Esporte

Jogador de futsal é morto na Síria após se juntar ao Estado Islâmico

Reprodução/ DH Les Sports/VTM
Kamal Aharchi largou ao futsal depois de se converter ao grupo terrorista Estado Islâmico Imagem: Reprodução/ DH Les Sports/VTM

Do UOL, em São Paulo

07/02/2017 09h43

Conhecido na Bélgica, o jogador de futsal Kamal Aharchi morreu na Síria, no fim de janeiro, durante conflito envolvendo o Estado Islâmico. Kamal chegou a defender a seleção belga, mas decidiu seguir para o país sírio após se aproximar do grupo terrorista.

Segundo o site HLN.Be, Kamal morreu quando fazia patrulhamento na região de Al-Leramoon, em Aleppo. Ele foi alvejado por um atirador de um grupo dissidente.

No período em que jogou futsal, Kamal é descrito pelo jornal As como um “jogador problemático”. Ele chegou a ser afastado em 2004 após discutir com o treinador. Kamal tinha 36 anos e conviveu com graves lesões no joelho, decidindo largar o futsal depois que integrou o Estado Islâmico.

Nos últimos anos, Kamal radicalizou e levou sua mulher e filha para a Síria. O cabelo e a barba cresceram. Em setembro de 2015, ele e o irmão gêmeo compareceram ao Tribunal de Bruxelas para explicarem ligação com grupos terroristas. Kamal tinha ordem de prisão na Bélgica, mas decidiu permanecer na Síria.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo