UOL Esporte Ginástica
 
06/08/2010 - 14h53

Com Jade, Flamengo conquista título brasileiro por equipes após três vices

Do UOL Esporte
Em São Paulo
  • Após três vices, Flamengo sagrou-se campeão brasileiro; título ratifica boa fase de Jade Barbosa

    Após três vices, Flamengo sagrou-se campeão brasileiro; título ratifica boa fase de Jade Barbosa

Nesta sexta-feira, Jade Barbosa ajudou o Flamengo a conquistar o título brasileiro de ginástica artística por equipes. Nos últimos três anos, o clube carioca havia ficado com o segundo lugar. 

“Essa é a terceira competição que eu faço depois que voltei da lesão no punho e está provado que o trabalho está dando certo. Eu me senti bem durante a competição, sem dor e estou satisfeita porque conseguimos mostrar o que estamos treinando. O Flamengo estava precisando dessa vitória e estou muito feliz”, afirmou a ginasta.

Jade Barbosa, Daniele Hypolito, Letícia da Costa, Gabriela Soares, Juliana Chaves Santos e Janaina Braz da Silva ajudaram o Flamengo a somar 165.700. O Cegin ficou em segundo, com 157.650.

A conquista confirma a boa fase vivida por Jade Barbosa. Ausente da seleção brasileira desde os Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, a ginasta voltou a fazer parte da equipe e estará no Campeonato Pan-Americano de ginástica artística no mês que vem em Guadalajara, México.

DISPUTA FEMININA POR EQUIPES
1 - Flamengo (RJ) - 165,700 pontos
2 - Cegin (PR) - 157,650
3 - Grêmio Náutico União (RS) - 150,400
4 - Yashi (SP) - 142,550
5 - Pinheiros (SP) - 141,300
A carioca estava ausente da seleção desde os Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. Jade entrou em atrito com a Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) por conta de uma lesão crônica no punho. Ela culpou a entidade pela gravidade do problema e alegou negligência durante os treinos do último ciclo olímpico, em Curitiba.

A situação de Jade começou a mudar no ano passado, com a eleição da nova diretoria da CBG. Maria Luciene Cacho Resende assumiu a presidência da entidade e, aos poucos, a ginasta se aproximou da CBG. Há duas semanas, ela foi convidada para treinar com a seleção no Rio de Janeiro.

Jade se submeteu a uma série de exames; a equipe médica responsável pelos testes concluiu que a atleta estava apta para treinar. Contudo, há o risco de o problema se agravar, e a ginasta deve se responsabilizar caso isso aconteça.

 

Placar UOL no iPhone

Hospedagem: UOL Host