Esporte

Técnico acusado de abuso se diz inocente: "Sou quem mais quer falar"

RicardoBufolin/CBG
Imagem: RicardoBufolin/CBG

Do UOL, em São Paulo

10/05/2018 20h01

Acusado de abuso sexual e assédio moral a dezenas de atletas e ex-atletas da ginástica, o técnico Fernando de Carvalho Lopes enfim conversou com a imprensa após as denúncias expostas por matéria do Fantástico, da TV Globo.

“Sou quem mais quer falar. Não adianta colocar a carroça à frente dos burros. Hoje a primeira pessoa a quem vejo necessidade de prestar conta é a delegada. Sou inocente”, disse o acusado ao Diário do Grande ABC, maior jornal da região onde reside.

Fernando deixou claro que pretende comparecer à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Senado que investiga crimes de maus-tratos a crianças e adolescentes no Brasil, e à audiência pública para a qual foi convidado na Câmara dos Deputados.

Antes, no entanto, ele quer prestar contas à polícia. “É a oportunidade de falar e temos muita coisa para falar. Mas tudo no seu momento”, afirmou. “Vou atender tudo o que for necessário, mas a ideia é que marquem depois, e primeiro que eu preste contas na delegacia”, acrescentou.

O advogado Luis Ricardo Davanzo confirma que o convite da Câmara foi recebido nesta quarta (9), mas que a defesa pediu para que a audiência – inicialmente marcada para o dia 16 – seja adiada para depois do depoimento. “Como vai se manifestar para outras autoridades antes da policial?”, perguntou.

“Ele tem que aguardar ser ouvido pela autoridade policial, precisa ter acusação fechada, que não está ainda. O ideal seria que eventuais manifestações tanto da Câmara, quanto do Senado aguardassem a conclusão do inquérito e, por consequência, a formação da acusação”, disse Davanzo.

Na última sexta-feira (4), Diego Hypólito esteve no 1º DP de São Bernardo do Campo para prestar depoimento na investigação. “A minha saúde foi a zero agora, não estou conseguindo treinar”, desabafou o ginasta ao Jornal Nacional.

Na mesma tarde, a Polícia Civil cumpriu um mandado de busca e apreensão na casa dos pais de Fernando, também em São Bernardo do Campo. Durante a 1h30 de operação, os agentes apreenderam CDs, DVDs, pen drives, uma fita cassete e um HD externo.

No dia 29 de abril, uma reportagem do Fantástico deu voz às acusações de mais de 40 atletas e ex-atletas que afirmaram terem sido vítimas de Fernando, afastado da seleção brasileira de ginástica em 2016.

As revelações feitas pelos entrevistados convergem em um ponto: além de conversas de teor sexual, também alegam que o treinador teria tocado em partes íntimas dos alunos.

No último domingo, dia (6), cresceram as acusações contra Fernando: o Fantástico afirma que um ex-atleta prestou depoimento à Delegacia da Mulher, da Criança e do Adolescente (DDM) de São Bernardo do Campo e acusou o treinador de fotografar e filmar atletas nus.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está fechada

Não é possivel enviar comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo