UOL Esporte Futsal
 
02/11/2009 - 21h22

Carlos Barbosa vence a Malwee na prorrogação e é campeão da Liga Futsal

Do UOL Esporte
Em São Paulo
O Carlos Barbosa é campeão da Liga Futsal 2009. Em uma partida dramática disputada em Jaraguá do Sul, o time gaúcho venceu a Malwee por 2 a 0 na prorrogação, após vitória do rival por 4 a 3 no tempo normal, e conquistou o título.

Este foi o quarto título da Liga Futsal conquistado por Carlos Barbosa, que venceu o primeiro jogo da decisão por 4 a 2. A equipe gaúcha já havia se sagrado campeã em 2001, 2004 e 2006.

A partida desta segunda-feira foi digna das equipes de melhor campanha na Liga Futsal. Sem o ala Falcão, lesionado, e precisando vencer no tempo normal para forçar a prorrogação, a Malwee iniciou o jogo com uma forte marcação na quadra do adversário e exerceu pressão nos primeiros minutos.

O esquema surtiu efeito e os donos da casa abriram o placar aos 5min36, quando a arbitragem marcou pênalti a favor da Malwee. Lenísio cobrou com categoria e colocou o time catarinense em vantagem.

Para exercer sua marcação sob pressão, a Malwee abusou das faltas durante a primeira etapa. Em uma delas, aos 9min13, Rodrigo cobrou forte, Tiago deu rebote e Jé apenas completou para empatar a partida.

O gol equilibrou o confronto até o fim do primeiro tempo, quando a Malwee aproveitou dois vacilos da defesa do Carlos Barbosa para marcar duas vezes. Aos 18min25, Lenísio deu bom passe para Leco, que tocou na saída de Lavoisier. Na sequência, Xoxo chutou cruzado e Cabreúva, de carrinho, marcou o terceiro do time catarinense.

Antes do intervalo, porém, Carlos Barbosa conseguiu diminuir a diferença. Sinoê desviou e fez o segundo do time gaúcho. O gol gerou reclamações da comissão técnica da Malwee, que afirmou que o lance ocorreu quando o cronômetro já estava zerado. A arbitragem, porém, confirmou o gol.

O segundo tempo ganhou dramaticidade. O Carlos Barbosa exerceu uma forte pressão sobre o rival em busca do empate, que lhe garantiria o título no tempo normal, mas esbarrou em grandes defesas do goleiro Tiago.

Nos cinco minutos finais, o time gaúcho sacou o goleiro Lavoisier e colocou o reserva Bilica, dono de melhor saída de bola. Aos 15min32 da etapa final, Jé recebeu na entrada da área, chutou sem chances para Tiago e empatou a partida.

O time gaúcho ainda teve a chance de 'matar' a partida a dois minutos do fim, mas Sinoê desperdiçou ótimo contra-ataque. A punição ocorreu restando apenas 43 segundos no cronômetro, quando Lenísio recebeu sozinho na entrada da área, mandou para as redes e levou a partida para a prorrogação.

Apesar do cansaço, as duas equipes fizeram uma prorrogação com forte marcação e poucas chances. No fim do primeiro tempo, Lenísio teve a chance de marcar para a Malwee, mas mandou na trave.

Quando o jogo caminhava para os pênaltis, Sinoê recebeu dentro da área, driblou o marcador e mandou para as redes. Assim como no tempo normal, Lenísio teve a chance de salvar a Malwee nos minutos finais, mas a bola bateu mais uma vez na trave. No lance final, Lavoisier aproveitou a saída do goleiro adversário, chutou de sua própria área e fechou o placar, sacramentando o título de Carlos Barbosa.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host