UOL Esporte Ginástica
 
08/12/2008 - 12h43

Luciene Resende vence eleição e sucede Vicélia Florenzano na CBG

Do UOL Esporte
Em São Paulo
A Confederação Brasileira de Ginástica (CBG) elegeu no último domingo sua próxima presidente. Com 13 votos a cinco, a sergipana Maria Luciene Cacho Resende superou o brasiliense Marco Martins e foi escolhida para o mandato de três anos a ser iniciado em fevereiro de 2009.

Todas as 18 federações com poder de voto enviaram representantes ao pleito, que foi realizado em um hotel em Curitiba após a terceira e última etapa do Circuito Caixa de Ginástica.

"Os primeiros passos a partir de agora serão de analisar os projetos já existentes, junto da Eliana [Cecília dos Santos, vice-presidente da chapa eleita]", comentou Luciene Resende. "Programar o ciclo olímpico, visando também os Jogos Pan-Americanos, além de preparar o calendário deste ano e formar os comitês técnicos".

A favor de Luciene contou, sobretudo, o fato de ela ser a atual vice da presidente Vicélia Florenzano na diretoria da CBG. Em entrevista ao UOL Esporte no último mês de outubro, a dirigente sergipana elogiou o trabalho de Vicélia e acenou com a possibilidade de manter o direcionamento da atual mandatária, mas indicou mudanças, sobretudo em relação ao cuidado maior com as categorias de base e a um diálogo maior entre todas as partes envolvidas no poder.

"A CBG deve estar em sintonia com as federações, pois elas são o elo entre as confederações e os clube", disse Luciene à reportagem.

Vicélia Florenzano deixa o principal cargo da CBG após 18 anos à frente da entidade. "Não deixei de fazer nada do que esteve ao meu alcance. Tenho muito a agradecer, tive o privilégio de contar por um longo período com pessoas ao meu lado que por puro diletantismo me ajudaram, me apoiaram", analisou a atual presidente, desejando sorte a sua sucessora. "Choro pela separação, rio pelo dever cumprido e rezo para que sejam muito felizes".

Embora a CBG esteja prestes a completar 30 anos em 2009, Luciene Resende será apenas a quinta presidente na história da entidade, a segunda mulher. Siegfried Fischer comandou a Confederação por cinco anos (1979-1984), sendo sucedido por Fernando Augusto Brochado (1985-1987) e Márcio César Cheberle Pardini (1988-1990). Vicélia assumiu em 1991.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host