UOL Esporte Golfe
 
26/02/2010 - 21h06

Tiger Woods perde mais um patrocinador após escândalo

Das agências internacionais
Em Nova York (Estados Unidos)
  • Golfista Tiger Woods chora ao pedir desculpas por escândalo

    Golfista Tiger Woods chora ao pedir desculpas por escândalo

O escândalo sexual em que o golfista Tiger Woods se envolveu segue lhe trazendo prejuízos. A PepsiCo anunciou nesta sexta-feira que encerrou seu contrato com o esportista. Já é o terceiro patrocínio de uma grande empresa que o atleta perde desde que seus casos extraconjugais foram divulgados. AT&T e Accenture já haviam o abandonado.

“Não vemos mais um papel para Tiger em nossas ações de marketing e decidimos por encerrar nossa relação comercial. Desejamos o melhor a ele”, disse uma porta-voz da companhia.

O escândalo sexual de Woods começou em novembro, quando ele sofreu um acidente de trânsito próximo a sua casa, na Flórida. Apesar de não ter se ferido com gravidade, o incidente fez os tablóides investigarem a vida pessoal do atleta. Uma série de mulheres se declarou amantes do golfista.

Após isso, o atleta se internou em uma clínica para lutar contra o vício em sexo. Afastado dos campos de golfe, Woods pediu desculpas publicamente no último dia 19 de fevereiro em pronunciamento público, e não disse quando voltará ao esporte.

A PepsiCo, por meio de sua bebida Gatorade, possuía uma bebida relacionada diretamente ao esportista, mas cancelou a produção do item antes que o escândalo fosse revelado. Desde então, a empresa havia mantido um contrato de patrocínio, que foi encerrado nesta sexta. Woods ainda mantém grandes contratos com Nike, Electronic Arts e Procter & Gamble, mas deverá se afastar dos comerciais.

Compartilhe:

    Placar UOL no iPhone

    Hospedagem: UOL Host