel, Pedrão, Zé Carlos e Tobias; Leão, Denis (Fábio), Jaílson e Clayton (Sorato); Gilcimar (Joaélton) e Leandro Chaves
Técnico: João Carlos Costa

Data: 14/03/2009 (sábado)
Local: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (RJ)
Auxiliares: Edinei Guerreiro Mascarenhas (RJ) e Gilberto Stina Pereira (RJ)
Cartões amarelos: Kleberson (FLA), Pedrão, Gilcimar e Leandro Chaves (TIG)
Gols: Leandro Chaves, aos 27 minutos, Josiel, aos 40 do primeiro tempo

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host