UOL Esporte Futebol
 
14/03/2009 - 19h22

Cuca reconhece tarde infeliz e atribui tropeço às falhas no 1º tempo

Do UOL Esporte
No Rio de Janeiro
Depois do empate do Flamengo em 1 a 1 com o Tigres, neste sábado, no Maracanã, o técnico Cuca creditou o mau resultado às falhas que ocorreram no primeiro tempo, o que, segundo ele, abalou a equipe emocionalmente. O primeiro ato foi por conta de Leonardo Moura, que desperdiçou um pênalti. No segundo, o goleiro Bruno soltou a bola nos pés do atacante adversário, que abriu o placar.

"Dois traumas em um jogo. Perdemos a tranqüilidade e o fator psicológico atrapalha muito. Imaginávamos um segundo tempo com pressão, mas não aconteceu. Apenas com dez minutos para o fim. Tivemos duas oportunidades mas era tarde. Não seria merecido o gol da vitória", disse Cuca acrescentando.

"O começo foi bom. Mas depois do pênalti o emocional foi abalado. Aí não foi mais natural e a bola não corria como deveria. O Tigres marcou bem dentro da sua proposta e nosso índice técnico foi bem abaixo. Fomos muito mal tecnicamente. Não fui feliz também nas alterações. Hoje, a maioria não esteve bem tecnicamente".

A perda de dois pontos pode custar a liderança do grupo B da Taça Rio. A rodada se complementa neste domingo e Boavista e Bangu podem ultrapassar o Rubro-negro. Cuca confirmou que não esperava o resultado e que o tropeço pode custar caro no fim do segundo turno.

"Tropeçar contra pequeno pode acontecer com qualquer time. Nossa chave está mais complexa que a outra. Vai fazer falta. Não esperávamos perder pontos em casa para o Tigres. Não pelo fato de eles serem o último, mas pelo planejamento", contou.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host