Topo

Esporte


Falcão diz que gostaria de ter jogado mais tempo no Corinthians no auge

Falcão se aposentou das quadras no ano passado - E(pf)
Falcão se aposentou das quadras no ano passado Imagem: E(pf)

Do UOL, em São Paulo

09/08/2019 23h02

Falcão vestiu as camisas de Corinthians e Santos durante a carreira no futsal. Agora aposentado, o ex-jogador afirmou que gostaria de ter jogado mais tempo pelo clube do Parque São Jorge no seu auge.

"Comecei a carreira no Corinthians. Queria ter jogado mais tempo da minha carreira, no meu auge, em time de camisa. Eu joguei no Santos, que é meu time do coração, em 2011, mas acabou. Eu queria o Corinthians, que manteve o time de futsal entre os grandes", disse em entrevista ao canal de Alexandre Oliveira no YouTube.

Falcão ainda contou que quase fechou com o Corinthians há alguns anos, mas preferiu um projeto pessoal em Sorocaba, onde se aposentou.

"Quase eu fui (para o Corinthians). Aí logo veio o projeto de Sorocaba, que é um projeto meu, de morar na cidade que eu jogo. Mas, dentro do que eu conquistei no meu esporte, no auge da minha carreira, eu queria ter jogado, no time que tem, que é o Corinthians, eu queria ter jogado pelo menos dois anos", afirmou.

Além de Corinthians e Santos, Falcão ainda vestiu a camisa do São Paulo, mas no futebol. Ele ficou poucos meses no clube em 2005 e falou sobre a rixa com o técnico Leão.

"Nunca foi um problema. Eu voltei para o futsal porque eu quis. O São Paulo me deu três anos de contrato. Começou errado. O presidente não podia ter me anunciado sem o treinador saber, mas tudo bem, eu não tenho culpa disso. Aí dizem que o Leão me colocou para jogar com três dias de apresentação para eu ir mal e, tipo assim: 'parem de me encher o saco', como se eu nunca tivesse jogado campo, mas eu sempre joguei campo. Fui bem. Qual que é a sequência natural de um treinador? 'Jogou 10, me conquistou, vai jogar 15'. Próximo jogo: nem relacionado", disse.

"Que culpa que eu tenho? Aí começou. Não tenho mágoa nenhuma, ele era o treinador do clube, acho que eu poderia ter tido algumas oportunidades devido ao meu começo, mas sempre que eu podia jogar, eu não jogava. Faltou a oportunidade. Podia ter jogado e não dado certo, mas eu não tive oportunidade de mostrar. Mas ele era o treinador, eu acho que começou errado. Se eu fosse o treinador, também ficaria chateado, mas é uma coisa que faz 14 anos e eu escuto", acrescentou.

Mais Esporte