Topo

Esporte


Ilhas Salomão "evoluem" e perdem só de 16 a 0 para Rússia com show de brasileiro naturalizado

AFP PHOTO/PORNCHAI KITTIWONGSAKUL
Eder Lima (número 8), brasileiro naturalizado russo, comemora um dos seus gols Imagem: AFP PHOTO/PORNCHAI KITTIWONGSAKUL

Do UOL, em São Paulo

2012-11-03T12:54:12

03/11/2012 12h54

O confronto entre Rússia e Ilhas Salomão está na história do futsal desde a Copa do Mundo de 2008, quando os russos derrotaram o adversário por 31 a 2, a maior goleada da história do esporte. Neste sábado, as equipes se enfrentaram novamente na estreia do Mundial da Tailândia com novo triunfo dos europeus, mas desta vez por “apenas” 16 a 0.

A sonora goleada teve grande contribuição dos brasileiros naturalizados russos. São cinco no elenco, considerado um possível candidato para acabar com a hegemonia de Espanha e Brasil em Copas do Mundo.

Eder Lima foi a grande estrala da partida. O brasileiro naturalizado russo balançou as redes das Ilhas Salomão sete vezes e já assumiu a liderança na tabela de artilheiros do Mundial.

No total, dos 16 gols da Rússia, dez deles foram marcados por brasileiros. Pula, que em 2008 atingiu a impressionante marca de nove tentos, balançou as redes apenas uma vez neste sábado, assim como Robinho e Sirilo.

Por outro lado, o goleiro Gustavo, também nascido no Brasil, deixou a partida sem ser vazado.

Único representante da Oceania, as Ilhas Salomão participam de uma Copa do Mundo pela segunda vez e, diferente, do adversário deste sábado, luta para tentar apagar a péssima impressão deixada em 2008, quando se despediu do Mundial do Brasil com quatro derrotas em quatro jogos, apenas seis gols marcados e 69 tentos sofridos.

ESTREANTE, COLÔMBIA PERDE PARA GUATEMALA DE VIRADA

  • A Colômbia disputa a Copa do Mundo de futsal pela primeira vez e até começou bem, mas não segurou a Guatemala, mas experiente na competição e perdeu de virada por 5 a 2. O time sul-americano saiu na frente com Serna, levou o empate, mas marcou com Reyes e foi para o intervalo em vantagem. Porém, na segunda etapa, os guatemaltecos balançaram as redes três vezes em apenas três minutos e viraram a partida para 5 a 2, confirmando a vitória na primeira rodada do Grupo F.

Mais Esporte